Bairro mais longevo do Rio, Copacabana vai ganhar Projeto Reavivar

Iniciativa será lançada pelo Movimento Longevidade Brasil (MLB) durante fórum que comemora o quinto ano da ong

Copacabana é o bairro mais longevo do Rio e do Brasil há mais de uma década: três entre 20 moradores têm mais de 60 anos (Foto: Agência Brasil)

Considerado o bairro mais longevo do Rio de Janeiro e do Brasil – pelo menos 30% de seus moradores têm 60 anos ou mais, o dobro da média da cidade, e representam 44% dos responsáveis pelos domicílios -, Copacabana vai ganhar o Projeto Reavivar. A ideia é, a partir de experiências do passado de glórias do bairro mais badalado da cidade, ajudar a revitalizar a região. O projeto será lançado pelo Movimento Longevidade Brasil (MLB) durante o Fórum Longevidade Brasil 2022,  que acontece nos dias 28 e 29 de abril, mês em que comemora cinco anos de atividades.

Presidente e fundadora do MLB, Carlota Esteves explica que o bairro foi escolhido por ser o “cartão-postal” do Rio de Janeiro, conhecido em todo o mundo por conta do Réveillon, congregar uma população majoritariamente com idade 50+ e estar sofrendo uma visível degradação. “Copacabana merece voltar a ser a “Princesinha do Mar”, é o bairro ideal para o ser o piloto de uma série de ações que podem ser replicadas em outros bairros e cidades”, comenta.

Segundo ela, estimulado por colaboradores e pelos parceiros citados e outros tantos, o Projeto Reavivar Copacabana começará ouvindo os moradores mais antigos, que viveram os áureos tempos do bairro, identificando os principais problemas existentes na atualidade. “Mas vamos explicar com detalhes durante o Fórum. Por isso, convido a todos que participem, se inscrevam”, afirma.

O evento reúne profissionais de diversas áreas envolvidas com iniciativas e propostas para uma longevidade bem-sucedida, com autonomia e independência, a fim de aprofundar as discussões sobre os desafios que enfrentaremos no período pós-pandemia de Covid-19 e da crise econômica agora agravada pelas consequências dos conflitos na Europa.

Copacabana é o bairro mais longevo do Rio e do Brasil há mais de uma década: três entre 20 moradores têm mais de 60 anos (Reprodução de internet)

Debates sobre caminhos para o envelhecimento

O objetivo do MLB é fomentar boas práticas e oferecer conteúdo, serviços e produtos em espaços físicos e digitais. Para isso, o MLB articula parcerias com profissionais, organizações, empresas e entidades; realiza encontros, palestras e eventos, inclusive com palestrantes internacionais; promove campanhas ao ar livre na Praia de Copacabana; divulga iniciativas de integrantes do ecossistema da longevidade, de interesse geral. Sua atuação é orientada pelos pilares: ‘Saúde e Bem-Estar’; ‘Educação e Cidadania’; ‘Trabalho e Empreendedorismo’; ‘Tecnologia e Inovação’ em consonância com as ODS da ONU.

Carlota faz um balanço dos cinco anos do movimento. “Durante sua trajetória o MLB tem procurado reunir, unir, debater e apontar novos caminhos para o envelhecimento da população, o que vem acontecendo não somente na sociedade brasileira, mas em todo o mundo. E para isso, é primordial uma conexão de gerações, o que nos aproximou das instituições de ensino, da academia como a Escola Politécnica da UFRJ, das startups, do pessoal ligado às inovações tecnológicas”, comenta.

Carlota Esteves criou e está à frente do Movimento Longevidade Brasil (Foto: Divulgação)

Ainda segundo ela, o evento também proporcionou acolhidas e parcerias com o setor público como a SMESQV – Secretaria Municipal de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida, Secretaria Municipal de Cultura, através do Edital FOCA e da Sala Baden Powell para encontros de socialização dos idosos de Copacabana, Secretaria Municipal de Meio Ambiente, através do Parque da Chacrinha, um oásis em Copacabana. “São parcerias públicas e privadas que nos fazem acreditar estar no caminho certo no projeto que pretendemos lançar no fórum, o Projeto Reavivar Copacabana”, declara Carlota.

Nos dois dias de Fórum serão discutidos temas como “Cidades Inteligentes e Sustentáveis para viver a Longevidade”, “Longevidade, Estilo de Vida e Moradia”, “Saúde e Bem-Estar”, “Tecnologia & Inovação”, “Experiências de Longevidade Bem-sucedida”, “Trabalho e Empreendedorismo”, “Educação e Cidadania”, entre outros.

Foram convidados como palestrantes Aurélio Alfieri, conhecido como Youtuber da Longevidade;  Daniel Soranz, ex-secretário municipal de Saúde do Rio; Paulo Protásio, diretor executivo da Autoridade de Desenvolvimento Sustentável do Rio; o professor  Luís Jacob, da RUTIS de Portugal; Fabienne Schiavo, da PUC-Rio; Betsy Rabello Ferreira e Carla Monnerat, do Senac RJ; Willington Feitosa, coordenador de Cidades Inteligentes do Rio; Júnior da Lucinha, secretário da SMESQV,  além de vários outros especialistas e representantes  das áreas de tecnologia e inovação.

O Fórum Longevidade Brasil acontecerá de forma virtual. Para acessar a programação e fazer inscrições, acesse: bit.ly/forumlb22.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

In the news
Leia Mais