Histórias inspiradoras de mulheres que perderam peso e ganharam saúde

Administradora vira atleta e vence depressão. Mulher emagrece 15kg após diagnóstico de lúpus. Veterinária perde 10kg com exercícios em casa

Em 2017, Andreia enfrentou uma depressão e hoje ajuda outras mulheres a emagrecer (Foto: Divulgação)

Que atire a primeira pedra a mulher que nunca ficou de mal com o espelho. Em alguns casos – ou em sua maioria -, a questão não são apenas uns “quilinhos a mais”, mas um sobrepeso ou até mesmo um diagnóstico de obesidade que podem representar um perigo à saúde.

No Mês da Mulher, ViDA & Ação selecionou algumas histórias de SuperAção de mulheres que conseguiram vencer o desafio de perder peso e ganhar mais saúde e qualidade de vida. Como a administradora Andréia Tokunate (foto), que afastou a depressão com ajuda de atividades físicas, tornou-se uma fisiculturista e hoje ajuda outras mulheres voluntariamente.

Confira essas histórias inspiradoras para te animar a começar logo uma dieta equilibrada com exercícios físicos regulares, dentro da sua meta e dos seus limites, e, se possível, com ajuda de um profissional.

 

Andréia Tokutake enfrentou a depressão com treinos diários em 2017 (Foto: Divulgação)

Moradora de Ponta Grossa (Paraná), Andréia Tokutake, casada, mãe de três filhos, sofreu com a depressão em 2017, aos 40 anos. Foi quando decidiu se jogar de cabeça nos treinos, se tornando uma atleta amadora fisiculturista. “Às vezes, a gente acha que nada tem mais jeito, que, por conta da idade, é ‘tarde’ para iniciar qualquer coisa. E não é! Há três anos a minha vida mudou com o esporte, e eu quero ajudar outras pessoas a terem essa mudança também”, afirma ela.

Foi com o pensamento “se eu posso, você pode mais” que a vice-campeã sul-americana Wellness 2019 criou o projeto Você Pode Mais, a partir de seu trabalho é voluntário. A ideia surgiu após encontrar no esporte a ajuda que precisava para superar a depressão, tornando-se exemplo para pessoas que querem mudar de vida com auxílio de atividades físicas. O projeto encerrou mais uma turma no fim de dezembro e, em janeiro, uma nova turma começou com tudo o ano de 2021.

O projeto conta com uma equipe multidisciplinar, com o nutricionista João Vitor Scudalerk, do Super Dr. Saúde Integrada, e com as personal trainers Bruna Rafaella da Silva e Mariane Menon. Os profissionais acompanham o grupo de participantes por um período de três meses. Todos trabalham voluntariamente no cuidado dos participantes, que não têm custo nenhum para fazer parte do projeto.

A única coisa que digo que eles precisam ter é força de vontade e persistência. No começo, desanima ter uma nova dieta, uma rotina de treinos, mas quem está focado consegue resultados incríveis, não só fisicamente, mas também emocionalmente”, observa Andrea, hoje aos 45 anos. 

A atleta conta ainda que se envolveu no projeto muito mais do que se imagina. “Eu acabo criando um vínculo, pois várias vezes encontro com eles na academia e a gente treina junto, conversamos. Quando encerrei essa etapa, foi um festival de choro, choraram eles e eu junto. Ver a mudança na autoestima das pessoas me motiva a querer fazer sempre mais para esse projeto”, conta emocionada a fisiculturista, que tem 14,7 mil seguidores no Instagram (@andreiatokutake_) e pode ser acompanhada também pelo Facebook (Andreia Tokutake). 

Após lúpus, Camila perde 25 kg sem cirurgia

Camila antes

A carioca Camila Pedrosa de Almeida e Silva tem 33 anos, 1,62 de altura e 62 kg. Mas, até o ano passado, sua realidade e relação com o corpo era bem diferente. Ela chegou a pesar 87kg e a transformação de vida veio depois que descobriu o Lúpus, uma doença que interferiu direto em sua aparência.

Após a minha segunda gestação, precisei procurar um médico para analisar uma forte dor no braço. No início, o ortopedista pensou que poderia ser um sinal de Chikungunya, mas que era preciso confirmar no reumatologista. Foi nessa consulta que eu descobri o diagnóstico: lúpus. O meu mundo caiu e, a partir daí, comecei a perder toda a minha autoestima”, relata.

A doença fez Camila perder o cabelo e a ter uma péssima relação com o corpo. “Sempre gostei de cabelo comprido, mas o meu emocional e a baixa autoestima fez com que eu cortasse bem curtinho. Na mesma época, começou a aparecer manchas vermelhas no meu rosto e eu engordava a cada dia, como reflexo do intenso tratamento com corticoides”.  

O aumento de peso era muito confundido com gravidez, o que deixava Camila mau humorada. A sua baixa autoestima passou a afetar a sua relação com familiares e amigos. Ela sabia que precisava mudar, mas não encontrava a solução.

Camila depois

Sem ter com quem deixar os filhos, uma vizinha indicou uma plataforma de exercícios online, a Queima Diária, para ela fazer em casa. O marido a presenteou com a assinatura e Camila passou a resgatar a autoestima que havia perdido. “No início, foi difícil suportar as dores nas articulações causadas pelo lúpus. Mas, as atividades físicas e nova alimentação me ajudaram muito. No primeiro mês, perdi 7 kg e não senti mais dores”, relata.

 

 

Veterinária perde 10kg com exercícios em casa

Do interior de São Paulo, Renatha Almeida de Araújo (35), precisou dar conta da profissão, doutorado e tarefas domésticas. A rotina intensa fazia Renatha se sentir cansada, com dores nas articulações, com pouca disposição e baixa autoestima. Com 1,60m, Renatha chegou a pesar 64 kg e hoje, pesa 54 kg. A solução? 15 minutos de exercícios em casa.

Mulher em pé posando para foto
Descrição gerada automaticamente
Renatha conseguiu perder 10 kg (Foto: Divulgação)

As minhas roupas não me serviam mais, me sentia exausta e sabia que precisava mudar. Tempo nunca me sobrava, então ir para academia estava fora de cogitação. Tentei ir algumas vezes, mas a logística não era apropriada para a minha vida. Só de pensar em sair de casa, estacionar o carro, esperar uma aula na academia, esperar o outro usar o aparelho, e voltar pra casa, me demandava um tempo que eu não queria dispor. Afinal, eu já sofria por ter pouco tempo com a família e não renunciaria a isso para ir treinar”, conta.

Renatha conheceu a plataforma online de exercícios na internet e resolveu testar. “Assinei, mas fiquei com o pé atrás. Não acreditava que 15 minutos de treino iria resolver alguma coisa. Depois que eu assinei, demorei 6 meses para começar a praticar. Hoje eu percebo excelentes resultados só com os 15 minutos”, expressa ela, que sente benefícios até na disposição.

Descobri que eu não tinha disposição porque eu não me exercitava. Com esses 15 minutos diários, o meu condicionamento melhorou e agora minhas atividades do dia a dia não me cansam tanto quanto antes. Mesmo tendo 35 anos, me sinto melhor do que aos 20”, afirma a veterinária.

Ex-BBB se livra dos ‘quilinhos a mais’ da pandemia

Muita gente ganhou alguns quilinhos a mais durante a pandemia e com a ex-BBB Jaquelline não foi diferente. A loira engordou 8kgs na quarentena e há pouco mais de 1 mês, ela resolveu correr atrás do prejuízo.
Jaque começou uma dieta sem carboidratos e uma rotina de exercícios físicos. A cantora já perdeu 6kg durante as últimas semanas e continua focada.

Engordei alguns quilinhos durante a pandemia e há um mês resolvi correr atrás para perder. O verão está aí, né? Quero voltar para meu peso do início do ano, ainda faltam 2 kgs. Dei uma relaxada para aproveitar o Natal, mas já voltei com tudo nos treinos e dieta”, contou Jaque.

Com Assessorias

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

In the news
Leia Mais