Abaixo o açúcar e a barrinha de cereal, viva a manteiga e o ovo cozido

Rosayne Macedo

ovo-cozido2

Os brasileiros estão cada vez mais conscientes na hora de escolher o que vão comer. Alimentos comuns na mesa de café da manhã, como torrada e pão francês, estão sendo percebidos como menos saudáveis em comparação com os índices de 2013. Com o passar dos anos, a manteiga foi sendo vista como mais saudável que a margarina – até 2013 as duas ficavam empatadas. Na categoria de alimentos com os maiores índices de saudabilidade, além de frutas, legumes e alimentos orgânicos, está o ovo cozido, que não é visto mais como um vilão para a saúde.  Outro exemplo é o do bacon, cujo índice é 5 pontos superior ao do açúcar, o grande vilão do momento.

Os dados estão no Index Minha Vida +Saudável, índice construído com base nos dados colhidos nos últimos cinco anos.  Com base nos dados de sua pesquisa anual Life Insights: Food Report, o Minha Vida, maior portal de saúde e bem-estar do Brasil, criou este indicador para medir a percepção de saudabilidade dos alimentos mais comuns na mesa dos brasileiros: desde os naturais, como frutas e verduras, até os alimentos industrializados. A lista também inclui bebidas como água, suco de caixinha e refrigerante.

Alimentos de dietas para emagrecer em baixa

cereals bar food diet

De acordo com o estudo, a nota atribuída a alguns produtos tidos como benéficos para a saúde, ou comumente atrelados às dietas de emagrecimento, está em queda nos últimos anos. É o caso das barrinhas de cereais, chocolates diet e mix de cereais (granola), que eram vistos de forma positiva em 2013 e estão sendo considerados menos saudáveis agora.  Os shakes industrializados, com Index igual a 24,9, são considerados menos favoráveis à saúde do que salgados de pacote, com índice de 28,13.

Mulheres são as que mais consomem

Os dados apontam também que o consumo de alimentos saudáveis é cada vez maior entre as mulheres de 25 a 59 anos, de classe C, e hábitos prejudiciais à saúde estão sendo deixados de lado. Apenas 22% dessas mulheres consomem alimentos fast food com regularidade e o consumo de refrigerantes, por exemplo, diminuiu em 18% em um ano.  Dentre os hábitos de alimentação, as frutas naturais são a preferência de 42% das mulheres para a sobremesa.

Index Minha Vida +Saudável

A preocupação com a alimentação é uma tendência crescente nos últimos anos, assim como a busca sobre alimentação e saúde na internet. “Por isso, o maior desafio dos sites especializados no assunto é produzir conteúdo de qualidade para promover uma reeducação alimentar, orientando o público a mudar os hábitos alimentares”, afirma Rafael Duarte, coordenador das pesquisas Life Insights do Minha Vida.

Segundo ele, as marcas de alimentos e bebidas têm aderido a esse movimento, buscando lançar produtos cada vez mais saudáveis e práticos de consumir.  “O Index Minha Vida +Saudável surgiu quando percebemos uma necessidade das marcas de acompanharem a percepção dos consumidores em relação a seus produtos e aos lançamentos do mercado. Com esse índice, geramos informações que auxiliam as marcas a montarem suas estratégias de comunicação, pois facilita a visualização da dinâmica do mercado e em quais caminhos apostarem em seus lançamentos e campanhas”.

Fonte: Portal Minha Vida, com Redação

In the news
Leia Mais