Não ao desperdício nos shoppings no período de Natal

Tião Santos protagoniza campanha, divulgando o produto social Magic Ball (Foto: Divulgação)

Tião Santos protagoniza campanha, divulgando o produto social Magic Ball (Foto: Divulgação)

Fim de ano é uma loucura nos shoppings. Nesta época, muita gente procura esses centros comerciais – teoricamente considerados mais seguros – para realizar suas compras de fim de ano. Apesar da crise, a expectativa é de maior volume de vendas em relação aos dois últimos anos. De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a previsão é de um aumento de pelo menos 7%, algo em torno de 500 mil frequentadores a mais por mês, segundo a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce). E quanto mais perto do Natal, mais movimento nos corredores, lojas e praças de alimentação. E é justamente aí que mora o perigo. Estima-se que, devido à falta de cuidado, mais de 50% dos recicláveis nas praças de alimentação sejam perdidos, causando riscos à natureza e à saúde da população.

De olho nisso, a rede de restaurantes fast food Champion Fried Chicken se uniu à Agencia de Responsabilidade Social – Social Team pra promover a campanha “Eu tenho consciência, e você?”. A ação será lançada no sábado, 9 de dezembro, no Shopping Metropolitano, e estará também em outros cinco shoppings do Rio. A campanha já foi realizada na Argentina, Paraguai, México e em Recife, no Brasil. Parte do que for arrecadado será destinada à reconstrução do Polo de Reciclagem de Jardim Gramacho, incendiado em setembro.

Conhecido no Brasil e em vários países pelo filme “Lixo Extraordinário” – produzido pelo artista plástico Vik Muniz e indicado ao Oscar em 2011 como melhor documentário- o ativista ambiental Tião Santos fará palestras e intervenções públicas durante a campanha em 360º, que também estará nas redes sociais. Vídeo-chamadas serão veiculados nos shoppings, buscando mobilizar os consumidores que, por desconhecimento ou falta de atenção, deixam de utilizar corretamente os recipientes instalados nas praças de alimentação para descarte do lixo  – orgânico, reciclável e alumínio.

Confira o vídeo da campanha com Tião Santos

No lançamento da campanha, as crianças vão conhecer e se divertir com “Karcocha” um arlequim contemporâneo. Com 33 anos, 10 anos de experiência em entretenimento de rua, na Ásia, América, Oceania, Europa e mais 33 países e centenas de cidades fazendo as pessoas rirem. Em seu show, ele utiliza de psicologia invertida, jogos e muita interação com o público. Seu objetivo é apresentar um verdadeiro arlequim do circo na rua.

‘Magic Ball’: produto social para difundir conceitos da reciclagem

Ativista ambiental da Social Team, Tião Santos é protagonista da campanha de conscientização ambiental “Magic Ball”, que proporciona ao público a oportunidade de multiplicar o aprendizado sobre o impacto do lixo no nosso dia a dia. O produto social poderá ser levado para casa, locais de trabalho e escolas, ajudando a difundir a prática do consumo consciente.

Tião tem contado sua história, e a dos catadores, em no Brasil e no exterior, durante palestras em escolas, universidades e empresas. Hoje, é consultor do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no projeto de Erradicação dos Lixões no Brasil e na América Latina, apoiado pela Fundação Clinton, e presidente da Associação de Catadores de Material reciclável do Jardim Gramacho. Ele coordena, ainda, o “Limpa Brasil”, o maior movimento mundial de cidadania e cuidado com o meio ambiente, cujo objetivo é a conscientização sobre o descarte correto do lixo. Em 2014, Tião Santos contou sua trajetória no livro “Do Lixo ao Oscar”.

Com baixo índice de reciclagem, país joga dinheiro no lixo

Segundo a Abrasce, a gestão correta de resíduos nos shoppings é uma questão relevante, já que um único centro comercial de grande porte pode receber cerca de 20 milhões de pessoas por ano, gerando até 17 toneladas de lixo diariamente. Para a entidade, que representa 562 empreendimentos em todo o país, esses números reforçam a necessidade de a indústria de shoppings centers – com faturamento de R$ 157,9 bilhões em 2016 – investir em políticas ambientais que orientem o descarte correto dos resíduos produzidos por lojas, funcionários e visitantes. Só nas praças de alimentação dos shoppings brasileiros representados pela Abrasce, funcionam cerca de 13 mil lojas, de acordo com números divulgados em agosto deste ano.

O reaproveitamento de resíduos – especialmente os sólidos, que demoram para se decompor ou permanecem na natureza por tempo indefinido – não tem impacto positivo apenas sobre o meio ambiente. Especialistas têm apontado a reciclagem e as ações sustentáveis como fundamentais para a economia e o bom posicionamento de empresas. Estudo realizado pelo Ibmec-SP em 2008 já mostrava que as empresas que incluem a sustentabilidade na estratégia do negócio têm um valor de mercado até 19% superior em comparação com aquelas que não estão atentas à questão.

O tema também se tornou tese de doutorado da professora Joana D’Arc Bicalho Félix, da Universidade Católica de Brasília (UCB). Na pesquisa “Sustentabilidade e Cadeia de Valor – A Visão do Consumidor sobre os valores socioambientais da organização e sua influência em ganhos econômicos empresariais, 43% dos entrevistados disseram que abririam mão da marca habitual por outro que se mostrasse com melhor performance ambiental.

Com a organização de cooperativas de catadores de recicláveis são gerados empregos no setor que movimenta cerca de R$ 12 bilhões por ano. “Porém, mais de R$ 8 bilhões por ano são perdidos por que muitos materiais não são reciclados, já que a maioria dos municípios brasileiros não possui serviços de reciclagem e muito menos coleta seletiva.

 Fonte: Social Team, com Redação