Dicas úteis para as mulheres se protegerem mais

Rosayne Macedo
mulher e insegurança

 

Não basta se equilibrar no salto, dar conta das rotinas no trabalho e em casa e ainda procurar manter a doçura, mesmo em meio ao caos. Conhecidas por serem as mais cuidadosas em relação à própria saúde e também à de suas famílias, elas também se preocupam – e muito – com a segurança. E precisam, cada vez mais, se proteger. Afinal, elas costumam ser alvo fácil de bandidos, muitas vezes à luz do dia, nas ruas, lojas e até na saída do banco. No mês em homenagem às mulheres, o especialista em segurança Marcos Roberto Araújo dos Santos elaborou uma lista de cuidados que as mulheres devem ter para se proteger no seu dia a dia.

Conheça algumas mudanças no dia a dia que vão representar a proteção a sua própria vida:

– Ao contratar empregados, dê preferência àqueles que apresentam referências idôneas e que possam ser confirmadas mais facilmente.
– Evite ir às compras sozinha e prefira pagar com cartão de débito ou crédito.
– Ao retirar dinheiro do banco, guarde-o com cuidado em local discreto e não o conte em público.
– Saindo do banco, certifique-se de que não está sendo seguida.
– Evite usar joias, celular, relógio, roupas e outros objetos que possam demonstrar ser de valor.
-Evite carregar grandes quantias em dinheiro; se houver necessidade divida o dinheiro em várias partes da roupa, porém, evite bolsos traseiros para carregar carteira ou dinheiro.
– Não espere o ônibus em paradas desertas e mal iluminadas.
– No transporte público, evite viajar em ônibus ou vagões vazios.
– Em ônibus com poucos passageiros, sente-se próximo ao motorista ou cobrador.
– Ao caminhar, mantenha sua bolsa ou pasta à sua frente.
– Procure manter a bolsa ou pasta sempre firme entre o braço e o corpo, com a mão sobre o fecho e posicionada do lado da calçada.
– Ande na calçada em direção contrária ao fluxo dos carros. Assim, não será pega de surpresa.
– Oriente a família e os empregados para que não transmitam informações pelo telefone e nem comentem com estranhos sobre o que a família possui e os hábitos da casa.
– Mantenha as chaves do carro e da casa em chaveiros separados.
– Sempre suspeite dos telefonemas solicitando determinadas informações, como nome dos moradores, notícias sobre viagens, promessas de prêmios ou negócios em geral, interesses sobre os hábitos da casa, etc.

Fonte:  GRUPO GR (www.grupogr.com.br)

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.