Desconto de até R$ 30 em viagens de táxi para quem doar sangue no Rio

Hemorio lança campanha Viagem Solidária em parceria com 99 e Uber. Doadores de sangue terão desconto de 30% para ida ou volta do hemocentro

Redação

Doar sangue é um gesto de solidariedade ainda maior em meio à pandemia de Covid-19. As medidas tomadas para reduzir o contágio pelo novo coronavírus provocaram uma baixa significativa no número de doadores de sangue em todo o país. Para tentar reverter o problema, os bancos de sangue têm lançado mão de diversas estratégias para atrair doadores. O Banco Serum, no Rio de Janeiro, por exemplo, entrega caixas de chocolate para quem comparecer ao local até dia 15 de abril.

Já o Hemorio lança a partir desta segunda (12/04) a campanha Viagem Solidária para quem quiser doar sangue. Até o dia 30 de abril, a 99 e a Uber vão oferecer até R$ 30 de descontos em duas viagens que tenham como ponto de destino ou de origem o Hemorio. Basta utilizar o código DOESANGUE99 ou UBERHEMORIOABRIL. O objetivo é facilitar a ida e volta dos doadores, evitando a exposição em ambientes externos ou aglomerações.

Garantir a segurança do doador é palavra de ordem para nós e essa campanha busca reforçar isso facilitando o caminho até o Hemorio. Espero que a população entenda sobre a necessidade de participar e salvar vidas nesse momento tão delicado para nossa cidade”, afirma o diretor geral do Hemorio, Luiz Amorim.

Esta é a segunda vez que as empresas participam da campanha para aumentar o número de pessoas interessadas em doar sangue durante a pandemia da Covid-19. Em 2020, só pela 99, mais de 5 mil corridas gratuitas foram realizadas tendo o Hemorio como destino ou origem.

Amorim ainda lembra que o Hemorio é higienizado sistematicamente e todos os colaboradores são instruídos sobre o uso correto dos EPIs, independentemente do seu setor. Além disso, o distanciamento social é aplicado rigorosamente e, para evitar aglomerações, um canal para agendamento das doações foi criado via Disque Sangue (0800-282-0708).

Queda na coleta de 3 mil bolsas de sangue em 2020

Com a diminuição dos serviços, o fechamento das empresas e a redução no número de pessoas nas ruas, o Hemorio conta mais do que nunca com o apoio da população fluminense. Em 2020 a queda nas doações chegou a 3 mil bolsas de sangue.

Com o avanço da Covid-19 e a determinação de novas restrições o número de doadores vem regredindo progressivamente, colocando o Hemorio em alerta para o desabastecimento de diversos tipos sanguíneos, principalmente os de Rh positivo (A+, B+, O+).

Em média, o Hemorio tem disponibilidade para receber até 500 doadores por dia, quantidade suficiente para atender toda a rede pública do RJ. Para uma situação regular, é necessário que o Hemorio disponha de pelo menos 300 bolsas de sangue diariamente. 

Leia mais:

Páscoa solidária: banco de sangue distribui caixas de chocolate

Doação de sangue deve ser feita antes da vacina contra a Covid-19

Bancos de sangue acendem sinal vermelho durante o Carnaval

Hemorio em Casa’ vai aos condomínios

Entre as estratégias para captação de sangue durante o isolamento está a realização da ação “Hemorio em Casa”. Equipes do Instituto instalam toda a estrutura para coleta das bolsas de sangue nos salões de festa de condomínios com pelo menos 500 moradores em idade adequada para doar. É fundamental que o espaço tenha pelo menos 80m2, esteja localizado na área térrea e possua refrigeração.

 Durante a ação, o doador é orientado a aguardar em seu apartamento até o momento da coleta, quando será contatado via whatsapp ou interfone, evitando aglomerações, o uso de transportes públicos e a exposição prolongada em ambientes externos.  Os síndicos de condomínios interessados na ação e que possuam a estrutura e o número adequados de moradores podem entrar em contato com o Hemorio pelo e-mail ‪coleta.condominio@hemorio.rj.gov.br

Hemoterapia de Macaé precisa de sangue O negativo

Além do Hemorio, o estado conta com postos de coleta em diversos outros municípios que podem ser acessados pelo site. Em Macaé, o Serviço Municipal de Hemoterapia solicita o apoio da população para a regularização do estoque de sangue tipo O negativo. A equipe solicita aos doadores que tenham este tipo sanguíneo para que possam contribuir. As doações podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h, apresentando um documento pessoal e original com foto.

Além de Macaé, o banco de sangue abastece cidades como Quissamã e Conceição de Macabu. Pessoas em boas condições de saúde devem comparecer à unidade e, após uma triagem, é realizada a captação. Os profissionais que atuam na unidade estão tomando todas as medidas de segurança contra o coronavírus, e solicita aos doadores que compareçam usando máscaras.

A bióloga do Serviço de Hemoterapia, Laura Maciel, ressalta que a falta de qualquer tipo de sangue desequilibra o estoque. Por isso, é importante que doadores compareçam ao banco de sangue com regularidade. “Contamos com o apoio de todos, os que já são cadastrados renovando suas doações e os que ainda não doaram para que se tornem doadores frequentes. Este é um ato de solidariedade e que salva vidas”, frisou.  

Campanha ‘Cada Gota Conta’ – Com o apoio do Instituto Presbiteriano Mackenzie (IPM), o Mackenzie Voluntário realizará de 14 de maio a 14 de junho a ação Cada Gota Conta. A campanha deixa de ser um projeto pontual e se torna um programa institucional, estendido para todas as mantidas do Mackenzie, em todo o Brasil. As inscrições para participar vão até 20 de abril. Para se inscrever como voluntário, acesse este link: http://www.mackenzie.br/voluntario.

Quem pode doar sangue na pandemia

• É preciso ter entre 16 e 60 anos e até 69 caso já sejam doadores de sangue

• O doador deve pesar no mínimo 50 kg

• É necessário estar bem de saúde

• Quem quiser doar precisa portar um documento de identidade oficial com foto

• Não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes.

• Candidatos à doação que tiveram a COVID-19 ficam inaptos por 30 dias após a cura.

• Candidatos à doação que tiveram a forma grave da COVID-19 ficam inaptos por 1 ano após a cura.

 • Candidatos à doação que retornaram de viagem internacional, vindos de qualquer país, ficam inaptos por 30 dias a partir do dia da chegada ao Brasil.

Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. Devem portar o seu documento e um documento de identidade do responsável que assinou a autorização.

Onde doar

No Rio – O Hemorio funciona na Rua Frei Caneca 8 – Centro do Rio. Seguindo @hemorio no Instagram e no Facebook é possível contar com mais detalhes e saber como doar. Também é possível receber orientações pelo Disque Sangue de segunda a sexta-feira, exceto feriados, das 7h ‪às 17h, através do número ‪0800 282 0708.

O Banco de Sangue Serum está em novo endereço: Av. Marechal Floriano, 99, no Centro do Rio. O espaço funciona diariamente, das 7h às 18h; incluindo finais de semana e feriados, e oferece estacionamento Poeta Luiz Gama – Av. Passos, 120. É ainda possível acesso pelo Metrô – Estação Presidente Vargas e Uruguaiana ou VLT – Camerino/Rosas Negras (linha 3). Telefones: (21) 3233-5950 | WhatsApp: (21) 99829-7417

Em Macaé – O Serviço Municipal de Hemoterapia de Macaé funciona na Rua Dr. Bueno 40, Centro, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h. O telefone para contato é (22) 2796-1756.

Com Assessorias

In the news
Leia Mais