Lives debatem prevenção e combate às drogas

Programação na sexta-feira (26), Dia Internacional de Combate às Drogas, é destaque na Agenda Positiva da semana. Veja outras atividades gratuitas

Redação

O uso de drogas é um mal social em todo mundo e um desafio da saúde pública. O dia 26 de junho marca a data escolhida pela Organização das Nações Unidas (ONU), a partir de 1987, para o Dia Internacional de Combate às Drogas.  Este dia foi estabelecido como uma forma de estimular o debate em torno do tema e contribuir para a redução da dependência química e do tráfico ilícito de drogas. A data será marcada nesta sexta-feira (26) com uma série de lives da pesquisadora e ativista Luciana Lage, alcoolista em recuperação e voluntária do Coletivo Alcoolismo Feminino, com convidados nacionais e internacionais.

A OMS estima que o uso de álcool e outras drogas seja responsável por cerca de meio milhão de mortes todos os anos, mas esse número representa apenas uma pequena parte de todos os danos causados. Todas as substâncias trazem prejuízos e perigos potenciais que devem ser sempre considerados, independentemente de serem lícitas ou ilícitas”, explica Luciana, estudante de Pedagogia da UFF e se dedica a estudos e trabalhos sociais sobre a dependência química.

A programação acontece em cinco lives no Instagram @lucobertura. A primeira será às 11 horas com o jovem escritor francês Baptiste Mulliez (autor do livro “Fragmentos do Álcool” / Fragments d’Alcool – título original). Às 13 horas, o pediatra João Paulo Becker Lotufo, representante da Sociedade Brasileira de Pediatria nas ações de combate às drogas, e Cristiano Dias, idealizador do projeto Cuca Limpa, vão falar sobre informação e prevenção como as melhores formas de combate.

A live das 16 horas reunirá a americana Chelsie Cahoon, fundadora da marca de vestuário e lifestyle “Music Is The Drug”, e a moradora de Nova Iorque Khadi A. Olagoke, fundadora do Sober Black Girls Club, um clube exclusivo para mulheres negras que buscaram e encontraram a sobriedade. Elas vão falar sobre como ter uma vida feliz sem álcool e outras drogas.

Às 19 horas,  com o tema #Alcooltambémédroga, a psicóloga Sabrina Presman, especialista em Dependência Química e Vice-presidente da Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas, conversa com Roberto Flores, conselheiro em dependência química; e os alcoolistas em recuperação Duca Pantaleão, humorista e escritor infantil, e Grazi Santoro, idealizadora do Coletivo Alcoolismo Feminino. Encerrando a programação, às 20h15, a live vai debater se a família é um fator de proteção ou de risco ao uso de substâncias, com a psicóloga e terapeuta de família Gisele Aleluia.

Semana de prevenção a queda de idosos

Cerca de 30% dos idosos caem uma vez ano. Idosos acima de 80 anos, caem com mais frequência, e cerca de 50% dos idosos nessa faixa etária caem ao menos uma vez ao ano. Durante a pandemia, a população idosa tem se movimentado menos, o que contribui para aumentar o risco de queda. Para discutir a importância da prevenção de quedas e ensinar alguns exercícios de equilíbrio, a Universidade Cidade de S. Paulo (Unicid) promoverá nos dias 23, 24, 25, 27 e 29 de junho, a Semana de Prevenção de Quedas de Idosos. 

Coordenadora do Programa de Mestrado e Doutorado em Fisioterapia, a professora Mônica Perracini aponta que as quedas em idosos têm diversas consequências, como fraturas, risco de morte, restrição de atividades e o declínio na saúde. “Nossa preocupação se dá partir do prejuízo físico e psicológico da pessoa idosa, e também, quanto ao aumento da utilização de serviços especializados e hospitalizações”, afirma. Segundo ela, o objetivo é debater e refletir sobre essa questão, que impacta na saúde e qualidade de vida dos idosos.

A programação é gratuita, e tem por objetivo, mostrar para o público idoso e cuidadores como atividades físicas auxiliam no equilíbriosobretudo às pessoas acima de 60 anos. Na quarta-feira (24), às 15h, a comunidade em geral poderá participar de uma atividade on-line sobre Orientações e Exercícios para Prevenção de Quedas, que contará com vários professores e pesquisadores de instituições parceiras da Rede de Pesquisa Remobilize. As demais atividades serão direcionadas à comunidade acadêmica e aos interessados em temáticas relacionadas à saúde da pessoa idosa. Para participar, os interessados devem acessar o link.

Curso gratuito sobre a Ciência da Felicidade e Bem-Estar

A Universidade Positivo (UP) abriu as inscrições para a segunda turma do curso on-line e gratuito Ciência da Felicidade e Bem-estar. Ao todo, são quatro vídeo aulas, que já estão disponíveis na plataforma da UP. Os encontros são ministrados pelo professor, coordenador do curso e idealizador do Congresso Internacional da Felicidade, Gustavo Arns. “Foi uma forma de flexibilizar o conteúdo e levar conhecimento para todo o Brasil neste momento delicado”, conta Arns. A primeira edição do curso teve mais de 7 mil participantes. As inscrições podem ser realizadas pelo site materiais.up.edu.br/curso-felicidade-e-bem-estar.

De acordo com Arns, as aulas buscam explorar temas relativos à felicidade do ponto de vista da ciência, buscando compreender os conceitos, os possíveis caminhos para elevar o bem-estar e, de forma prática, explicar como tudo isso acontece no corpo humano a partir da inteligência emocional. “Estudos comprovam que pessoas felizes ficam menos doentes, vivem por mais tempo, criam filhos mais saudáveis e rendem mais no trabalho”, garante.

O programa de aulas aborda o bem-estar físico, emocional, relacional, intelectual e espiritual, além de emoções positivas, engajamento, realizações e vitalidade. “Ainda vamos discutir o que constitui uma vida boa e uma vida que vale a pena ser vivida, as raízes para compor relacionamentos mais saudáveis e, claro, intercalar com exemplos reais do momento atual e dicas para conviver neste período de pandemia”, esclarece.

Para Arns, cuidar da saúde mental reflete diretamente na saúde emocional e física. “Com tudo em equilíbrio, temos imunidade; o organismo fica mais forte para enfrentar qualquer doença”, explica. Segundo ele, para passar por esse período e melhorar a saúde mental, é essencial manter uma rotina, dormir e acordar no mesmo horário, com tempo para descanso, exercício físico e alimentação equilibrada. “Tudo isso fortalece o corpo físico, deixando-o mais forte, o que reflete na mente. Pessoas com grau mais elevado de bem-estar são mais resilientes e criativas para encontrar saídas e enfrentam com mais determinação os problemas que aparecem”, afirma.

E-book gratuito mostra tudo sobre uso de EPIs em hospitais

O Hospital Santa Cruz criou, por meio do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar – SCIH, o e-book “COVID-19 | Equipamentos e Atitudes para Proteção Individual”. Destinado a todos os profissionais envolvidos no atendimento e em contato com pacientes, o manual ensina quais EPIs são obrigatórios, quando devem ser utilizados e quais atitudes de higiene precisam ser tomadas como forma de prevenção de contágios nas diversas áreas de um hospital.

A publicação é dividida em capítulos que abordam o uso dos Equipamentos de Proteção Individual desde a recepção, estacionamento e portão de acesso, passando pelo ambulatório e pronto atendimento, até a internação, centro cirúrgico e unidades de terapias intensivas, entre outros setores.

Para permitir uma consulta rápida e facilitar a assimilação das informações, o e-book traz várias ilustrações. Esperamos que seja uma importante ferramenta frente a pandemia do novo Coronavírus (COVID-19) e que seus ensinamentos possam auxiliar, também de maneira geral, às equipes de Saúde de todo o país”, informa Maysa H. Yano Umeta, Infectologista do Hospital Santa Cruz.

Todas as recomendações do e-book “COVID-19 | Equipamentos e Atitudes para Proteção Individual” estão embasadas nas práticas atuais da Organização Mundial da Saúde – OMS. É permitido seu compartilhamento desde que citada a fonte. O download é gratuito e está disponível no site do Hospital Santa Cruz: https://www.hospitalsantacruz.com.br/epis-e-book/

Humorista cede conta no Insta para executiva negra

O humorista Oscar Filho cede sua conta no Instagram @oscarflho para a executiva negra Jandaraci Araújo, do 22 de junho (segunda), até dia 24 (quarta).

 

Jandaraci, Conselheira Emérita do Instituto Capitalismo Consciente Brasil, apresentará nos três dias assuntos como Racismo, Violência Contra Mulher, Intolerância Religiosa e muito mais. A ação faz parte do movimento, #VozesNegrasImportam encabeçado pelo grupo Desenquadradas, que desde o dia 7 de junho, tem orquestrado ocupações nas redes sociais de influenciadores brancos de vários setores com vozes negras com o intuito de ampliar seu alcance.

Eventos técnicos

Saúde pública, privada e política em pauta

Durante a pandemia do novo coronavírus, o Colégio Brasileiro de Executivos da Saúde (CBEXs) tem realizado uma série de encontros virtuais debatendo importantes temáticas do setor, com grandes lideranças do cenário nacional.  O próximo acontece nesta quarta-feira (24), às 17h30. As inscrições são gratuitas por este link.

O novo encontro virtual vai reunir o secretário de saúde do Estado de São Paulo, José Henrique Germann; a CEO da Beneficência Portuguesa de São Paulo, Denise Santos, e o deputado federal e médico Pedro Westphalen para abordarem a crise da saúde sob três óticas: do gestor público, do privado e do político.

Segurança no retorno ao trabalho

A Omint realiza nesta quarta-feira, 24/06, às 16h30, uma live sobre retorno ao trabalho com segurança para empresas e colaboradores. O encontro virtual será transmitido pelo Instagram @omint e pelo canal de YouTube da Omint e conta com a participação de Marcos Loreto, diretor médico técnico da Omint, e Mirian Dal Ben, infectologista do Hospital Sírio-Libanês.

Com base no conteúdo dos e-books desenvolvidos pela Omint, distribuídos recentemente, os especialistas debaterão sobre as boas condutas para a retomada dos expedientes presenciais, os cuidados que devem ser mantidos e reforçados com empresas e colaboradores, além de orientações e dicas de prevenção, entre outros temas. Baixe e confira os e-books em www.omint.com.br/coronavirus.

Seminário sobre alimentos seguros

Para debater o cenário atual da produção de alimentos no Brasil e no mundo, as tendências para a indústria alimentícia, os desafios e perspectivas para o setor será realizado o seminário online “Alimentos Seguros”, promovido pela AEASP – Associação de Engenheiros Agrônomos do Estado de São Paulo, com o apoio do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo – CREA-SP.. O evento, que será no dia 22 de junho (segunda-feira), das 9h às 17h, é gratuito e 100%.

O evento contará com painéis e mesas redondas com participação de lideranças do setor, representantes de instituições públicas, privadas, cooperativas e profissionais que atuam na área de alimentos. O Seminário terá início às 9h com abertura oficial feita pelo presidente da AEASP, João Sereno Lammel. As inscrições para a participação devem ser feitas em: https://forms.gle/bk4Tpmtby4UBgBBh7

Com Assessorias

In the news
Leia Mais