Corrida virtual ajuda no tratamento de crianças e adolescentes com câncer

Veja ainda caminhada virtual para ajudar pessoas com deficiência intelectual e outros eventos gratuitos e técnicos em nossa Agenda Positiva

Redação

No dia 23 de novembro é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantojuvenil. A data foi instituída para conscientizar sobre a importância do diagnóstico precoce nos casos de câncer infantojuvenil, pois quanto mais rápido for detectado, maiores são a adesão ao tratamento e as chances de cura.

Para custear os tratamentos, o Hospital do GRAACC – referência no tratamento do câncer infantojuvenil – conta com doações e arrecadações de diversos tipos de eventos. Um deles, a tradicional corrida e caminhada, que foi adaptada para o formato virtual, está com as inscrições abertas até dia 20 de dezembro.

Ao participar da corrida, os corredores contribuem para que crianças e adolescentes possam ter todas as chances de cura do câncer com qualidade de vida, recebendo atendimento humanizado e especializados de equipes multidisciplinares e corpo clínico em nosso hospital. No GRAACC, temos índice médio de cura de 70%”, explica Tammy Allersdorfer, Superintendente de Desenvolvimento Institucional da instituição.

O GRAACC tem inúmeros pacientes beneficiados por esse tipo de arrecadação como o caso de Majoe Calil Yanagui, que aos 15 anos descobriu um câncer e passou 2 anos em tratamento no Hospital do GRAACC.

Após o tratamento e alta médica, coloquei como meta participar da Corrida do GRAACC, como forma de agradecimento por tudo e todos da instituição e, também, para ressignificar o que chamamos de superação. Ao concluir minha primeira corrida pelo GRAACC, percebi que ressignificar é uma constante, tanto que não parei mais e hoje, com 33 anos, participo de provas de meia maratona em montanhas. E é acreditando neste fluxo constante da vida que estarei virtualmente correndo pelo GRAACC com o coração transbordando amor e gratidão”, conta Majoe.

Além dos tradicionais percursos como a caminhada de 3K e as corridas de 5K e 10K, a corrida virtual traz duas novidades, as provas de 21K e 42K. Após a inscrição, o participante corre ou caminha utilizando um aplicativo de corrida ou GPS para cronometrar o tempo, comprova a realização do percurso, enviando foto ou informações pelo aplicativo da 99 Run e recebe o kit escolhido via correio, em qualquer região do Brasil.

São três opções de kits de inscrição: medalha (R﹩ 59,90); medalha e camiseta personalizada (R﹩ 99,90) ou medalha, camiseta personalizada e caneca (R﹩ 159,90). As inscrições podem ser feitas no site: funil.99run.com/99run/graacc. O Patrocínio Master é da Comexport e os outros patrocinadores são Bloomberg, doTerra e United Airlines, com apoio da AçoTubo, Bayer, Cosan, Instituto Alcoa e Novartis.

Caminhada virtual ajuda pessoas com deficiência intelectual

Em um ano marcado pela pandemia, com grandes impactos em todo o mundo, projetos voltados para inclusão das pessoas com deficiência intelectual foram fortemente afetados. Acolhimento, assistência social às famílias, educação e inclusão no mercado de trabalho são algumas das principais ações das organizações participantes desse evento. E cada um de nós pode contribuir para que esses projetos continuem existindo.

Uma forma de ajudar é colaborando com a 1ª Caminhada Virtual Best Buddies Brasil, com o objetivo de arrecadar fundos para os projetos das instituições participantes, levar mais conhecimento sobre a deficiência intelectual e propor a inclusão em todos os setores da sociedade. A iniciativa começou na última sexta-feira (13/11) e vai até o dia 13 de dezembro.

Para participar é simples, basta caminhar ou fazer alguma outra atividade física por 21 minutos. O tempo escolhido não é por acaso, mas uma referência à Síndrome de Down, causada por uma alteração genética, a trissomia do cromossomo 21.

A caminhada ou atividade física deverá ser realizada no melhor dia e horário definidos pelo participante, preferencialmente na esteira, em casa ou em um local de pouco movimento, respeitando sempre as recomendações dos órgãos de saúde.

Os participantes são convidados a fazer uma doação que será revertida às instituições e seus projetos. Além de cuidar da saúde, contribuir para a inclusão de pessoas com deficiência intelectual e muitos outros projetos, todos os que se inscreverem e colaborarem com a campanha receberão um certificado digital. Para participar basta acessar ao site: https://www.welight.io/caminhada

Leilão para ajudar projetos para proteção contra abusos na infância e adolescência

A Childhood Brasil e o Projeto Horizontes se uniram na organização de um evento online para arrecadar fundos para os projetos apoiados por cada uma das entidades. No caso da Childhood Brasil, o valor arrecadado será usado para dar continuidade às ações e aos projetos de proteção da infância e adolescência contra o abuso e a exploração sexual. Enquanto o Projeto Horizontes, apoiará 12 instituições atuantes no combate ao coronavírus e seus danos em comunidades carentes.

O Leilão de Arte Contemporânea em prol da Childhood Brasil & Horizontes será no dia 24 de novembro, às 15h, na plataforma online da Blombô (https://www.blomboleiloes.com.br/). Serão, ao todo, 140 lotes com obras de arte contemporâneas, doadas por iniciativa de artistas, galerias e profissionais da arte. O leilão conta com obras de Patricia Carparelli, Anna Maria Maiolino, Assume Vivid Astro Focus e Sonia Gomes, entre outros artistas. E todo o catálogo do leilão terá lance inicial com redução de 20% do valor de mercado, sendo o valor arrecadado convertido para as duas entidades.

Criado em meio a pandemia da Covid-19, o Projeto Horizontes surgiu a partir da articulação de artistas, galeristas e demais agentes do mercado de arte brasileiro, com o intuito de trazer alívio à crise gerada em comunidades mais vulneráveis. A iniciativa propõe, desde então, a venda de obras de arte doadas. Todo valor arrecadado é integralmente convertido para instituições como a CUFA, A Rocinha Resiste, UNEAFRO, Associação dos Povos Indígenas do Brasil e outras.

Os itens a serem leiloados serão expostos no site do leilão a partir de 16 de novembro. Qualquer pessoa pode participar do leilão. É necessário, no entanto, realizar um cadastro prévio no site da Blombô com até 24 horas antes do início do evento. Depois que o comprador tiver o cadastro validado pela plataforma da Blombô, ele receberá um número de cartela. É com esse número que a pessoa poderá realizar os lances em tempo real pelo site, por telefone ou pelo Whatsapp, além da ferramenta de lance automático da plataforma.  

Prêmio a projetos de apoio à mulheres em situação de violência

Nesta segunda-feira, dia 23 de novembro, das 19h às 21h, a revista Marie Claire, da Editora Globo, e o Instituto Avon realizam a 3ª edição do Prêmio Viva – Pela vida de todas as mulheres, com o intuito de reconhecer lideranças que desenvolvem iniciativas com o objetivo de aprimorar os esforços de apoio e suporte às mulheres vítimas de violência. A cerimônia de premiação acontecerá ao vivo da Casa Bossa, no Shopping Cidade Jardim, em São Paulo, e será transmitida nas redes sociais pelo YouTubeFacebook e LinkedIn de Marie Claire e pelo Facebook do Instituto Avon.

Além das premiações, teremos as participações de Jessica Ellen na abertura do evento, Luiza Brunet, Rafa Brites, Anielle Franco e Marina Silva na entrega dos troféus, Débora Falabella em uma performance por vídeo e MC Soffia no encerramento. Jurema Werneck, diretora da Anistia Internacional no Brasil e uma das principais vozes do movimento de mulheres negras no Brasil, e Mirtes Souza, mãe de Miguel, criança que morreu ao cair de um prédio de luxo no Recife no dia 2 de junho, serão homenageadas por suas trajetórias de vida e representatividade.

Este ano, por conta da crise do Covid-19 e o isolamento necessário para conter a transmissão do vírus – agravando a situação de mulheres que se encontraram isoladas com seus agressores – a violência contra mulher ganhou ainda mais destaque no noticiário do país. Com 15 dias de quarentena decretada pelos órgãos governamentais, o Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgou um estudo que já registrava um crescimento dos casos de feminicídio, das chamadas para 190 e do descumprimento de medidas protetivas, em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Com o cenário bastante urgente, a premiação desse ano teve um olhar especial para projetos que apresentaram ações centradas ao atendimento de mulheres que estava em situação de violência durante a pandemia. Serão premiadas oito categorias, que foram avaliadas por um júri composto por nomes atuantes na causa do enfrentamento da violência contra mulheres e meninas, e também por meio de votação popular, que aconteceu de outubro a novembro.

Mutirão do Diabetes em Itabuna (BA)

O diabetes é uma doença metabólica crônica que, de acordo com dados da própria OMS, atinge mais de 16 milhões de brasileiros, somada a uma taxa de incidência que cresceu, nos últimos 10 anos, 61,8% no mundo todo. Se não tratada de forma correta ou quando não se tem controle dos níveis de açúcar, a quantidade excessiva de glicose no sangue pode provocar lesões em todo o corpo, incluindo olhos, rins, vasos sanguíneos, coração e nervos.

Para conscientizar a população da necessidade de cuidar da saúde e celebrar o Dia Mundial do Diabetes (14 de novembro), a Central Nacional Unimed voltou a apoiar o “Mutirão do Diabetes” de Itabuna (BA), campanha que oferece atendimento gratuito à população, com exames de retina e pé do diabético. Além do mutirão, a cooperativa organizou uma agenda especial voltada ao Dia Mundial do Diabetes, com uma semana inteira de programação online, composta de lives, podcasts e compartilhamento de conteúdo informativo elaborado por especialistas da área.

Um dos eventos especiais previstos na programação é a live “Vida Saudável com Diabetes”, marcada para 18h do dia 26 de novembro, no YouTube da Central Nacional Unimed. Com mediação do jornalista, apresentador e podcaster Fernando Rocha, o bate-papo receberá: Gláucia Ruggeri, médica especialista da Clínica Personal CNU; Rafael Andrade, oftalmologista especialista em retina do Hospital de Olhos de Itabuna; Domingos Malerbi, presidente da SBD, e Alexandre Augusto Ruschi Neto, oftalmologista.

Confira a programação completa:

23/11 – Podcast: Aprenda as diferenças entre pré-diabetes, diabetes Tipo 1 e Tipo 2

24/11 – Podcast: Complicações da diabetes

25/11 – E-book: Diabetes: a doença silenciosa

26/11, às 18h — Live: Vida Saudável com diabetes

27/11 – Podcast: Dicas de Alimentação

28/11 – Participação no Mutirão de Diabetes de Itabuna

Surdez na infância: evento gratuito reúne especialistas

Com o objetivo de promover o tema da surdez e da qualidade de vida e reabilitação auditiva em conjunto com famílias, profissionais e parceiros, o Instituto Escuta, em parceira com o grupo de orientação clínica e empresa Audição na Criança, realizará, pela primeira vez, o “Surdez e Escuta: simpósio internacional multidisciplinar sobre surdez na infância”, um evento beneficente 100% online com a participação dos principais especialistas dedicados ao tema.

O evento será realizado entre os dias 30 de novembro e 4 de dezembro e terá sua renda totalmente revertida para a realização de atividades educativas e a compra de aparelhos de amplificação sonora individual. A programação completa está disponível no site e nas redes sociais do Instituto, Instagram Facebook . A inscrição pode ser feita pelo link.

Entre os convidados, estão Lilian Flores, Licenciada em Educação Especial, Cognição e Linguagem e Doutora em Pedagogia, Maria Emilia de Melo, Speech-Language Pathologist, Audiologist, LSLS Certified Auditory Verbal Therapist, Katia de Almeida, fonoaudióloga especialista em Audiologia pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia, e as especialistas internacionais Jane Madell, audiologista certificada, speechlanguage pathologist e Listening and Spoken Language Specialist Mary Beth Goring, psicóloga e terapeuta com certificação em casais e famílias.

O Instituto Escuta oferece tratamentos para crianças com aparelhos auditivos e implantes cocleares, um dispositivo que estimula diretamente o nervo auditivo através de pequenos eletrodos que são colocados dentro da cóclea, levando estes sinais para o cérebro. Atendendo em grupos de famílias com acompanhamentos psicológicos e atividades em conjunto com os filhos, o instituto promove a qualidade de vida mental e social para os participantes na vida da criança com deficiência auditiva.

Como comunicar notícias difíceis para pacientes e familiares

No dia 26 de novembro, às 18h, a Casa de Saúde Saint Roman realizará um palestra ao vivo sobre o tema “Comunicação de notícias difíceis”. O evento contará com a participação da psiquiatra e professora assistente de saúde mental e psicologia médica da UERJ, Renata Vargens, e será coordenado pelo psiquiatra Estevão Scotti, vice-diretor clínico da CSSR.

O objetivo é compartilhar conhecimentos a respeito da comunicação de notícias difíceis e abrir espaço para diálogo sobre o tema, além de destacar como dar uma notícia negativa, por exemplo, a pacientes e familiares é tarefa importante e frequente na rotina de profissionais de saúde.

Segundo a psiquiatra Renata Vargens, muitos profissionais ainda carecem de informação e preparação suficientes para lidar com essas situações. Para ela a comunicação deve incluir o que o paciente precisa saber e ser realizada de forma apropriada, assegurando que ele compreendeu a informação e preocupando-se com sua reação.

A boa comunicação entre a equipe de saúde e o paciente pode influenciar a adesão ao tratamento e a satisfação com o atendimento realizado. Assim é necessário que o profissional de saúde se aprofunde no conhecimento técnico e estratégias de comunicação que lhe auxiliarão nestes momentos”.

A palestra será realizada pela plataforma Streamyard, com transmissão pela página do Facebook da Casa de Saúde Saint Roman. O evento é aberto ao público. Para participar, basta acessar esse link.

Eventos técnicos

Últimas novidades sobre câncer de cabeça e pescoço

O Centro Especializado em Oncologia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz promove no próximo dia 28 novembro a primeira edição do Top 10 de Cabeça e Pescoço. O evento irá discutir e avaliar as vantagens e desvantagens dos dez principais artigos científicos em oncologia de cabeça e pescoço, sendo estes randomizados e publicados nos mais importantes periódicos científicos internacionais nos últimos anos.

Entre os temas que serão debatidos estão o papel da imunoterapia no tratamento de carcinoma anaplásico da tireoide, um tipo de tumor sólido e mais agressivo, cujo estudo foi publicado este ano pela Sociedade Americana de Oncologia Clínica.

Publicações sobre novos esquemas quimioterápicos para câncer de nasofaringe e as opções de tratamentos que utilizam doses menos agressivas para o tratamento de tumores na orofaringe relacionadas ao vírus do HPV em pacientes jovens também serão abordados durante o evento científico.

O uso da cirurgia robótica para o tratamento cirúrgico de casos de câncer de cabeça e pescoço e outras inovações tecnológicas disponíveis para o tratamento oncológico também fazem parte da programação do Top 10. O formato do evento será online e voltado para médicos cirurgiões, oncologistas clínicos, otorrinolaringologistas, radioterapeutas e dentistas, que poderão interagir virtualmente durante as discussões dos trabalhos.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo link. 

Com Assessorias

In the news
Leia Mais