Fim da vida antecipado em meio à pandemia

Suicídio do ator Flávio Migliaccio, aos 85 anos, acende alerta para incerteza quanto ao futuro, que faz crescer casos de depressão na terceira idade

Redação

O ator Flávio Migliaccio foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (4) no sítio onde morava em Rio Bonito (RJ). Ele tinha 85 anos e era natural de São Paulo, onde nasceu no bairro do Brás, em 26 de agosto de 1934. A morte de Migliaccio foi confirmada pelo 35º Batalhão de Polícia Militar como suicídio. Migliaccio participou de mais de 30 novelas e minisséries e fez sucesso com vários personagen

Gente, quando passou a ser “jornalisticamente” permitido divulgar suicídio? Acho uma irresponsabilidade, ainda mais nesse momento. Tantos idosos sozinhos em casa…😰

A abordagem das matérias é que me assusta. Mas acho extremamente necessário falar sobre esse tema, de forma preventiva. Graças a inúmeras campanhas pela saúde mental e quebra do estigma em torno dos transtornos emocionais estamos dando visibilidade a uma questão que era empurrada para o tapete. Acho que deve ser tratado sim, mas com ética e responsabilidade. O que precisa é a imprensa parar de fazer sensacionalismo e fazer bom jornalismo, como serviço público para a população.

 

Conhece alguém que está com ansiedade, deprimido, precisando de um psicólogo por qualquer situação causada pelo corona vírus?

A LISTA PSI RJ uma rede de notícias de Psicologia do Rio de Janeiro com mais de 8000 inscritos criou um projeto para atender gratuitamente qualquer pessoa do Brasil que esteja passando por isso. Mais de 490 pessoas já foram atendidas.

Basta entrar no grupo de pacientes e seguir as instruções que são enviadas 4 vezes por dia.

O atendimento psicológico será online e gratuito, até duas sessões por pessoa. Mas é somente para situações criadas pelo Corona Vírus, por exemplo crise de ansiedade na quarentena, crise de ansiedade por medo e insegurança com o futuro, etc.

Link do grupo: https://chat.whatsapp.com/FC2a5pxg34qEKQnBshfxcg