7 dicas para ajudar você a ter uma vida mais saudável

Alimentação equilibrada, mais água, dormir bem, proteger a pele, praticar atividades físicas e fazer sexo seguro são algumas medidas para manter uma boa saúde

Redação
perfect figure

De acordo com definição da Organização Mundial de Saúde (OMS), saúde é “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não somente ausência de afecções e enfermidades”. Ou seja, não basta não estar doente. Como não basta só o corpo estar são, a mente também precisa estar sã. Entendendo este conceito holístico, não resta dúvidas de que a saúde é um dos bens mais valiosos que possuímos. Mas com a correria do dia a dia, ela acaba não recebendo a atenção que merece.

O Dia Mundial da Saúde (7 de abril), criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em 1948, serve de alerta para a importância de cultivarmos hábitos mais saudáveis. “Ao contrário do que muitos pensam, conquistar uma rotina saudável não requer esforços extraordinários. Com um pouco de dedicação e disciplina, é possível garantir doses diárias de energia, resistência e bem-estar”, afirma a médica oftalmologista Kátia Mello. Confira essas dicas simples que irão ajudá-lo a conquistar uma vida mais saudável:

7 atitudes para uma vida saudável

Alimentação equilibrada  – Para garantir um dia a dia cheio de disposição e energia, o primeiro passo é se alimentar de forma saudável. Para isso, não é preciso se privar das delícias da boa mesa. A palavra-chave é moderação!  Procure fazer uma alimentação saudável, com ingestão moderada de açúcar, gordura saturada e sal. Evite os alimentos processados e mais ainda os ultraprocessados. Opte pelos alimentos in natura. Evite alimentos com alto teor de sódio, processados e gordurosos, que são grandes vilões do coração. Incluir, mesmo aos poucos, frutas, verduras e hortaliças no cardápio também fará uma grande diferença. Veja aqui o Manual de Diretrizes para o Enfrentamento da Obesidade na Saúde Suplementar Brasileira, elaborado pela ANS.

Mais água – O corpo humano é formado por cerca de 70% a 75% de água. Além de ser responsável pelo transporte de diversos nutrientes em nosso organismo, este líquido mantém o bom funcionamento dos rins, que filtra toxinas e minerais. Uma hidratação deficiente pode causar diversos problemas, entre eles cálculos renais. O recomendado, por especialistas, é que uma pessoa adulta beba de 1,5 a 2 litros por dia.

Atividades físicas – Pratique atividades físicas regularmente. Exercícios físicos ajudam a prevenir doenças. Antes de dizer que não tem tempo para se matricular em uma academia ou praticar esportes, observe as oportunidades para se exercitar no seu dia a dia. Em casa ou no trabalho, use a escada ao invés do elevador. E se tiver um pouco mais de disposição, que tal ir pedalando à padaria? Estas são apenas algumas sugestões. Se você olhar ao seu redor, certamente encontrará muitas alternativas. Procure incorporar à sua rotina atividades que lhe deem prazer pessoal. Lazer e diversão alegram a mente. Mente sã, corpo são.

Pele protegida – Evite expor-se ao sol entre as 10h e as 16h, sem proteção solar. Isso é válido não apenas para os momentos de lazer, na praia e piscina, mas também para o seu dia a dia, seja a caminho de casa ou do trabalho.

Dormir bem – Mesmo que a tentação de ficar até tarde no computador seja grande, pense que uma boa noite de sono o ajudará a encarar o dia com mais disposição e alegria. Quando dormimos mal, a memória falha, sentimos cansaço, dor de cabeça e irritação. Especialistas recomendam oito horas diárias de sono.

Higiene, tratamento dos vícios e sexo seguro – Estas três dicas em uma completam a nossa lista e falam por si só! É fundamental manter uma boa higiene, lavando sempre as mãos antes das refeições e após ir ao banheiro, além de tomar banhos regulares e não esquecer da higiene bucal.  Caso tenha algum vício, procure um tratamento o mais breve possível. E sexo, com camisinha sempre!

Visitas regulares ao médico – Procure ter um médico de confiança, que conheça o seu histórico clínico e que te direcione a especialistas e profissionais de saúde sempre que necessário. Seja participativo nas tomadas de decisão que envolvam a sua saúde. Em consultas, indague, questione a indicação de procedimentos e medicamentos. Em caso de tratamento e intervenções cirúrgicas, pergunte sobre o antes, o durante e o depois; entenda o impacto em sua vida. O Projeto Sua Saúde traz recomendações; veja aqui.

Saúde dos olhos

Além de cuidados gerais com o corpo e a mente, é bom ficar atento à saúde dos olhos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que 285 milhões de pessoas sofrem de alguma deficiência visual. Desse total, 39 milhões são cegas. A oftalmologista Kátia Mello, diretora do Centro da Saúde Ocular Kátia Mello, em Duque de Caxias –RJ, lembra que visitas periódicas ao oftalmologista e cuidados diários com a visão podem fazer a diferença.

“O diagnóstico precoce e o tratamento contínuo são as melhores formas de controle de doenças como o glaucoma, por exemplo, que pode causar perdas visuais irreversíveis”, alerta Kátia. Não utilizar colírios sem prescrição médica e usar óculos escuros de qualidade, com proteção contra raios ultravioletas (UV) A e B, também são dicas imprescindíveis

Fonte: ANS e Centro da Saúde Ocular Kátia Mello

In the news
Leia Mais