Como falar de sentimentos em tempos de pandemia?

Rodas de conversas virtuais sobre saúde mental são destaque da Agenda Positiva da semana. Veja ainda outras atividades gratuitas

Redação

Ansiedade, medo, tristeza e cansaço… Esses são alguns dos principais sentimentos despertados nas pessoas pela pandemia de coronavírus. E quando falamos em pacientes com câncer, esses, que já são sentimentos muito comuns após o diagnóstico, ficam ainda mais intensos, para eles e para seus familiares, que, embora de forma diferente, também convivem com a doença.

Para ajudar estes dois públicos a passarem por esse momento tão desafiador de pandemia de uma forma mais leve e “acompanhados”, o Instituto Oncoguia, ONG de informação, apoio e defesa de direitos dos pacientes, criou o projeto “Rodas de Conversas – Falando sobre sentimentos em tempos de coronavírus”.

As rodas são encontros on-line e gratuitos, realizados às quintas-feiras, das 16h30 às 18h30, para que as pessoas inscritas possam conversar, refletir e desabafar com psico-oncologistas membros do Comitê de Saúde Emocional do Oncoguia.

É um espaço para que pacientes e familiares possam trabalhar e cuidar de seus medos, preocupações e juntos possamos olhar com atenção e carinho para estas questões”, explica a fundadora e presidente do Oncoguia, a psico-oncologista Luciana Holtz. “A experiência foi tão rica e importante durante 2020, que decidimos ampliar o projeto e agora teremos espaços separados, afinal os familiares têm demandas muito únicas e agora terão uma sala só pra eles.”

A atividade acontece em duas salas separadas, uma só para pacientes e outra só para familiares. As vagas são limitadas e gratuitas. Para participar, basta inscrever-se no portal do Oncoguia. Mais informações: Canal Ligue Câncer: 0800 773 1666.

O Instituto Oncoguia é uma associação civil sem fins lucrativos fundada em 2009. Tem como missão ajudar o paciente com câncer a viver mais e melhor por meio de ações de educação, conscientização, apoio e defesa dos direitos dos pacientes.

Luto é tema da Roda de Conversa ‘Cuidando de quem cuida’ 

A “Roda de Conversa” voltada para os funcionários da Casa de Saúde Saint Roman, que promove o encontro e reflexão dos profissionais da equipe multiprofissional que vem mantendo o funcionamento e qualidade técnicas nos setores de Internação, Hospital Dia e Ambulatório, nestes tempos de pandemia, já tem programação para fevereiro.

Na sexta-feira, dia 5/2, às 14h, a psicóloga Camila Almeida abordará o tema “Luto”. Os encontros acontecem todas as sextas-feiras de fevereiro. No dia 12, o encontro será com a professora de yoga Amala Pizzolato sobre ‘Yoga e Bem-Estar’. No dia 19 enfermeira Valmira Oliveira falará sobre ‘Como manejar eventos estressantes’ e no dia 26 Almir Marcelo vai abordar Ansiedade e Síndrome de Burnout (esgotamento físico e emocional).

 

E-book ensina como fazer a transição para uma vida vegetariana e vegana

Estrogonofe de palmito é uma das receitas do ebook (Foto: Divulgação)

O meio ambiente segue em constante transformação e com ele as tendências alimentares. O movimento de escolha por refeições sem ingredientes de origem animal e que impactem cada vez menos a natureza vem ganhando adeptos. No Brasil, já são mais de 30 milhões de pessoas que se identificam como vegetarianas, quase o dobro quando comparado a 2012, segundo o pesquisa Ibope.

Ainda segundo o estudo, hoje quase um terço dos brasileiros se encaixa nesse perfil, e o número de pessoas que têm a intenção de reduzir nos próximos anos é ainda maior. Mas a transição alimentar para esse novo estilo de vida mais consciente nem sempre é fácil de realizar.

De olho nessa movimentação e com a missão de levar mais qualidade de vida às pessoas e organizações, a Sodexo Benefícios e Incentivos, por meio do programa Viver Bem e em parceria com o EscolhaVeg da ONG Mercy For Animals, lança o e-book ‘O guia vegetariano para começar’. Gratuito, o arquivo pode ser baixado na íntegra aqui. 

O conteúdo inicia mostrando o passo a passo para essa mudança, explica o conceito de vegetarianismo e veganismo, aponta as vantagens de aderir a esse tipo de alimentação e ainda traz receitas fáceis, nutritivas e livres de crueldade animal. 

A produção de carne para alimentação exige muitos recursos e gera impactos significativos à natureza, como o desperdício de recursos hídricos, recorrentes casos de desmatamentos, perda de biodiversidade, processos de erosão do solo, entre outros. Além disso, é possível ter uma boa saúde ao adotar esse estilo de vida“, conta Soraia Batista, nutricionista da Sodexo e responsável pelo Viver Bem.

Ebook gratuito esclarece sobre proteção de dados na saúde

Recém-lançado, o e-book gratuito “Saúde e proteção de dados: uma análise sobre o cenário regulatório e as mudanças trazidas pela LGPD”, traz um panorama da proteção de dados pessoais no setor da saúde, o arcabouço normativo setorial já existente, aspectos gerais e específicos da lei 13.709/18 (LGPD), contexto geral do cenário internacional e as mais importantes tendências para o setor.

O documento foi desenvolvido pela PDK Advogados, escritório de advocacia especializado em proteção de dados pessoais/segurança da informação, telecomunicações, mídia e tecnologia, Escrito em parceria com a TMT Legal Network, plataforma de troca de conhecimento no âmbito de tecnologia, mídia e telecomunicações.

Milhares de pessoas são atendidas diariamente em estabelecimentos privados e públicos em todo país, o que torna o sistema de saúde um dos mais delicados e vulneráveis no que tange ao tratamento de dados pessoais. Esse cenário se torna ainda mais evidente com a Covid-19 e o aumento crescente da telemedicina”, destaca a sócia do PDK Advogados, Margareth Kang.

Além da participação de membros do escritório PDK, o diretor de desenvolvimento setorial da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), Rodrigo Aguiar, e o Chief Technology Officer (CTO) da Future Technologies Informática, Airton Coelho Vieira, colaboraram no material que conta com o apoio da Veritas, empresa líder em proteção de dados empresariais, e da Future, especialista em segurança da informação. O e-book pode ser baixado gratuitamente em http://bit.ly/2YyphGb.

Curso gratuito de Marketing Digital para Associações de Pacientes

A Sanofi Genzyme, unidade de negócios de doenças de alta complexidade da Sanofi, em parceria com a Digital House, instituição especializada em ensino online, acaba de abrir inscrições para projeto e-lab: Novas formas de conexão nos meios digitais, iniciativa que oferece curso de Marketing Digital para Associações de Pacientes.

São 50 horas de conteúdo online gravado para auxiliar na capacitação de Associações de Pacientes ao planejar e executar campanhas de marketing na internet, de modo que as instituições e suas causas sejam representadas nos meios digitais de maneira mais efetiva e assertiva.

As inscrições podem ser feitas no site, mediante preenchimento de formulário e validação de cadastro. Os participantes precisam ter vínculo com uma associação de pacientes.

Os três módulos do curso oferecem um panorama sobre assuntos básicos e avançados de marketing digital, como Introdução ao Marketing Digital, Soluções e Ferramentas e Storytelling & Produção de Conteúdo. Todo o conteúdo é disponibilizado gravado para que seja possível que os participantes assistam onde e quando quiserem, durante o ano de 2021.

Ao final dos módulos, é oferecido um certificado da Digital House. A iniciativa reforça o posicionamento digital e o apoio da Sanofi Genzyme à formação de uma comunidade com acesso a materiais de educação e conscientização sobre as doenças. Inscrições abertas aqui.

Abertas inscrições para 30 vagas de técnico e assistente de coleta no Rio

O Grupo Fleury está com 30 vagas abertas para a posição de Técnico e Assistente de Coleta, no Rio de Janeiro. O processo acontecerá pela Taqe – plataforma de recrutamento e seleção digital que usa inteligência de dados, teste de fit cultural e gamificação.

Para participar, é necessário ter ensino Técnico completo (Técnico em Patologia Clínica / Técnico de Laboratório / Técnico de Enfermagem/Técnico de Análises Clínicas), desejável vivência com coleta infantil e de idosos, experiência em teste do pezinho e curva glicêmica, além de conhecimentos de coleta utilizando os recursos de scalp e vácuo.

Durante o processo, os participantes encontrarão um quiz que irá testar diversos tipos de conhecimentos, além das habilidades técnicas e comportamentais, traçando assim o perfil profissional de cada candidato e vendo qual mais se adequa a cultura do Grupo Fleury. Para concorrer é preciso ter disponibilidade para trabalhar 220 horas mensais, com uma folga semanal. Os interessados devem acessar o link.

Série de lives semanais aborda doenças raras no Brasil

O termo “doenças raras” tem sido utilizado como um descritor biomédico para um conjunto de condições que ocorrem em baixa frequência na população. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as doenças raras, de agentes causadores diversos, afetam 65 pessoas em cada 100.000 indivíduos. A OMS estima que entre 3% e 6% da população mundial tem alguma doença rara.

Neste mês de fevereiro, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) iniciou uma série de transmissões online em homenagem ao mês das Pessoas com Doenças Raras. Os diálogos serão sempre às quartas-feiras, às 15h, pelas redes sociais do ministério, marcando o mês em que se se celebra o Dia Mundial das Doenças Raras, este ano lembrado em 28 de fevereiro.

Organizadas pela Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNDPD), do MMFDH, as lives trazem assuntos como O que são Doenças Raras no Brasil e no Mundo (dia 3/3), Avanços e Desafios dos Raros no Brasil (dia 10/2), Políticas Públicas para Pessoas com Doenças Raras (dia 17/2) e Vulnerabilidade e Invisibilidade das Pessoas com Doenças Raras e Direitos Humanos (dia 24/2).

O Dia Mundial de Doenças Raras é comemorado, em 70 países, entre os quais, o Brasil. A cada ano, ações são realizadas com o objetivo de sensibilizar a população, órgãos de saúde pública, médicos e especialistas em saúde para todos os tipos de doenças raras existentes e a dificuldade que seus portadores enfrentam para conseguir um tratamento adequado ou a cura.  

Com Assessorias

In the news
Leia Mais