Lazer ajuda a enfrentar os sintomas psicológicos da pandemia

Estudo em 11 países, incluindo Brasil, revela como lazer ajuda na saúde física e mental. Com apoio do Sesc. foi criado o Dia Mundial do Lazer

A pandemia de Covid-19 trouxe consigo a necessidade de distanciamento social e, com isso, o isolamento das pessoas dentro de suas próprias casas. Uma recente pesquisa realizada pela Universidade de São Paulo (USP) mostrou que o Brasil teve o maior índice de ansiedade (63%) e também o maior índice de relatos de depressão (59%).

O estudo também foi feito em outros 10 país – Bulgária, China, Cingapura, Espanha, Estados Unidos, Índia, Irlanda, Macedônia, Malásia e Turquia – para avaliar a saúde física e mental e sua relação com atividades de lazer como forma de enfrentamento da pandemia de Covid-19.

O professor Ricardo Uvinha, do Centro de Excelência em Estudos do Lazer da USP, destaca a importância das atividades associadas ao lazer em suas mais variadas possibilidades, desde que realizadas de maneira responsável e respeitadas as já conhecidas formas de prevenção.

Assegurar o usufruto do lazer para a população pode simbolizar uma importante estratégia de enfrentamento da pandemia causada pelo Covid-19, auxiliando numa necessária resiliência diante do presente momento tão adverso”, afirma o pesquisador.

Dia Mundial do Lazer

Importante prática que vem sendo utilizada para enfrentar essa situação, o lazer ganha uma data especial para ser celebrado anualmente ao redor do mundo. O Dia Mundial do Lazer é uma iniciativa da WLO – World Leisure Organization (Organização Mundial de Lazer), com coordenação do WLCE/USP (Centro de Excelência em Estudos do Lazer), em parceria com o Lagel (Laboratório de Gestão das Experiências de Lazer) e o Sesc.

O objetivo da criação de uma data global para o lazer – num momento em que a busca por modos para desfrutar o tempo livre de maneira saudável, segura e divertida nunca foi tão necessária – é destacar a sua importância para a sociedade. Nesta primeira edição, a data é comemorada nesta sexta-feira, dia 16 de abril, com o tema Lazer para uma Vida Melhor.

O Dia Mundial do Lazer colabora com a mensagem de que, ao garantir o acesso ao lazer, pode-se auxiliar na esperança por dias melhores como estratégia de redução da ansiedade e de fatores de depressão, buscando uma melhor saúde física e mental influenciando assim decisivamente no bem-estar e na qualidade de vida da população”, completa o Prof. Uvinha.

Antonio Carlos Bramante, coordenador do Laboratório de Gestão das Experiências de Lazer/GESPORTE-FEF/UnB, corrobora a linha de pensamento do Prof. Uvinha. “Nunca foi tão importante viver as experiências de lazer como nestes tempos de pandemia. A celebração do ‘Dia Mundial do Lazer’ poderá nos auxiliar a recolocar essa dimensão essencial de nossas vidas como uma prioridade”.

Mas o que significa o lazer?

A palavra lazer vem do latim “licere”, que significa “ser lícito” ou “ser permitido”. O termo pode ser definido como uma série de atividades que se pode praticar no tempo livre, ou seja, no momento em que não se está trabalhando. Como exemplos estão tarefas familiares, religiosas ou sociais, que proporcionem prazer ao praticante. Neste contexto, o indivíduo tem a oportunidade de relaxar, descansar, se distrair ou exercer alguma forma de recreação.

O lazer é fundamental para a sociedade, pois desempenha um papel essencial no desenvolvimento individual e comunitário, contribuindo para o bem viver, valorizando as relações sociais e assumindo, muitas vezes, lugar de expressão e engajamento na vida democrática”, afirma o diretor do Sesc São Paulo, Danilo Santos de Miranda.

Segundo ele, a realização do Dia Mundial do Lazer vem reforçar o lazer como um direito social e sua importância na vida cotidiana, buscando ampliar as possibilidades desta manifestação e promovendo a reflexão sobre os acessos e barreiras ainda existentes.

A professora Cristina Ortega, chefe acadêmica e operacional da World Leisure Organization (WLO), ressalta que o Dia Mundial do Lazer não poderia acontecer num momento melhor, em que o acesso ao lazer se transformou num privilégio para poucos.

Agora é a oportunidade para refletir e reconsiderar o lugar do lazer no âmbito do desenvolvimento humano, visando um futuro mais brilhante para as próximas gerações, onde a base do progresso seria garantir os direitos humanos e promover os objetivos para um desenvolvimento sustentável. Estou convencida de que com esta iniciativa, em tempos tão turbulentos e incertos, seremos capazes de inspirar e motivar as diferentes gerações em todo o mundo.”.

AGENDA POSITIVA

Destaques da programação

Atualmente, a Organização Mundial do Lazer conta com sete Centros de Excelência em Estudos do Lazer localizados pelo mundo e, a cada ano, um destes Centros ficará responsável por organizar a celebração da data. Serão realizadas diversas atividades ao redor do planeta, com ações on-line e presenciais em 20 países (sempre respeitando as orientações de segurança sanitárias locais), com o apoio de diversas instituições parceiras. No Brasil, a USP, LAGEL e o Sesc estão à frente das ações do Dia Mundial do Lazer, que terão prevalência on-line.

A programação do Dia Mundial do Lazer trará várias atividades para todos os públicos, on-line e presenciais, reunindo bate-papos, debates, encontros, lançamento de livros, webséries, documentários, oficinas, aulas, visitas virtuais, dentre outras. O público terá acesso a conteúdos e ações físico-esportivas, turísticas, manuais, artísticas e intelectuais com profissionais que destacarão a importância do lazer como um direito social e sua importância para o bem viver.

Como destaque, a WLCE/USP apresentará a Mesa Temática “Lazer Torna a Vida Melhor”, reunindo especialistas representando quatro diferentes regiões do país (Norte, Centro-Oeste, Sudeste e Sul), para refletir e discutir elementos da área do lazer em cada região, das 14h às 16h, plataforma: Google Meet.

O LAGEL por sua vez estará à frente do evento de lançamento do livro “Planejamento do Lazer e Recreação Comunitária”, num bate-papo um dos autores da obra, o Dr. John Tower (Victoria University – AUS) e o pesquisador e gestor Dr. Antônio Carlos Bramante (Laboratório de Gestão das Experiências de Lazer/GESPORTE-FEF/UnB), às 18h30, plataforma: Youtube do Sesc Sorocaba e LAGEL.

Mais informações em: www.worldleisureday.org e instagram.com/worldleisureday

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

In the news
Leia Mais