Dificuldade no acesso a hospitais aumenta índice de mortes por Covid-19

Pesquisa sobre mortalidade por coronavírus (Imagem de Gerd Altmann por Pixabay)

Estudo do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio) mostra que a dificuldade no acesso a hospitais foi um dos fatores que contribuíram para o grande índice de mortes de pacientes com Covid-19 em 2020. As regiões Norte e Nordeste foram as que tiveram o maior número de mortes hospitalares: quase 50% dos internados, faleceram. Na região Sudeste, a taxa foi de 34%. 

A dissertação de mestrado do aluno João Gabriel Mayrinck Gelli, do Departamento de Engenharia Industrial (DEI) do CTC-PUCRio, um alerta sobre a dificuldade de distribuição de insumos de saúde em regiões mais afastadas. Pacientes que moram em cidades mais próximas das capitais saem em direção a hospitais mais bem estruturados. Isto acontece por conta de uma baixa oferta de leitos e precariedade nos serviços de saúde das cidades mais afastadas dos grandes centros urbanos.  

A análise foi feita a partir dos casos registrados no Sistema Integrado de Vigilância Epidemiológica da Gripe (SIVEP-Gripe) no ano epidemiológico de 2020, assim como das características dos municípios. O trabalho foi defendido no dia 30 de abril, orientada pela professora Fernanda Baião (DEI/PUC-Rio) e coorientada pelo professor Fernando Bozza (Fiocruz).

“O processo de elaboração deste trabalho chamou a atenção para as disparidades no sistema de saúde nacional e para a questão do acesso. Isso foi o que me motivou a escolher o tema”, revela Gelli. A orientadora Fernanda Baião acrescenta: “O elevado índice de mortalidade hospitalar nas regiões Norte e Nordeste também está ligado à menor quantidade de leitos por 10 mil habitantes, obrigando as pessoas ao deslocamento.”

Parte dos resultados da pesquisa foi publicada em janeiro no periódico The Lancet Respiratory Medicine, no artigo “Characterisation of the first 250 000 hospital admissions for COVID-19 in Brazil: a retrospective analysis of nationwide data“.  

Por Favor, Compartilhe!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

In the news
Leia Mais