Colapso na saúde: falta de oxigênio em Manaus mobiliza onda de solidariedade

Conheça em nosso roteiro de Boas Ações algumas iniciativas solidárias para ajudar o estado do Amazonas que enfrenta nova cepa do coronavírus

Manaus está em situação grave, por conta da falta de oxigênio para salvar vidas de centenas de pessoas acometidas de Covid-19. A situação caótica na saúde pública da capital amazonense está novamente mobilizando a população em uma grande corrente de solidariedade, seja com oferta de cilindros de oxigênio, seja com voluntários, seja com apoio logístico. A seção Boas Ações desta semana dedica o espaço a destacar algumas dessas iniciativas. Confira:

Campanha #SOSManaus recruta 200 profissionais voluntários

O Transforma Brasil, movimento que tem como objetivo estimular o voluntariado e o engajamento cívico no país, lança nesta sexta-feira (15) a campanha #SOSMANAUS, com o objetivo de recrutar cerca de 200 profissionais de diversas áreas para apoiar mais de 40 organizações sociais que atuam em Manaus e outras regiões do estado.

Toda ajuda é bem-vinda, mas as principais especialidades necessárias são médicos, enfermeiros, psicólogos, designers, profissionais de comunicação, além de apoio logístico e telefônico. A atuação é remota e portanto, voluntários de todo o país podem se cadastrar. As informações estão no link https://www.transformabrasil.com.br/acao/sos-manaus

A doação de tempo e de generosidade é uma das respostas mais potentes que podemos dar nesse momento tão doloroso pelo qual estamos passando, especialmente a população do Amazonas. O #SOSMANAUS é uma convocação nacional para fazer o bem, de qualquer parte do país”, diz Fábio Silva, fundador da plataforma Transforma Brasil.

Todos os projetos, cadastrados na plataforma do Transforma Brasil, precisam de mão de obra principalmente para auxiliar nas tratativas para locação e compra de equipamentos para tratamento da COVID-19, como cilindros de oxigênio, máscaras respiratórias, oxímetro e outros, além de EPIs para voluntários e agentes de saúde não governamentais, e também para distribuição de alimentos para as familiares que estão esperando nas portas de hospitais.

O Transforma Brasil conta com mais de 3.000 projetos e iniciativas sociais espalhadas pelo país que atuam nas comunidades locais e já beneficiam mais de 1 milhão de pessoas. A plataforma atua em 26 frentes como: cultura e arte, combate à pobreza, igualdade de gênero, ações emergenciais, dependentes químicos, proteção animal, inclusão, entre outras. Além disso, contempla projetos inseridos nos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU. O Transforma Brasil também conta com mais de 750 mil brasileiros cadastrados e mais de 3 milhões horas de trabalho voluntário em seu “voluntariômetro”. A Neoenergia, maior grupo privado do setor elétrico brasileiro, é o apoiador master oficial do Transforma Brasil.

Fabricante de ar condicionado doa estoque de oxigênio

Em contribuição a mobilização solidária para apoiar os hospitais da rede pública de Manaus, a Philco do Brasil decidiu doar 100% de seu estoque atual de oxigênio, utilizado para a fabricação das linhas de ar-condicionado da empresa, ao Governo do Amazonas.

São 608 mil litros de oxigênio disponíveis para que a Secretária de Saúde possa reabastecer os cilindros das unidades de atendimento, onde as pessoas em tratamento da Covid-19 estão internadas. A Philco acredita que o momento é de total solidariedade para a recuperação dos pacientes, assim como a proteção dos profissionais que estão na linha de frente do combate ao coronavírus.

Empresa de energia transportará oxigênio para hospitais

A Eneva, empresa de energia que atua nas Regiões Norte e Nordeste, vai ceder 16 carretas criogênicas para o transporte de oxigênio aos hospitais do Estado do Amazonas. A oferta foi feita através de uma carta enviada ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello e ao governador do Amazonas, Wilson Lima, e será executada em conjunto com seus fornecedores e parceiros. As carretas, originalmente projetadas para transportar Gás Natural Liquefeito (GNL), serão adaptadas e higienizadas para fazer o transporte de oxigênio hospitalar.

A Eneva é responsável pelo projeto integrado Azulão-Jaguatirica II, que vai produzir gás natural na Bacia do Amazonas, em Silves (AM), para abastecer a usina termelétrica Jaguatirica II, em Boa Vista (RR). Com investimento de R﹩ 1,8 bilhão, o projeto vai atender 70% do consumo de energia elétrica de Roraima, o que permitirá o desligamento da atual usina movida a geração a diesel, com consequente redução de custos de geração e de emissões.

Com Assessorias

In the news
Leia Mais