Dezinho na luta contra o Aedes aegypti

Secretaria de Saúde do Rio cria personagem infantil para envolver a população no combate ao mosquito

Rosayne Macedo
Dezinho, personagem que lembra os "10 minutos para salvar vidas", é símbolo de campanha contra mosquito no Rio (Foto: Divulgação SES-RJ)
Dezinho, personagem que lembra os "10 minutos para salvar vidas", é símbolo de campanha contra mosquito no Rio (Foto: Everton Barsan - Divulgação SES-RJ)
Dezinho, personagem que lembra os “10 minutos para salvar vidas”, é símbolo de campanha contra mosquito no Rio (Foto: Everton Barsan/SES-RJ)

Apenas dez minutos são suficientes para salvar vidas. Cuidados rápidos dentro de casa podem ajudar a afastar um minúsculo, porém, poderoso inimigo: o Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika e a chikungunya. Para incentivar a população do Rio de Janeiro a tomar as precauções necessárias, foi criado o personagem Dezinho.

“O mosquito tem um ciclo semanal. Então não custa tirar dez minutinhos, uma vez por semana, para procurar e neutralizar os focos dentro de casa. Cerca de 90% dos locais propícios para a reprodução do Aedes aegypti estão em imóveis residenciais. A prevenção ainda é a forma mais eficiente de se combater o vetor”, destaca o subsecretário estadual de Vigilância em Saúde, Alexandre Chieppe.

Dezinho, personagem que lembra os "10 minutos para salvar vidas", é símbolo de campanha contra mosquito no Rio (Foto: Divulgação SES-RJ)
Dezinho, personagem que lembra os “10 minutos para salvar vidas”, é símbolo de campanha contra mosquito no Rio (Foto: Divulgação SES-RJ)

Criado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), o personagem Dezinho tem como objetivo a mobilização da sociedade, com foco voltado para as crianças. O menino herói ganhou vida pelo traço do ilustrador e designer Luciano Freitas, da equipe da SES, e o objetivo é que possa ser utilizado por todas as prefeituras e outros órgãos que queiram promover o engajamento em ações de vigilância em Saúde.

Até o dia 10 de outubro desse ano foram notificados 9.280 casos de dengue no estado do Rio de Janeiro. Em todo o ano de 2016 foram notificados 85.283 casos suspeitos da doença no RJ. As notificações foram compiladas a partir dos dados inseridos no Sistema Nacional de Agravos de Notificação (Sinan) pelos municípios de todo o estado.

 

Na sexta-feira (27), alunos do Colégio Estadual Júlia Kubitschek, no Centro do Rio, receberam o Dezinho. Após assistirem atentos à palestra comandada pelo subsecretário de Vigilância em Saúde, Alexandre Chieppe, os alunos tiveram a certeza que voltarão com uma lição de casa especial: não deixar água parada e eliminar, por meio de atitudes simples, os focos do mosquito em suas residências.

Dezinho, personagem que lembra os "10 minutos para salvar vidas", é símbolo de campanha contra mosquito no Rio (Foto: Divulgação SES-RJ)
Dezinho, personagem que lembra os “10 minutos para salvar vidas”, é símbolo de campanha contra mosquito no Rio (Foto: Divulgação SES-RJ)

“Foi muito bom participar, aprendi coisas que não sabia sobre como eliminar o mosquito. Pudemos ter uma noção do que é preciso fazer e assim que eu chegar em casa já vou mexer nos vasos de plantas e ver se tem alguma garrafa ou pneu acumulando água”, disse Luiz Almeira, aluno do 3º ano do Ensino Médio e que ainda tirou o Dezinho para dançar.

Dezinho, personagem que lembra os "10 minutos para salvar vidas", é símbolo de campanha contra mosquito no Rio (Foto: Divulgação SES-RJ)
Dezinho, personagem que lembra os “10 minutos para salvar vidas”, é símbolo de campanha contra mosquito no Rio (Foto: Divulgação SES-RJ)

O pátio da sede da Secretaria de Estado de Saúde, no Centro do Rio, também virou palco para a conscientização contra o mosquito. Ao longo da semana, o público recebeu orientações de como eliminar os focos e materiais informativos com check list e jogos. Ainda foi possível observar, através de um microscópio, os ovos e as larvas do mosquito, e entender o ciclo de vida do Aedes aegypti.

 

Serviço:

Saiba mais sobre como combater o mosquito e informe-se sobre as doenças que ele transmite em www.riocontraoaedes.com.br ou bit.ly/dezinho. No site ainda é possível encontrar material para download, assim como tirinhas em quadrinhos com as aventuras do Dezinho e sua família, GIFs animadas e vídeos, para postar nas redes sociais e compartilhar peloWhatsapp. Tudo com dicas de como combater o mosquito no dia a dia.

Fonte: SES-RJ, com Redação

In the news
Leia Mais