Musa fitness ensina truque: ‘não guarde barriga para a ceia’

Sue Lasmar dá três dicas para comer sem culpa nas festas de fim de ano. Nutricionista também ensina a não desperdiçar todo o sacrifício da dieta e exercícios ao longo do ano

As tradicionais ceias de Natal – que para muitos significam um momento para reunir a família e saborear pratos tradicionais – podem ser um verdadeiro dilema para quem decidiu aderir um estilo de vida mais saudável ao longo do ano. Mas, ao contrário do que se pensa, é possível desfrutar do jantar natalino sem culpa ou grandes prejuízos. É o que garante a musa fitness Sue Lasmar, que ganhou 15 quilos após uma competição nos Estados Unidos e voltou a ganhar para aumentar o volume dos glúteos (ela é dona de um bumbum de 106 centímetros em um corpo sarado).
Sue ensina alguns truques. Além de substituições inteligentes, reprogramar a mente para esse momento é uma das estratégias fundamentais para espantar o fantasma do ganho de peso, para quem a culpa não deve ser associada ao ato de comer. “O ser humano sente prazer ao se alimentar, isso é inclusive científico. No Natal o que deve ocorrer não é uma privação de certos pratos, mas sim uma mudança de comportamento quanto ao consumo deles. É possível comer de tudo, desde que de forma moderada e consciente”, explica.

1. Comece por alimentos mais leves

A musa recomenda começar a desfrutar da ceia pelas saladas, pois diversos molhos e ingredientes natalinos estão presentes no prato, que pode inclusive ser uma substituição mais saudável à entradas como o salpicão, por exemplo. “Além disso, começar a comer por alimentos mais leves ajuda a manter a saciedade e depois disso, caso ainda sinta vontade de repetir, avalie se está realmente com fome ou está apenas com vontade de comer mais”, recomenda Sue.

2. Não “guarde barriga” para a ceia

A velha tática de passar o dia sem comer para poder abusar na ceia não é uma das melhores estratégias, pois provoca o efeito contrário ao organismo. “Ações como essas estimulam o comer por impulso, ou seja, as refeições devem ser regulares durante o dia para que no momento do jantar o consumo de alimentos não seja exagerado”, alerta.

3. Ceia sem vilões

Dietas restritivas são verdadeiras vilãs quando o assunto é manter o corpo sarado, já que estimulam o corpo a reservar calorias. “Coma porções pequenas, mas sem abrir mão de saborear os pratos que mais gosta, pois em uma alimentação saudável cabe sim uma grande variedade de alimentos desde que eles estejam na medida certa”, explica.  q

Segredo está no equilíbrio todos os dias

A nutricionista, mestre e doutoranda Nayara Massunaga Okazaki, ressalta que manter a dieta durante as festas de fim de ano é uma das principais preocupações dos seus pacientes nesta época do ano. Ela lembra que as ceias representam apenas duas refeições do mês e não deve ser encarada com medo. O segredo está no equilíbrio em todos os dias da sua vida, e não apenas em um dia.
“Épocas de muitas confraternizações são associadas a exageros, e os riscos aumentam no caso de cardápios não programados e estômago vazio antes dos eventos. Mesmo saindo um pouco do habitual, lembre-se sempre que Hábitos são conquistados ao longo de muita prática e persistência, então concentre nos objetivos e nas vitórias já conquistadas”, comenta Nayara, que preparou algumas dicas para auxiliar a passar por estes dias tão gostosos sem culpa.
– Aproveite as ceias para confraternizar com seus amigos e familiares. Esse momento tão precioso não deve ser lembrado com culpa por não poder comer algum alimento específico! Se possível,opte pelas comidas mais leves, mas a nutricionista salienta “não será uma noite que vai atrapalhar o que você conquistou ao longo do ano. O importante é ser exceção e não regra”, comenta a nutricionista. E complementa: O segredo é o equilíbrio. Se você fizer uma alimentação mais leve, com mais saladas e frutas  durante o dia, pode comer um pouco mais na ceia sem preocupação.
O prato principal também também é sempre muito esperado. As dicas são usar carnes brancas como o peru, chester, frango, tender magro e lombo, acompanhados de cereais integrais como arroz com sete grãos, tendo assim grande valor nutritivo. Enfeitar as receitas com tomate seco, castanhas, frutas naturais (abacaxi e cereja), dão um visual diferenciado e um toque especial à ceia.
– Outra dica é começar a refeição pela salada, que é rica em fibras e nutrientes e oferece saciedade.
Aperitivos como castanhas e nozes são excelentes opções para iniciar a sua noite. Essas oleaginosas, apesar de serem consideradas calóricas, são ricas em gorduras insaturadas, que são benéficas ao nosso organismo. Porém, é preciso ter atenção na quantidade ingerida.
– Nas sobremesas, a prioridade é sempre das frutas. Figos, pêssegos, uvas, entre outros, complementam a refeição de forma nutritiva, saudável e, é claro, auxiliam no equilíbrio. Mas não se culpe caso sinta vontade de consumir outra sobremesa – consuma com consciência e respeite sua saciedade para não ocorrer exageros.
Com Assessorias
Por Favor, Compartilhe!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

In the news
Leia Mais