Ex-jogador do Vasco: das ruas para uma clínica para dependentes

Rosayne Macedo
Com Junior Tomé, da Pelada Rubro Negra, e Leonardo, que jogou com ele no CRB (Foto: Divulgação)
Com Junior Tomé, da Pelada Rubro Negra, e Leonardo, que jogou com ele no CRB (Foto: Divulgação)
Depois de viver sob marquises, pontes e até dentro de um cemitério, Valdiram, ex-jogador do Vasco da Gama, foi resgatado das ruas e agora está internado numa clínica para dependentes químicos no Rio de Janeiro. Aos 35 anos, ele sonha em voltar para os campos de futebol.  O  ex-jogador foi encontrado no início de fevereiro pelo jornal ‘Extra’ morando na rua em Bonsucesso e está internado  desde o dia 9 de fevereiro na Clínica Jorge Jaber para se tratar de alcoolismo e outras  drogas ilícitas.
Veja a entrevista de Valdiram no Canal do Youtube do VIDA & Ação.
https://www.youtube.com/watch?v=4I4Gf2xBVO0
A solidariedade é o que move a ajuda a ex-jogadores de futebol que enfrentam a doença. O clube interferiu e conseguiu a internação gratuita. O artilheiro passou por exames clínicos no HSE, antes de ser transferido. Em média, uma internação para tratar alcoolismo e drogas é de três meses. 
Para ajudar Valdiram, José Pinto Monteiro e Alexandre Milagres, da diretoria do Vasco, conseguiram apoio da clínica através de Fabio Justino e Junior Tomé, da Pelada Rubro Negra. O pai de Júnior é terapeuta-chefe na clínica. Nesta sexta-feira, dia 2 de março, Valdiram recebeu a visita de Júnior, da Pelada Rubro-Negra, e de Leonardo, que jogou com ele no CRB. A assistente social do Vasco, Iara Costa, também esteve lá.

WhatsApp Image 2018-03-02 at 14.21.03 (1)Criada pelo psiquiatra Jorge Jaber, especializado em Harvard, a Clínica Jorge Jaber é a mesma  que acolheu outro craque ano passado, o Mendonça, ex-jogador do Botafogo. O espaço é referência em tratamento de dependência química e fica em Vargem Pequena, na Zona Oeste do Rio. Oferece um espaço ao ar livre com jardins, piscinas, quadras esportivas, academia, alimentação balanceada, e tratamento com terapia cognitivo-comportamental, exercícios e remédios para dependência química, além de tratamentos com conceitos da ecologia e arteterapia.

Com Junior Tomé, da Pelada Rubro Negra, Leonardo, que jogou com ele no CRB, Iara Machado e Antonio Tomé, terapeuta chefe da Clínica Jorge Jaber (Foto: Divulgação)
Com Junior Tomé, da Pelada Rubro Negra, Leonardo, que jogou com ele no CRB, Iara Machado e Antonio Tomé, terapeuta chefe da Clínica Jorge Jaber (Foto: Divulgação)
 Fonte: Clínica Jorge Jaber, com Redação

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.