Pessoas que bebem café têm mais saúde, diz estudo

cafe-e-pauta

Ame-o ou deixe-o. O slogan ufanista muito popular nos ‘anos de chumbo’ no país bem que poderia ser atribuído a uma bebida que desperta o amor e o ódio e move civilizações ao longo dos séculos pelo seu forte poder de sedução. Afinal, quem resiste àquele cheirinho? O Brasil já é o segundo maior consumidor da bebida do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos: 89% dos brasileiros acima de 60 anos bebem café diariamente.

No Rio de Janeiro, seguindo tendência internacional, o cafezinho nosso de cada dia foi gourmetizado e já caiu definitivamente no gosto dos cariocas e turistas que lotam as novas e modernas cafeterias espalhadas pela cidade, nas ruas, galerias comerciais e shoppings. No Café & Pauta, franquia carioca com lojas em Ipanema e na Tijuca, ele pode ser apreciado em inúmeras versões: gelado, quente, acompanhado por e até por caipirinha e o irresistível com chocolate.

A bebida é queridinha do povo brasileiro e até recomendada em algumas situações, mas condenada e por vezes execrada por muitos médicos e cientistas. Mas quem diria que aqueles que consomem café podem sair na frente de quem odeia a bebida quando o assunto é saúde? Pois é justamente o que diz um novo estudo que mostra que  indivíduos que tomam três ou quatro doses da bebida por dia têm mais chances de desfrutar de certos benefícios à saúde do que pessoas que não bebem café.

Entre estes benefícios, estão um risco menor de doenças cardíacas e de morte prematura. Na pesquisa, feita por cientistas da Universidade de Southampton, no Reino Unido, o hábito de beber café está ligado a menores riscos de diabetes, doenças no fígado, demência e até de alguns cânceres.

cafe-e-pauta2

Para a jornalista e empresária Graça Duarte, que criou o Café & Pauta e vem se empenhando em divulgar um novo conceito sobre o consumo aliado à cultura, às artes e à literatura, um bom cafezinho traz uma sensação de bem-estar que supera os propalados males da bebida. De fato, a bebida mais consumida nas redações de jornais, revistas, sites e inspirou a ‘reinvenção’ de Graça reenergiza, anima e até incentiva a criatividade.

“O café é a bebida que define o inicio, meio e fim do dia. Tomamos café para acordar, no meio do dia, como uma parada obrigatória e ao final do dia com satisfação de “dever cumprido”. E assim, recarregamos baterias. Mas hoje já aprendemos que o café é muito mais que uma simples satisfação ou paixão. É a bebida que nos chama para combate do dia a dia. A energia que ativa o cérebro misturada com aromas e sabores indispensáveis ao nosso dia”, afirma Graça.

A nova pesquisa reúne dados de 201 estudos anteriores e 17 estudos baseados em ensaios clínicos nos vários países e foi publicada pelo periódico British Medical Journal. Como é apenas uma análise feita a partir de observações, os responsáveis ainda não conseguem comprovar que o café é responsável por esses ganhos.  “Beber café é aparentemente seguro dentro dos padrões usuais de consumo”, concluiu a equipe liderada por Robin Poole, da Universidade de Southampton.

Por outro lado, beber mais do que três cafés por dia não estava ligado a problemas de saúde, mas os efeitos benéficos eram menos pronunciados. Os pesquisadores admitem que outros fatores podem ter influenciado nos resultados. “Fatores como a idade, uso de cigarro e frequência de exercícios físicos podem ter influenciado o estudo”, ponderou pesquisador e co-autor da análise Paul Roderick. “Existe um balança de riscos na vida, e, aparentemente, os benefícios do consumo moderado de café são maiores que os riscos”, completou.

Café e chocolate fazem bem ao coração, diz outro estudo

Outra pesquisa feita na Itália, divulgada recentemente durante evento internacional de cardiologia em Turim, revelou que o consumo dos de café e chocolate trazem efeitos positivos ao coração e reduzem as chances de desenvolver doenças cardíacas. De acordo com Sebastiano Marra, diretor do departamento cardiovascular do hospital Maria Pia, em Turim, na Itália, os efeitos positivos do café acontecem “a longo prazo” e que “quatro ou cinco xícaras por dia” são suficientes para reduzir a aparição de alguma doença cardíaca.

O médico ainda revelou que ao analisar os dados de mais de 10 mil pessoas que tomam café diariamente, foi confirmado que eles passaram a dormir melhor e tiveram menos crises de ansiedade. “O grão de café é a substância mais antioxidante que existe na natureza”, revelou ainda Marra com base no estudo. Já sobre o chocolate, dados análogos foram encontrados para pessoas que consumiam, com muita frequência, chocolate com 85% a 90% de cacau.

No estudo feito no Reino Unido, pesquisadores identificaram que entre os adeptos do café que participaram da pesquisa, os indicadores de saúde eram melhores, trazendo mais aspectos positivos que negativos. Mas não recomendam ninguém a começar a beber café com o objetivo de melhorar sua saúde. O estudo adverte ainda que adultos, de uma maneira geral, não devem consumir mais de três ou quatro copos, ou 400 mg de cafeína. Já as gestantes devem evitar a bebida, como já havia alertado a Agência Nacional de Saúde do Reino Unido, que recomenda o consumo máximo de dois copos de café por dia, o que equivale a 400mg de cafeína, a quem está grávida.

Café & Pauta

O Café & Pauta Bistrô Livraria é um espaço pensado e criado para tornar a “hora do cafezinho” uma parada obrigatória e agradável. Ali é possível encontrar ambiente aconchegante, produtos de qualidade, bom atendimento e diversos drinks de café, espresso, moído, coado, prensado, quente, gelado, aromatizado e com ou sem álcool. Tudo acompanhado de um cardápio bistrô exclusivo e um encontro com livros e autores especiais.

O Café & Pauta Bistrô Livraria está em dois pontos no Rio: em Ipanema (Rua Visconde de Pirajá 365B – Galeria Fiamma, pertinho do Metr^estação Nossa Senhora da Paz) e na Tijuca (Rua Conde de Bonfim, 370, sobreloja da Galeria, na Praça Saens Peña). Mais em www.cafeepauta.com.br facebook.com/cafepauta