Cadeirantes participam de corrida de rua e caminhada no Rio

Sexta edição do ‘Todo Mundo Vai’ teve 6 mil inscritos, incluindo 30 PCDs. Pacientes psiquiátricos vão a musical. Veja na Agenda Positiva da semana

Redação
O pequeno Heitor e seu acompanhante Aleksandro: emoção ao participar do evento (Foto: Divulgação)

“Me sinto feliz”, resumiu o pequeno Heitor, de 6 anos, ao ser questionado sobre como se sentia ao participar de uma corrida de rua. Mais uma para a conta do menino que não gosta que digam que ele não é capaz de fazer algo. Heitor e outros 29 PCDs – como são chamados agora os portadores de deficiência –  foram as estrelas do circuito de corrida e caminhada “Todo Mundo Vai”, realizado neste domingo, dia 19, no Aterro do Flamengo.

Promovido pela Lojas Americanas e Americanas.com pelo sexto ano consecutivo, o circuito trouxe como novidade o foco na diversidade e na inclusão: o evento contou, pela primeira vez, com uma equipe formada por 30 pessoas com deficiência – o time Leven. Para Cristiano Azeredo, pai de Heitor, o esporte é um caminho importantíssimo para construção da identidade do filho.

Nas Paralimpídas de 2016, ele participou ativamente de várias atividades e teve oportunidade de conhecer diferentes esportes adaptados. Ele faz natação, dança, adora futebol, mas faltava a corrida. Quando conhecemos o ‘Correndo Por Eles’ ele adorou. E o projeto tem sido incrível para desenvolver sua autonomia”, afirma Cristiano.

LIÇÃO DE SUPERAÇÃO

A participação de portadores de deficiência teve o objetivo de promover a inclusão deste grupo no esporte, de forma igualitária. Integrantes do “Correndo Por Eles”, os 30 atletas foram conduzidos por 30 apoiadores do projeto social e 30 funcionários voluntários das companhias, que se revezaram durante todo o percurso, oferecendo cuidados como hidratação à equipe.

“Esta foi uma das melhores iniciativas sociais que a companhia já promoveu. Achei o projeto fantástico e, de alguma forma, senti que poderia fazer a diferença na vida de alguém”, comentou Aleksandro Pereira, funcionário da Lojas Americanas, que acompanhou o pequeno Heitor. Questionado sobre como foi correr ao lado de um atleta portador de deficiência, Aleksandro acrescentou:

Confesso que, no final das contas, quem me ajudou foi ele. Apesar de praticar exercícios diariamente, voltei a correr na rua depois que decidi ser voluntário da corrida. O Heitor me ensinou que devemos sair da nossa zona de conforto e nos superar dia após dia”, acrescenta Aleksandro.

SOBRE O EVENTO

Promover o bem-estar e a melhoria da qualidade de vida por meio da prática de atividades esportivas é o propósito do circuito. O evento contou com 6 mil inscritos para as modalidades de 4 km (não competitiva, para pessoas com idade mínima de 14 anos) ou 8 km (competitiva, exige idade mínima de 16 anos).

Todos os atletas que concluíram a corrida receberam medalhas. Já os três melhores lugares em categoria de idade ganharam troféus. Os cinco melhores colocados gerais do masculino e do feminino foram premiados com créditos disponibilizados em suas contas no app da Ame – conta de pagamentos digital – e que poderão ser utilizados em compras na Lojas Americanas e Americanas.com.

‘Hospital Dia vai ao Teatro’ leva pacientes a shows e musicais

Também neste domingo, dia 19 de maio, pacientes e familiares do setor de  Psiquiatria e Dependência  Química do  Hospital Dia (HD), da Casa de Saúde Saint Roman, localizada em Santa Teresa,  no Rio de Janeiro, vão participar de um show musical. Eles vão assistir à sessão do musical “Ícaro and the Black Stars”, no Teatro Carlos Gomes, no Centro, com sucessos da história da Black Music, onde o artista leva ao público o som de Michael Jackson, Bob Marley, Tim Maia, Wilson Simonal, Beyocé, James Brown e outras estrelas.

O convite é uma parceria do Hospital Dia (HD) e a ONG Rede Entretenimento. O objetivo é ajudar aos pacientes psiquiátricos e dependentes químicos a vivenciarem novas experiências, propiciando uma melhora da autonomia, socialização, além de reforçar os vínculos familiares de todos.

Desde abril do ano passado vem funcionando o Projeto “HD vai ao Teatro”, que tem na programação atividades externas, sempre nos finais de semana e feriados. As atividades incluem a participação de pacientes e familiares, além de funcionários e familiares.

A iniciativa do projeto é da psicóloga Sonária Martins, coordenadora do Hospital Dia, que vem realizando um trabalho junto a instituições e ONGs das áreas de entretenimento, visando estabelecer uma parceria para inserir essas atividades na programação dos eventos externos do Programa HD.

Através desses recursos, em parceria com empresas e ONGs, queremos estimular atividades culturais e de lazer que possam aproximar clientes e seus familiares na busca de momentos saudáveis e terapêuticos”, diz Sonária.

Segundo ela, essas atividades têm sido muito importantes para a recuperação dos pacientes em todo o processo de convívio social e familiar.

Rio vacina em dose dupla contra gripe e febre amarela

Vacinação em dose dupla. Depois de abrir a campanha de bloqueio contra a febre amarela no dia 18 de fevereiro deste ano, a Central do Brasil recebe novamente nos dias 22 e 23 de maio o posto volante da Secretaria de Estado de Saúde, em evento realizado em parceria com a SuperVia. Agora, serão aplicadas as vacinas contra a febre amarela e a gripe – esta combate os três vírus da doença, inclusive o H1N1.

A imunização acontecerá das 7h às 11h, na tenda que será montada na entrada “C” da Central. A iniciativa faz parte da estratégia da SES de levar vacinas a locais de grande concentrações de pessoas. Para receber as doses basta comparecer ao local e apresentar um documento de identificação.

A Superintendência de Vigilância Epidemiológica da SES informa que em 2018, foram notificados 233 casos de influenza, com 30 óbitos. Em 2019, foram notificados 38 casos, com 6 óbitos. A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe começou no dia 10 de abril e tem a previsão de encerramento no dia 31 de maio de 2019.

Até o momento, o estado vacinou 1,8 milhão de pessoa contra a gripe nos 92 municípios, o que representa cerca de 40% do público-alvo. Somente na capital foram 1.016.473 doses aplicadas, o equivalente a cerca de 48% da cobertura vacinal.

Com relação à febre amarela, foram cerca de 12 milhões de imunizados, com cobertura de 80%. Em 2018, foram registrados 262 casos de febre amarela silvestre em humanos, com 84 óbitos. Já em 2019, a SES não registrou casos da doença.

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e adolescentes. A vacina está disponível a jovens de 12 a 21 anos de idade sob medida socioeducativa e população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais, independente da idade. A vacina também esta sendo ofertada aos professores das escolas públicas e privadas. Recentemente, o Ministério da Saúde incluiu policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.

Campanha para doação de sangue em shopping de Bangu

No próximo dia 24 de maio, o Bangu Shopping, em parceria com o Hemorio e a Unisuam, vai realizar uma ação de doação de sangue. A equipe, composta por profissionais da saúde, fará as coletas em uma sala exclusiva da instituição, localizada no 2º piso do empreendimento. O atendimento será por ordem de chegada, das 10h às 15h.

Para doar, é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50kg e estar bem de saúde. Os voluntários deverão apresentar um documento de identidade oficial com foto. Não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação, e não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar com autorização dos pais ou responsáveis legais. O modelo da autorização pode ser retirado no site do Hemorio.

O objetivo da ação é incentivar a doação e reforçar o estoque do hemocentro, além de chamar a atenção para a importância de doar sangue regularmente para salvar vidas.

Para outras informações, o candidato pode ligar gratuitamente para o Disque Sangue (0800 282 0708), que esclarece os pré-requisitos e dúvidas, além de informar o endereço das outras 26 unidades de coleta distribuídos pelo estado. O atendimento pelo telefone funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Inca esclarece sobre câncer de mama e do cólo do útero

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de mama é o que mais acomete as brasileiras, representando 29,5% da incidência da doença no país entre as mulheres e quase 60 mil novos casos ao ano. Neste dia 22 de maio, quarta-feira, o Inca promove evento sobre as ações de controle dos cânceres de mama e do colo do útero no Brasil, em comemoração ao Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher, celebrado dia 28.

O evento O Controle dos Cânceres do Colo do Útero e de Mama: do programa Viva Mulher aos dias atuais será realizado na sede do INCA, na Praça Cruz Vermelha, no Centro do Rio, e contará com painel sobre os 20 anos do programa Viva Mulher e sua importância para o controle dos cânceres do colo do útero e de mama no Brasil.

O então chamado Programa Nacional de Controle do Câncer do Colo Uterino foi criado em 1997 pelo Ministério da Saúde. Posteriormente, o Inca estabeleceu um projeto-piloto com foco na oferta do exame Papanicolaou, que pode detectar lesões pré-cancerosas no colo do útero. Em 2002, o programa foi ampliado para incluir também ações de controle do câncer de mama, tais como estratégias de detecção precoce por meio da mamografia.

A médica do INCA Santinha Tavares será a moderadora do debate, que terá na mesa os médicos e ex-coordenadores do Programa Viva Mulher Tereza Maria Piccini Feitosa e Nelson Cardoso de Almeida e Luiz Alves de Araújo Neto, historiador da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz e Inca.

Enquanto o painel discutirá o legado do programa Viva Mulher, uma mesa-redonda, realizada logo em seguida, abordará os avanços e desafios na prevenção e detecção precoce dos cânceres do colo uterino e de mama, com a moderação da epidemiologista Liz Almeida, chefe da Divisão de Pesquisa Populacional do Inca, e a participação da epidemiologista Maria Beatriz Kneipp Dias e da sanitarista Mônica de Assis, ambas da Divisão de Detecção Precoce e Apoio à Organização de Rede/Inca.

Na ocasião, serão lançadas três publicações: Viva Mulher 20 anos: história e memória do controle dos cânceres do colo do útero e de mama no BrasilParâmetros Técnicos para o rastreamento do câncer do colo do útero A situação do câncer de mama no Brasil: sínteses de dados dos sistemas de informação.

O evento é gratuito e aberto ao público, e as inscrições podem ser feitas pelo portal do Inca (www.inca.gov.br). São 50 vagas para o público interno e 170 para o público externo. Haverá transmissão ao vivo pelo portal do Inca.

Rio recebe Didi Sudesh, mestre mundial do Yoga

Equilíbrio, lucidez e concentração: estas são algumas das caraterísticas comumente associadas à meditação, uma atividade que vem crescendo cada vez mais devido aos inúmeros benefícios trazidos para o corpo e para a mente de seus praticantes. Ao contrário do que se pensa, o exercício da meditação está ao alcance de todos, podendo ser realizado até mesmo nos lugares considerados mais adversos, como o trânsito, o ambiente de trabalho ou locais ruidosos.

Para ajudar o público a desenvolver esta capacidade, a Brahma Kumaris, organização mundial dedicada à transformação pessoal, levará para o Rio de Janeiro (capital) a palestra “Quem medita transforma e se transforma”, com Didi Sudesh (foto), codiretora da Brahma Kumaris para a Europa e referência mundial no ensino da prática. O encontro, gratuito, acontecerá na terça, 21 de maio, às 18h30, no Memorial Municipal Getúlio Vargas (Praça Luís de Camões sem número, subsolo, Glória).

Sudesh é uma importante referência no ensino do Raja Yoga em escala mundial. Há mais de 60 anos ela é mestre na técnica, além de bacharel em Letras e Ciências Políticas pela Universidade de Punjab, na Índia. Já viajou para mais de 100 países conduzindo seminários e palestras sobre desenvolvimento pessoal e a prática da meditação.

A iniciativa integra o calendário comemorativo dos 40 anos da Brahma Kumaris no Brasil. Ao longo de todo o ano, serão realizadas diversas palestras e intervenções, com o objetivo de tornar a prática ainda mais conhecida do grande público. Assim, cada pessoa se tornará apta a encontrar a felicidade, o amor, a paz, a pureza e a verdade, contribuindo assim para a transformação do mundo ao redor. A próxima parada será em Salvador, no dia 23 de maio.

Da Redação, com Assessorias

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.