Dia do Cardiologista: dicas para manter seu coração saudável

cardiologista

Hoje, 14 de agosto, é o Dia do Cardiologista! Nossa homenagem a todos os profissionais que cuidam tão bem do coração da gente!!! E para garantir um coração saudável, o cardiologista Otavio Gebara, diretor clínico do Hospital Santa Paula, explica que é preciso controlar o colesterol, inimigo número um da saúde cardiovascular. Segundo ele, os problemas cardiovasculares causados pelo colesterol começam a ser construídos na primeira infância, até os 5 anos de idade.

“O processo de depósito de gorduras nas artérias começa bem cedo. Existe uma interação entre os fatores genéticos e ambientais, mas também depende do estilo de vida, se a criança se alimenta de forma adequada ou não”, explica. Gebara esclarece que muitos fatores podem contribuir para o aumento do colesterol, como tendências genéticas ou hereditárias, obesidade e falta de atividade física. No entanto, um dos fatores mais comuns é a dieta. Cerca de 70% do excesso de colesterol LDL é produzido pelo fígado e o restante (30%) vem da ingestão de alimentos ricos em gordura.

Como o excesso de colesterol LDL não apresenta sintomas é indicado fazer exames com frequência, principalmente se a pessoa ingere muita gordura saturada, está acima do peso, é sedentário ou se tem histórico familiar de morte infarto. “Existem remédios para controlar o colesterol alto, mas só estão indicados em pessoas com alto risco, quando as mudanças no estilo de vida não conseguiram um controle adequado”, explica o médico. Reduzir o estresse, praticar exercícios físicos, manter a pressão arterial estável, o peso sob controle, e uma dieta balanceada são fundamentais para controlar o colesterol.

O especialista listou as dicas para reduzir o colesterol alto, um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares. Confira!

– Pratique exercícios físicos;
– Não fume;
– Evite o estresse;
– Coma mais frutas e vegetais;
– Dê preferência a carnes brancas, grelhadas ou assadas;
– Coma uma variedade de alimentos ricos em fibras, como aveia, pães integrais e maçãs;
– Limite a ingestão de gorduras saturadas, como gordura de derivados de leite;
– Limite os alimentos ricos em colesterol, como gema de ovo e fígado;
– Utilize derivados de leite pobres em gordura: leite desnatado, iogurte desnatado e sorvetes light;
– Evite frituras;
– Faça uma dieta com baixos níveis de gordura e colesterol.

Por Favor, Compartilhe!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

In the news
Leia Mais