‘Linha de frente’: estudantes escrevem cartas de apoio aos profissionais de saúde

Mais de 1.600 cartas escritas a mão foram entregues em hospital de Curitiba. Projeto Histórias para Profissionais da Saúde recebe colaborações

Em meio a tanta correria, cansaço, noites sem dormir e demandas crescentes nos hospitais, os profissionais da saúde tiveram um momento de alegria e emoção. Médicos e enfermeiros dos hospitais Universitário Cajuru e Marcelino Champagnat, em Curitiba (PR), foram homenageados com mais de 1.600 cartas escritas à mão, em agradecimento por todo o esforço prestado à sociedade para salvar vidas, seja no tratamento de pacientes com Covid-19 ou no atendimento de traumas. 

As palavras cheias de amor foram escritas por crianças e adolescentes, estudantes do ensino fundamental da capital. A carta escrita por Fernando, do 7º ano, reflete a gratidão e a importância dos profissionais da saúde. “Eu escrevi a carta para agradecer a todos os médicos que estão lutando para salvar a vida das pessoas que estão internadas com Covid-19, e pela minha mãe também, que há alguns anos fez uma cirurgia para retirar um tumor da cabeça e toda a equipe do Marcelino Champagnat cuidou muito bem dela. Hoje nós somos muito gratos e admiramos o trabalho de todos”, diz. 

O médico cardiologista do Cajuru, Thiago Nasser Tummler se emocionou ao ler a carta que recebeu e falou sobre a importância de pequenos gestos de carinho em momentos difíceis como os vividos atualmente. “Ter essa homenagem das crianças enche nosso coração, conforta muito a gente. Nos sentimos no caminho certo para encarar esses tempos difíceis que a gente viveu e vem vivendo ainda, cada dia mais”, diz.

Para a técnica de enfermagem e auxiliar da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, Graziele Martins, a ação foi emocionante. “Meus olhos encheram de lágrimas. Até brinquei, não posso chorar pois está quase na hora da medicação e nós precisamos estar concentrados para isso”, conta. A entrega nos hospitais foi acompanhada por uma homenagem com música, bênção de Frei e também a presença do quinteto de sopro da Polícia Militar.

Quer escrever uma carta em homenagem aos nossos heróis?

Você gosta de histórias e quer ajudar outras pessoas? Chegou uma oportunidade para contribuir com seu otimismo e visão de mundo com aqueles que estão na frente de batalha contra a Covid-19. O projeto “Histórias para Profissionais da Saúde”, do Instituto História Viva, recebe textos com mensagens de apoio a esses trabalhadores essenciais até 31 de julho.

Podem ser poemas, contos, depoimentos ou mensagens pessoais. Ao receber o texto, a equipe do Instituto irá gravar um vídeo de cerca de 1 minuto e enviar aos funcionários e equipe médica de quatro hospitais da região de Curitiba. Quem deseja entrar para o Instituto História Viva como voluntário também pode participar da oficina “A Arte de Encantar com Histórias”, que acontece de 28 a 30 de junho, via Zoom, em duas turmas.

No minicurso, os aprendizes terão as principais noções sobre como transformar histórias de vida em contos de fada – que é a grande missão do Instituto. Em 16 anos de atuação, o Instituto já reuniu quase 4 mil voluntários para levar poesia a hospitais, lares de idosos e abrigos. Com a pandemia, foi preciso migrar para o digital, como ocorreu com todos os negócios, e os voluntários continuam a ser treinado e a colocar a mão na massa em prol de que mais precisa.

Fundado em 2005 pela gestora Roseli Bassi, o Instituto História Viva tem como objetivo maior transformar ambientes de dor e sofrimento por meio da literatura oralizada. Por meio deste trabalho, a ONG, que nasceu em Curitiba e, hoje, atua em vários estados brasileiros, tem incentivado a leitura, a educação e a cultura brasileira. Em 15 anos de existência, a entidade já formou 3.560 voluntários na arte de ouvir e contar histórias.

Seus voluntários apresentam perfis variados e são capacitados a ouvir, escrever, contar e recontar histórias clássicas, casos de vida e contos da literatura brasileira no intuito de levar alegria a indivíduos em situações de fragilidade física e emocional. A seriedade desse trabalho tem rendido premiações diversas à entidade nos segmentos de cultura, educação e ação social. Saiba mais aqui.


SERVIÇO

“Histórias para Profissionais da Saúde” – Chamada de mensagens para medicos, enfermeiros e todos os profissionais dos hospitais

Envio das sugestões de texto, com título e autoria (se souber): contato@historiaviva.org.br até 31 de julho.

OficinaA Arte de Encantar com HistóriasVia Zoom
Dias 28, 29 e 30 de junho
Turma 01 – Das 8h30 as 11h30 hrs
Turma 02 – Das 19h as 22hrs
Contribuição: R$ 150
Inscriçoes: voluntario@historiaviva.org.br

Por Favor, Compartilhe!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

In the news
Leia Mais