Atividade física contra a dependência química em curso gratuito

Curso gratuito “Educação Física no tratamento da dependência” é destaque da Agenda Positiva da semana. Confira os detalhes

Centro de Estudos da Clínica Jorge Jaber abriu inscrições para o curso gratuito “Educação Física no tratamento da dependência (Fotos: André Teixeira / Divulgação)

O Centro de Estudos da Clínica Jorge Jaber, no Rio de Janeiro, abriu inscrições para o curso gratuito “Educação Física no tratamento da dependência”, que tem por objetivo mostrar a estudantes e profissionais da área como os exercícios físicos se inserem no tratamento de dependentes químicos e portadores de transtornos psíquicos.

“Manter o corpo em movimento tem efeitos comprovados na recuperação desses pacientes, e por isso essas atividades vêm ganhando cada vez mais espaço nas clínicas e outras instituições voltadas a este trabalho, aumentando a busca por profissionais com conhecimento específico sobre o assunto”, afirma o psiquiatra Jorge Jaber, diretor do Centro.

O curso terá quatro aulas teóricas, transmitidas pelo Facebook, e um estágio prático – opcional –, em que os alunos acompanharão a rotina de exercícios, que inclui hidroginástica, caminhadas, vôlei, futebol e musculação em academia. “Vamos mostrar os benefícios dessas atividades e como elas são definidas para cada paciente, de acordo com suas necessidades específicas”, explica a fisioterapeuta e professora da Clínica Jussara Lontra, uma das responsáveis pelo curso.

As aulas, de 90 minutos, acontecerão às quintas-feiras, a partir de 7 de julho, às 19 horas. O estágio prático será realizado em 24 plantões de seis horas, em datas definidas de acordo com a disponibilidade dos alunos. “Desta forma, eles poderão acompanhar os diversos casos, a aplicação dos exercícios adequados a cada um e a própria evolução dos pacientes”, comenta o professor de Educação Física Erick Lawrence, que também participará das apresentações. 

As aulas ficarão gravadas, podendo assim ser assistidas posteriormente, e as inscrições podem ser feitas pelo email [email protected], escrevendo “Curso de Educação Física” no campo de Assunto e nome completo e telefone no corpo do email. Embora voltado prioritariamente a profissionais e estudantes da área de saúde, o curso é livre, sem exigência de formação prévia.

“A proposta também é divulgar, para o maior número possível de pessoas, a importância da atividade física para a manutenção da saúde física e mental”, conclui Jaber.

Seminário da Fiocruz debaterá migração, migrantes e saúde

A edição desta semana do Seminários Avançados em Saúde Global e Diplomacia da Saúde do Centro de Relações Internacionais em Saúde da Fiocruz (Cris/Fiocruz) debaterá o tema “migração, migrantes e saúde”. O webinar, que ocorrerá nesta quarta-feira (29/6), às 10h, terá a participação de representantes da Opas, da Organização Internacional para Migrações (OIM), da União Africana e da Universidade de São Paulo (USP).

Durante o seminário, os debatedores falarão sobre o tema na América Latina, Caribe e na África, principalmente. Além disso, debaterão a temática sob a ótica da Opas. A mediação será de Carlos Arosquipa, da OPAS América do Sul.

Entre os painelistas estão Aleksandar Arnikov, especialista temático regional da OIM em migração e saúde para as Américas, que trará o debate sobre o tema na América Latina e Caribe. Já sobre a situação no continente africano, o evento contará com a participação de Sabelo Mbokazi, da União Africana.

Ainda entre os painelistas, estão Ciro Ugarte, diretor de emergência de saúde da Opas, que falará sobre o assunto diante da ótica do organismo internacional. Para completar o quadro de painelistas, haverá a participação de Deisy Ventura, da Faculdade de Saúde Pública da USP.

O webinar Migração, migrantes e saúde será transmitido em portuguêsespanhol inglês.

Com Assessorias de imprensa

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

In the news
Leia Mais