Em ‘Diário da pandemia’, advogado encara isolamento com humor e leveza

Em ‘Criando caso todo dia: o único e original diário da pandemia’ o advogado Carlos Schlesinger reúne textos produzidos durante o isolamento

Advogado Carlos Schlesinger lança ebook divertido sobre a pandemia (Foto: Divulgação)

A pandemia deixou, sem dúvida, muita gente irritada, estressada e nervosa. Nunca antes na história dos consultórios psiquiátricos e terapêuticos houve tanta procura por ajuda. Mas nem todo mundo reagiu assim. Para o advogado carioca Carlos Schlesinger, de 67 anos, a rotina imposta pelo isolamento compulsório foi um motivo a mais para rir de suas próprias agruras em meio à agonia e ansiedade típicas do período.

Em seu livro digital ‘Criando caso todo dia: o único e original diário da pandemia’, Schlesinger enfrenta as desventuras do confinamento e registrando em primeira pessoa – com muito bom humor – suas emoções e tensões, mas também descobertas e reflexões do cotidiano pandêmico.

O advogado e agora também autor decanta a rotina do isolamento em anedóticas anotações que expressam problemas mais prosaicos, como a rebelião da air fryer ou a arqueologia doméstica em busca de objetos sumidos. Está tudo lá em seu fiel confidente, porto seguro contra a insanidade em um período tão difícil e confuso.

No e-book, é possível testemunhar os divertidos altos e baixos na relação do criador com a criatura ‘Querido Diário’, carinhosamente chamado de QD quando estavam de bem, e meio escanteado quando o desânimo batia à porta do seu palácio, dividido em zonas imaginárias: Kuarto, Varandah, Ariah, Cozigna.

Advogado Carlos Schlesinger lança ebook divertido sobre a pandemia (Foto: Divulgação)

Um reino nem tão solitário. Ao longo dos meses, os devaneios do autor tiveram a companhia e as curtidas de seguidores na rede social onde compartilhou seus desabafos sarcásticos cheios de referências musicais, literárias, gastronômicas, futebolísticas e cinematográficas. “Delírios!”, corrige o escriba.

“Originados dos ócios de fins de tarde, antes ocupadas. Da disciplina que me impus para criar casos todo dia (quase) e jogar para cima um mundo que desabava sem controle. Resolvi brincar de Atlas”, conta o advogado.

No prefácio, o jornalista e escritor Joaquim Ferreira dos Santos define bem o espírito da obra: “Um dia vocês vão rir disso tudo, mas Carlos Schlesinger foi mais rápido – ele já está rindo. Doutor em anedota, Código Civil e champanhota, ele escreveu este diário em que revela angústia e frouxos de riso sob a máscara negra em que escondemos o queixo.”

“Sei que meu você me entendeu

Sei também que não vai se importar

Se meu mundo caiu

Eu que aprenda a levantar”.

Certo, Maysa, eu aprendo a me levantar, mas quem caiu hoje foi a minha pia da cozinha. Só o que faltava, ter que lavar as raras alfaces no tanque de lavar roupa. Esse vírus é destruidor de casas, e falo muito sério: minhas perdas até agora foram uma Airfryer, um termômetro, um abridor de latas e uma pia. Coisa do capeta. Tenho informações de uma cama daquelas que se move mesmo sem o casal namorar, emperrada quase em noventa graus.”

Sobre o autor

Carlos R. Schlesinger é advogado, com pós-graduação em Ciência Política, com monografia ‘Anarquismo e anarquistas, uma holografia política’, flamenguista, curioso profissional, presidente da Comissão de Direitos Humanos do Instituto dos Advogados Brasileiros e da Associação Nacional de Advogados e Juristas Brasil-Israel.

É organizador do livro ‘Chuva Miúda’, coletânea de crônicas da jornalista, advogada e escritora Flora Machman (Garamond, 2011). Quando menino queria ser Presidente da República, escritor e advogado, como seu ídolo Perry Mason.

SERVIÇO

Livro: Criando caso todo dia: o único e original diário da pandemia
Autor: Carlos R. Schlesinger
Páginas: 189
Como adquirir: Amazon

Por Favor, Compartilhe!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

In the news
Leia Mais