Geração Covid: livros abordam sentimentos infantis no confinamento

Livro de neta de Drummond e outro de contos escrito por 30 autores ajudam a entender um pouco esse universo infantil

Pesquisa da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) sobre o impacto da Covid-19 na infância brasileira é de apertar o coração. Quase 9 entre 10 pediatras têm pacientes com distúrbios de comportamento provocados pela pandemia. Os mais frequentes são casos de casos de oscilação de humor, insônia e depressão. E como entender o que se passa na cabecinha de uma criança nesses tempos tão difíceis para todos nós? Duas obras recém-lançadas nos ajudar a entender um pouco esse universo infantil.

Às vésperas de comemorar o aniversário de Carlos Drummond de Andrade, dia 31 de outubro, Regina Drummond, neta do poeta, retrata com delicadeza o distanciamento social infantil na obra “O mundo Pela Janela”, que aborda a pandemia da Covid-19 para as crianças. O vírus é citado como “monstros” que acabaram de chegar e apresenta a literatura como uma deliciosa companhia para os personagens da história para os dias solitários.

Versos rimados declamam a sensação das crianças nos últimos seis meses em O Mundo pela Janela. Verdadeiros passarinhos engaiolados dentro de casa, os pequenos descobrem na produção de Regina Drummond uma companhia libertadora para os momentos mais tediosos e solitários: a literatura.

“Então, descobri que a melhor companhia
É uma história cheia de emoção e fantasia.
Escolho um livro e, num segundo,
Abro uma janela para o mundo.”
(O mundo pela janela, pág. 14 e 15)

Ilustrada pela premiada artista plástica Thais Linhares, a obra fala da pandemia da Covid-19 de maneira sutil: o vírus é citado como monstros que acabaram de chegar. Embora se refira ao momento atual, O Mundo pela Janela não se limita, já que a sensação de tédio e a saudade dos amigos pode se repetir em diversas outras ocasiões.

‘Contos em Casa’ aborda infância confinada

Já a Editora Raiz, sensibilizada pelo enfrentamento do novo coronavírus (Covid-19), mobilizou um grupo de 15 autores no Brasil e em Portugal na criação de um projeto literário para o público infantil. O objetivo é ajudar a lidar com as emoções relacionadas ao confinamento das crianças – ou miúdos, além-mar – que vivenciam a época da pandemia.

A obra ‘Conto em Casa’ aborda com delicadeza os novos e, muitas vezes, angustiantes sentimentos vivenciados pelos pequenos isolados em casa: o super-herói agora também precisa de um troço que tapa sorrisos? E cachorro precisa de máscara? Dar as mãos pode? E beijo? Boneca precisa de álcool gel? Machucado no joelho e vela de aniversário podemos assoprar? Ai, que saudade do meu avô!

Amor, proteção, coragem, liberdade, espaço, simplicidade e humor. Tempo, melancolia, medo, solidão, vazio, tristeza e morte. As ilustrações, assinadas por Chica Batella, trazem à tona o universo infantil encerrado em espaços confinados, dentro e fora da alma. “Eu gostaria de saber, por meio do olhar desses autores que, de uma forma ou de outra convivem com crianças, como elas estavam enfrentando esse cenário tão duro”, diz Rosane Nunes, idealizadora do projeto, ao explicar a motivação para a edição da coletânea. “Queria escutar e compartilhar essas histórias”.

O lucro proveniente da comercialização do livro impresso será doado para a ONG Gamboa Ação, instituição sem fins lucrativos que incentiva o desenvolvimento humano integrado de crianças e adolescentes em estado de vulnerabilidade familiar e social. Localizada na Zona Portuária do Rio de Janeiro, a Gamboa Ação também tem enfrentado o período da pandemia, contribuindo para a mitigação do estado de carência dessas populações por meio de doações de cestas básicas: www.gamboaacao.org.br.

No mês de novembro de 2020, a Editora Raiz realizou uma série de lives com os autores no instagram. São eles: Andréa Apa, Andréa Gaspar, calí boreaz, Edhen, Gustavo da Rocha Lima, Jonatan Magella, Juliana Borel, Juva Batella, Lucas Brito Cortez, Marcela Sperandio, Margarida Azevedo, Mauricio Vieira, Mikha, Pepita Sampaio e Tatiana Kauss.

Mais sobre a neta de Drummond e sua obra

Regina Drummond, neta do poeta, já escreveu 133 livros (Foto: Divulgação)

‘O Mundo pela Janela’ é o 133º livro de Regina Drummond. Entre os lançamentos, já recebeu prêmios e destaques, entre eles o Prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro. Nascida em Minas Gerais, Regina Drummond é formada em Língua e Literatura Francesas. Atualmente mora em algum lugar entre São Paulo, no Brasil, e Munique, na Alemanha.

Trata-se de uma obra para crianças a partir dos 5 anos, em versos rimados, que fala da pandemia de um jeito sutil: as crianças estão presas em casa, tristes e sozinhas, se sentindo como passarinhos na gaiola, enquanto, lá fora, os monstros atacam sem dó. As belas ilustrações da premiada ilustradora e artista plástica Thais Linhares complementam a obra.

Regina Drummond é mineira. Mora em algum lugar entre São Paulo, no Brasil, e Munique, na Alemanha, mas vive mesmo é viajando pelo mundo afora. É pós-graduanda em Literatura Infantil e Juvenil na UCAM e fala francês, inglês e alemão. Além de ser autora de mais de 130 livros, Regina também é tradutora, mas o que ela mais gosta é de contar histórias. Sua obra já recebeu prêmios e destaques, entre eles o “Prêmio Jabuti”, da Câmara Brasileira do Livro como editora e uma indicação para o mesmo prêmio como autora; selos “Altamente Recomendável” e “Acervo Básico”, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil; além de terem sido traduzidos para outros idiomas.

Redes Sociais
Sitewww.reginadrummond.com
Instagram@reginadrummond1
Twitter@reginadrummond1
Facebookreginadrummondautora

Ficha Técnica:
Título
: O Mundo pela Janela
Autora: Regina Drummond
Ilustradora: Thais Linhares
Editora: Duna Dueto
Páginas: 16
Preço promocional de lançamento: R$ 38,00
Link de venda: https://bit.ly/3kbvkK5 e https://bit.ly/3doXKgX 

Recomendações de proteção na pandemia

Com o compromisso de disseminar orientações e informações educativas sobre os cuidados que devem ser tomados para a proteção contra a COVID-19, a Turma da Mônica se une a campanha Verificado – iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) para combater a desinformação nesta pandemia. Conteúdos ilustrativos da Mônica e seus amigos são publicados em diversos canais de comunicação e nas redes sociais – Facebook, Twitter, Instagram e outras – da ONU Brasil e da Turma da Mônica.

A campanha Juntos Contra o Coronavírus, da Mauricio de Sousa Produções, mostra engajamento nesse tema desde o início da pandemia, com as histórias dos personagens infantis aliadas à colaboração e ao desenvolvimento de ações que podem, de alguma forma, trazer benefícios para todos os cidadãos. IIustrações como a do personagem Cascão lavando as mãos viralizaram nas redes sociais.

Com o mesmo propósito – o de ajudar a salvar vidas -, a ONU, que lançou o projeto Verificado para inundar os canais de comunicação com informações confiáveis, uniu-se à Turma da Mônica para aumentar ainda mais a divulgação de conteúdos importantes e educativos para a população brasileira. “A Internet é uma influência poderosa. É importante que a ONU permaneça como uma fonte de informações importantes e confiáveis por meio da campanha do Verificado”, enfatiza Kimberly Mann, diretora do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio).


O projeto Verificado é uma iniciativa global da ONU que tem o objetivo de combater a infodemia de desinformação em meio à pandemia, compartilhar informações que salvam vidas e orientações baseadas em fatos e histórias do melhor da humanidade. O site Verificado traz uma galeria de informações verificadas e transmitidas pelas Nações Unidas. Na busca de inundar os canais de comunicação, as mensagens são baseadas em três frentes: Ciência – para salvar vidas, Solidariedade – para promover cooperação local e global, e Soluções – para defender o apoio a populações impactada. Acesse: http://www.compartilheverificado.com.br.


Com Assessorias

In the news
Leia Mais