Já pensou em ser youtuber para falar de acne?

Jovens e adolescentes já podem fazer suas inscrições para participar de concurso sobre a acne. Campanha promove a conscientização nas redes sociais e incentiva adolescentes a encarar o problema sem sofrimento

Redação
Teve início em 15 de outubro, e vai até o dia 31 deste mês, as inscrições para ser um Youtuber e participar de uma ação inovadora e atual: concurso que faz parte da campanha “De cara com a Acne. Não se esconda, encare.”, que vai selecionar um representante para o canal da Campanha, que abordará diversos temas referentes aos desafios dessa fase da vida, incluindo os cuidados com a acne. O objetivo é conscientizar jovens, adolescentes e seus familiares de que a acne é uma doença que merece cuidados.

Os interessados deverão ter entre 14 e 21 anos, ser comunicativos e enviar um vídeo-selfie, com duração de 40 a 60 segundos, sobre o tema acne. O escolhido, além de ser remunerado, ganhará visibilidade no canal da Campanha com ampla divulgação nas redes sociais. A organização da ação entrará em contato com os 10 finalistas, entre os dias 1 e 8 de novembro, para comunicar a seleção e a programação para a premiação.

Para intensificar a divulgação entre o público-alvo, foi lançado o primeiro vídeo da dupla de youtubers, que são apoiadores da campanha, Lukas Marques e Daniel Molo, do canal Você Sabia?, que possui mais de 28 milhões de seguidores. No vídeo, os influenciadores, que também já tiveram acne, explicam as causas e os sinais da doença, e alertam sobre a importância de consultar um médico dermatologista para fazer o tratamento de forma séria e correta, a fim de evitar manchas e cicatrizes. Eles também dão dicas de como participar da Campanha “De cara com a Acne” e ser um youtuber. O vídeo está disponível no link www.youtube.com/watch?v=6vS3E3-8TGY .

Nas redes sociais, a campanha tem como embaixador o ator Leonardo Miggiorin, que há 18 anos ficou nacionalmente conhecido, quando ainda era um adolescente com muita acne, ao interpretar o papel do tímido Zezinho, na minissérie Presença de Anita. “Estou muito honrado por fazer parte desta Campanha, porque literalmente senti na pele os danos que a acne pode causar. A adolescência passa, mas a acne pode deixar marcas físicas e emocionais. Não vamos deixar a acne nem o bullying marcarem nossos jovens. O bullying tem que acabar e a acne tem tratamento com o dermatologista”, comenta Leonardo.

Por meio do site www.decaracomaacne.com.br o público terá informações sobre a acne e orientações para procurar o médico dermatologista e seguir corretamente o tratamento. A campanha tem o apoio da FQM Melora que conta com as marcas Duo Retix®, uma linha completa com formulações únicas para os cuidados específicos da pele oleosa e acneica e Exímia Probiac, o primeiro nutracêutico do Brasil com probióticos, vitaminas e minerais para complementar o tratamento da acne em todas as suas fases.

Informações sobre a Acne

A acne, todo mundo sabe o que é, mas a maioria das pessoas desconhece que ela é uma doença e tem tratamento. Considerada uma das principais queixas no dia a dia dos consultórios dermatológicos, pode ser detectada na infância e na fase adulta, mas são os jovens os que mais enfrentam problemas. Ela afeta 85% dos adolescentes, que podem sofrer bullying e, com isso, sentirem-se com baixa autoestima, desanimados, chegando até à depressão.

Causada por uma inflamação da pele, a acne é comum nas regiões onde o corpo apresenta mais glândulas sebáceas, como na face, costas, peito, ombros e pescoço, o que ocasiona a formação de cravos como resultado da obstrução dos folículos, de espinhas (pústulas), nódulos e cistos. As alterações hormonais próprias da adolescência, a herança genética, o estresse e a exposição excessiva ao sol, são os principais fatores que contribuem para o aumento da produção de gordura.

“Embora a acne seja uma típica doença da adolescência, relacionada com desenvolvimento de hormônios próprio dessa fase, existem precauções e tratamentos específicos, que permitem prevenir ou amenizar este problema, mantendo uma prática de vida saudável e evitando seus fatores complicadores”, declara a dermatologista, com graduação e especialização médica pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, Dra. Paula Voltarelli.

Hábitos contemporâneos nocivos à saúde como privação de sono e estresse acabam gerando um forte impacto no estímulo de hormônios da oleosidade. O tabagismo também exerce um fator de agravamento nos quadros de acne, especialmente com piora dos comedões (cravos) e da oleosidade. “Um estilo de vida adequado, com alta ingestão de água, atividade física regular, dieta balanceada, horas adequadas de sono, entre outros, garantem melhor qualidade não só do corpo, mas também da pele,” orienta a doutora.

Outro aspecto essencial no combate à acne inclui a alimentação saudável, que tem um papel primordial nessa batalha. Os cuidados com a saúde da pele também são cruciais para o tratamento e prevenção de espinhas.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.