Bike sem Barreiras oferece bicicletas adaptadas no Rio

Todos os domingos, pelos próximos seis meses, serão oferecidas bicicletas adaptadas para o lazer de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida

Redação

Com foco na inclusão social, a Univeritas – Centro Universitário Universus Veritas estreia neste domingo (7), o projeto Bike Sem Barreiras. Todos os domingos, pelos próximos seis meses, serão disponibilizadas para a população bicicletas adaptadas para o lazer de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

O projeto, que faz parte das ações de responsabilidade social da Univeritas, é desenvolvido pelo Instituto Ser Educacional, e traz, entre as bicicletas, uma HandBike (um triciclo adaptado para ser pedalado com as mãos) e uma Bike Dupla (para ser pedalada por um monitor e uma pessoa com deficiência visual. Todas as bikes serão guiadas por coordenadores e alunos voluntários da Univeritas. que percorrerão um trajeto ao longo da Praia do Flamengo.

Inaugurado em 2016, no Recife, em Pernambuco, o Bike sem Barreiras já atendeu mais de 500 pessoas com deficiência durante os dias de ação. Atualmente, a organização está expandindo a atuação da iniciativa para outras capitais do Brasil, como o Rio de Janeiro. Os interessados em participar podem ir ao Posto 3 da Praia do Flamengo, todos os domingos, das 9h às 12h, e procurar a equipe da instituição disponível na tenda da Univeritas.

Caminhada do Envelhecimento Ativo nos 260 anos da Tijuca

Uma caminhada com exercícios para o corpo e para o cérebro: é isso mesmo! Acontece neste sábado, dia 6 de julho, a “1ª Caminhada do Envelhecimento Ativo da Tijuca”, que promete agitar o bairro  logo pela manhã. O evento, que é gratuito e aberto ao público, começa  às 8h, na Praça Saens Peña.

A iniciativa, promovida pela escola de ginástica cerebral Supera e pela Superintendência Grande Tijuca – Prefeitura do Rio de Janeiro, abre as comemorações dos 260 anos de história do bairro, um dos mais tradicionais do Rio.

A Caminhada vai proporcionar uma série de exercícios para o corpo e para o cérebro, além de trazer muita informação sobre saúde física e mental. Diversos brindes serão distribuídos no evento.  Interessados devem realizar inscrição pelo e-mail caminhada.supera@gmail.com ou pelo WhatsApp (21) 99508-8486.

Hospitais do Rio vão atender adolescentes vítimas de violência

De acordo com dados do SIinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação), do Ministério da Saúde, foram notificados 9.251 casos de violência contra crianças e adolescentes somente na Região Metropolitana do Estado. Para enfrentar o problema, a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES) anunciou neste domingo (7) que irá implantar duas unidades do Centro de Atendimento ao Adolescente e à Criança Vítima de Violência (CAAC).

Os centros serão instalados nos hospitais estaduais Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, e Alberto Torres, em São Gonçalo, regiões que registram o maior número de casos. Em Caxias, a previsão é que o centro seja concluído dentro de um mês. Já em São Gonçalo, a ação deverá chegar no fim do ano. O projeto, em parceria com o Ministério Público e a Polícia Civil, irá atender também mulheres vítimas de violência. O CAAC atenderá a demanda interna e da região através de agendamento.

Pioneiro no país, o CAAC é única medida protetiva a adolescentes e crianças a realizar um atendimento multidisciplinar com médicos, enfermeiros, assistentes sociais e psicólogos integrado com policiais e peritos. Previsto para ser inaugurado no próximo mês, o CAAC do Hospital Estadual Adão Pereira Nunes vai contar com um espaço total de 40m², com recepção exclusiva, espaço lúdico, brinquedos e TV para que os usuários se sintam acolhidos.

A sala oitiva, onde haverá a entrevista investigativa, será projetada com tratamento acústico e sistema de áudio e vídeo. Haverá ainda uma sala de registros de ocorrência e um consultório onde serão realizados, caso necessário, exames de corpo de delito com um mé.dico especializado.

Saúde privada: novos serviços em hospital do Humaitá (RJ)

A Casa de Saúde São José inaugurou recentemente)o Centro Médico São José, unidade no Humaitá que reúne consultórios e o novo Laboratório de Performance Humana (LPH), área de Medicina Esportiva e Reabilitação do hospital. Localizado no Largo do Ibam, o Centro Médico oferece atendimento em Cardiologia, Clínica da Dor, Clínica Médica, Cirurgia Cardíaca, Cirurgia Geral, Cirurgia Plástica, Cirurgia Torácica, Cirurgia Vascular, Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Ginecologia e Obstetrícia, Hemodinâmica, Neurologia/Neurocirurgia, Nutrologia, Ortopedia, Otorrinolaringologia e Urologia.
Inaugurado em 2017, o Laboratório de Performance Humana deixou as cinco salas que ocupava no hospital para um espaço de quase mil metros quadrados no mesmo andar do Centro Médico. Segundo o grupo hospitalar, além dos serviços que já eram disponibilizados – como nutrição esportiva, fisiologia do exercício, treinamento em altitude, biomecânica, pediatria e endocrinologia do esporte – o LPH ganhou foco maior em reabilitação, que pode ser cardíaca, oncológica, pré-operatória e musculoesquelética.

Maternidade cria Instagram para tratar de saúde feminina

Com a ampliação do atendimento à mulher, seja ela gestante ou não, a Perinatal lançou a conta no Instagram @mulher.perinatal, para falar exclusivamente sobre saúde feminina. No perfil, é possível participar de enquetes, assistir lives, acompanhar as dicas do corpo clínico da instituição e saber mais sobre os serviços da Medicina da Mulher Perinatal.

Especializada em maternidade, Perinatal passou a oferecer atendimento especializado para mulheres. O hospital conta com áreas exclusivas e estruturadas, compostas por equipamentos de ponta e equipe capacitada. A instituição hoje conta com o Centro de Cirurgia Ginecológica, Centro de Cirurgia da Mama, Centro de Cirurgia Plástica e o Centro de Fertilização.

Domingo com Ciência na Quinta da Boa Vista

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) no Rio de Janeiro realiza neste domingo, dia 7 de julho, das 10h às 15h, o “Domingo com ciência na Quinta”. Com uma série de atividades, o evento vai celebrar o Dia Nacional da Ciência e o Dia Nacional do Pesquisador.

Além de comemorar as datas, a ação tem como objetivo chamar a atenção da população e dos governantes para a importância da ciência no dia a dia e no desenvolvimento sustentável do País.  Nesta data, representantes da comunidade científica vão debater sobre a realidade da ciência e da educação no Brasil e como, com o apoio da população, será possível reverter o quadro negativo.

Com entrada gratuita, o evento terá uma feira de ciências com mais de 150 experimentos e exposições que mostram como o tema é parte importante do cotidiano da sociedade. Haverá também atividades como rodas de conversas, jogos interativos ilustrando os princípios básicos da física e biologia, brincadeiras sobre bactérias presentes na chamada microbiota humana, desafios de matemática e química, e muito mais.

No Piquenique Científico, crianças e adultos poderão conhecer a qualidade dos alimentos que consomem, como evitar o desperdício e como aproveitar integralmente os alimentos entre outros ensinamentos. Para participar desta atividade, basta levar uma canga ou toalha para sentar e alimentos. O público também vai poder se divertir com apresentações musicais de diferentes estilos e ritmos como chorinho, samba e outros.

Este é o segundo ano de realização do evento. Na primeira edição, organizada pelo Museu Nacional, cerca de 2,6 mil pessoas puderam participar das mais de 130 atividades científicas e culturais disponíveis. A expectativa para 2019 é que esse número seja ainda maior.

PELO PAÍS

Mais Médicos: inscrições para segunda fase do edital

Os médicos brasileiros compareceram às cidades até 28 de junho. No dia 8 de julho começam as inscrições para a 2ª fase do edital do Mais Médicos, agora para brasileiros formados no exterior. As pessoas que vivem nas áreas mais vulneráveis do Brasil terão um reforço na assistência à Atenção Primária pelo Programa Mais Médicos a partir deste mês de julho.

Até o momento, 1.481 profissionais brasileiros já começaram a atuar nas unidades de saúde. Os médicos que tiveram as inscrições concluídas na 1ª fase do edital vigente tinham até o dia 28 de junho para se apresentarem nas cidades. Os números consolidados dos médicos homologados e a lista dos municípios com vagas preenchidas serão divulgados no dia 8 de julho. Leia o conteúdo na íntegra em saude.gov.br

Da Redação, com Assessorias (atualizado dia 7 de julho de 2019, às 14h30)

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.