Como mudar vidas no sertão nordestino à distância

Comovida pela miséria no interior dos estados de Alagoas, Pernambuco e Ceará, empresária reuniu amigos e projeto hoje beneficia 75 mil pessoas

Redação
Empresária Alcione de Albanesi criou projeto que hoje beneficia 75 mil pessoas (Foto: Divulgação)

Em mais uma matéria da série em homenagem ao Dia do Voluntariado (28 de agosto), ViDA & Ação destaca o trabalho da ong Amigos do Bem, que atua em diversas áreas para promover a inclusão social e romper o ciclo de miséria no sertão nordestino. Com o lema “Se não posso fazer tudo que devo, devo, ao menos, fazer tudo o que posso”, a instituição nasceu em 1993 com a iniciativa de um grupo de amigos de São Paulo liderados pela empresária Alcione Albanesi. Comovidos pela situação de miséria no sertão nordestino, eles se mobilizaram para ajudar a região.

Em mais de 25 anos de trajetória, cerca de 1,5 milhão de pessoas foram atendidas por meio de projetos de educação, trabalho e renda, acesso à saúde, água e moradia. Hoje, 75 mil pessoas são atendidas todos os meses, em 130 povoados do sertão de Alagoas, Pernambuco e Ceará. Além disso, já foram construídos quatro Centros de Transformação, onde mais de 10 mil crianças e jovens participam diariamente de atividades educativas e culturais. Eles têm reforço escolar, atividades extracurriculares, como aulas de inglês, e também cursos profissionalizantes de culinária, cabeleireiro, informática e manicure. Também são oferecidas bolsas de estudo em instituições de ensino superior da região.

Atendemos 75 mil pessoas todos os meses. Sabemos que só mudaremos este cenário de miséria com educação e trabalho. Com as oficinas de costura, geramos oportunidade para mais de 200 mulheres do sertão. Usar as ecobags que são vendidas é saber que mais uma mulher conseguiu trabalho e sustento para seus filhos e sua família”, afirma Alcione Albanesi, presidente e fundadora da instituição .

Outros números importantes da Instituição

•  1,5 milhão de pessoas beneficiadas ao longo dos 25 anos de atuação;

•  75 mil pessoas atendidas todos os meses;

•  130 povoados atendidos no sertão de Alagoas, Pernambuco e Ceará;

•  10 mil crianças e jovens nos 4 Centros de Transformação;

• 180 mil refeições servidas todo mês para as crianças dos Centros de Transformação;

•  1.000 postos de trabalho gerados no sertão (Plantações, Fábrica de Beneficiamento de Castanha de Caju, Oficinas de Costura e Artesanato, Fábrica de Doces e Mel e Educadores e postos administrativos);

•  9.200 voluntários que dedicam mais de 325 mil horas do Bem por ano;

•  35 mil m2 de edificações construídas (centros de atendimento, entre outros);

•  112 cisternas para levar água à população;

•  34 poços artesianos perfurados;

•  Mais de 440 casas construídas;

•  Mais de 30 mil atendimentos médicos e odontológicos no último ano;

•  250 bolsas de estudo para faculdade;

•  737 milhões de litros de água distribuídos por ano.

Venda de sacolas sustentáveis

A Leroy Merlin, junto com a Amigos do Bem, iniciou parceria para a venda das sacolas sustentáveis da instituição. As ecobags custam R$ 29,90 e parte do valor é revertido para a ong. A parceria é para a venda das ecobags de patchwok, feitas a partir de retalhos recolhidos por outros apoiadores do projeto.

As sacolas são multifuncionais, produzidas nas oficinas de costura idealizadas e construídas pela instituição nos estados de Alagoas e Ceará, e têm se consolidado como uma fonte de renda para mulheres que antes não tinham a oportunidade de trabalho digno. Depois de passarem por um processo de treinamento e capacitação, elas estão aptas a buscar sua própria autonomia financeira.

Com Assessoria de Imprensa

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.