Não é só no Outubro Rosa: projeto ajuda pacientes de câncer de mama

Hoje são distribuídos mensalmente 40 kits de prevenção ao linfedema para mulheres atendidas pelo Inca. Conheça também outras iniciativas do bem e saiba como ajudar em nosso roteiro de Boas Ações

cancer-de-mama-cura-diagnostico

O câncer de mama é o segundo tipo mais frequente de tumor cancerígeno no mundo e corresponde a 22% dos casos novos a cada ano, segundo dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer). O processo pós-cirurgia pede que a paciente evite qualquer tipo de lesão nos braços, o que pode desencadear um processo infeccioso. Para tratá-lo, é preciso uso de produtos básicos como protetor solar e repelente durante toda a recuperação. Mas alguns desses produtos não acessíveis para muitas mulheres de baixa renda.

Quando a lesão não é tratada de modo correto acontece o que os médicos chamam de linfedema que é o inchaço do braço devido ao acúmulo de líquido por conta de obstrução no sistema linfático, causando incômodo no braço, com sensação de peso e, às vezes, dor. Além disso, pode afetar as atividades no trabalho, domésticas, de lazer e a qualidade de vida.

Pensando na situação dessas mulheres a empresária Regina Jordão, CEO e fundadora do Pello Menos, rede especializada em depilação feminina a cera, criou uma iniciativa para distribuir kits de prevenção ao linfedema, com luvas para serviços domésticos, creme e afins. O custo dos itens, que soma mais de 80 reais, é financiado pela voluntária.

Hoje são distribuídos mensalmente 40 kits para mulheres que são encaminhadas ao INCAVoluntário. Dessa parceria, surgiu também a campanha “Não precisa ser só em outubro, muito menos só rosa”, que tem o objetivo de chamar a atenção das mulheres sobre o câncer de mama no Brasil e a importância da detecção precoce da doença.

Como fazer doações para a Fundação do Câncer

A partir deste mês de maio as pessoas que desejam doar para a Fundação do Câncer poderão fazer de um jeito mais fácil e prático, através da plataforma O Polen, um instituto exclusivamente online, que atua como uma facilitador e permite a realização de doações de forma segura, ágil e simples.

Para isso, basta baixar o plugin, sempre que o consumidor realizar uma   compra  em sites parceiros, terá oportunidade de escolher até   duas  instituições para ajudar, sem gastar nada a mais por isso.  Na  hora  de pagar pela compra, o aplicativo irá lembrar o   consumidor as  instituições que poderá ajudar.

Para baixar o   plugin, basta acessar  o site  www.opolen.com.br/fundacaodocancer, preencher o   cadastro e escolher as causas que deseja apoiar. O download   também pode ser realizado diretamente pela página da   Fundação  do Câncer www.cancer.org.br, clicando no ícone  “Apoie sem  gastar  nada com o Polen” disponível na parte   superior do site.

Diante do cenário do aumento de compras na Internet pesquisas mostram que 50% dos consumidores que escolhem uma causa finalizam a compra, além de fazer com que a conversão de vendas suba 30%, assim diminuindo o abandono de carrinhos em 20%.

Caminhada beneficente em favor do Inca dia 2 na Lagoa

No próximo domingo, dia 2 de junho, a Escola Americana do Rio de Janeiro (Earj), em parceria com o Club SOS, promove uma caminhada beneficente contra o câncer em volta da Lagoa Rodrigo de Freitas. A concentração acontece no Parque das Figueiras, a partir das 9h, e a caminhada terá início às 10h30.

Além de estimular a conscientização sobre o câncer – doença responsável por 12% das mortes mundiais –, a caminhada beneficente também irá arrecadar fundos que serão usados para a reforma do ambulatório de pediatria do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Cada doação de R$ 45,00 dá direito a uma camiseta exclusiva do evento, cuja estampa foi confeccionada pelos alunos da EARJ. As doações podem ser realizadas até o dia 31/05, em dinheiro, cheque ou transferência bancária nos dois campi da Escola Americana (Gávea e Barra) ou pelo e-mail mlucas@earj.com.br .

Esta é a 15ª edição da Caminhada Contra o Câncer e a meta é arrecadar 65 mil reais, batendo o recorde anterior que arrecadou 60 mil reais.

Corrida de rua arrecada recursos para projetos sociais

Este ano a Fundação Gol de Letra completa duas décadas de atividades e, como parte das ações de celebração, será realizada neste sábado, dia 25 de maio, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, a primeira corrida de rua da história da instituição. Toda a verba arrecadada será revertida para os projetos da Fundação, que ao longo de 20 anos contribuíram com a educação de mais de 15 mil crianças, adolescentes e jovens de comunidades socialmente vulneráveis, oferecendo mais oportunidades e perspectivas de vida.

Com direção da Terra Sports, apoio do Sesc RJ e patrocínio do Grupo Sada, BarraShopping e VillageMall, o evento será uma grande festa com ações especiais para todas as idades: avaliação física hi-tech, atividades de experimentação e talk shows sobre o mundo do esporte.Com percurso total de 5 km, a largada da corrida está prevista para acontecer a partir das 20h, no estacionamento do BarraShopping.

A idade mínima para participar é de 16 anos, incluindo mulheres e homens, e as inscrições devem ser feitas pelo site goldeletra.correai.com.br. Para estimular a prática de atividades físicas entre crianças e adolescentes, será realizada a corrida kids, que apresenta seis categorias, com trajetos que variam de 150 m a 1,6 km e faixa etária entre 4 e 15 anos. A corrida dos pequenos também acontece no dia 25 de maio, a partir das 17h, no BarraShopping, e as inscrições são feitas pelo site.

A retirada dos kits da corrida deve ser agendada previamente pelo site e vai ocorrer nos dias 23 e 24 de maio (área de eventos do piso SS1, no VillageMall, das 13h às 19h) e no dia 25 de maio (estacionamento do BarraShopping, das 10h às 15h). No dia da corrida, no BarraShopping, será oferecido serviço de massoterapia, e os participantes poderão aproveitar a festa de premiação, que terá DJs da Avalon Music, além de distribuição de medalhas de participação para todos os atletas e troféus para os cinco melhores tempos de percurso da corrida.

Para obter mais informações sobre a corrida acesse goldeletra.correai.com.br.

Hemorio reedita campanha Mulher + Solidária

Hemorio, órgão da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, promove nos dias 29 a 31 de maio mais uma edição da campanha Mulher + Solidária. A ação busca aumentar o número de doadores de sangue entre as mulheres, que representaram 42% dos voluntários em 2018. A meta do hemocentro coordenador do estado é ter 50% de doadoras.

Durante os dias da campanha, o salão de doadores da unidade recebe decoração especial e uma programação pensada para elas. Estão previstas esquetes teatrais sobre violência contra a mulher, aulas de artesanato, bazar solidário, aula de automaquiagem, aferição de pressão arterial, dicas de nutrição, distribuição de mudas de plantas doadas pelo projeto Replantando Vida, da Cedae, além de sorteios de kits da L’Oréal.

A atriz Marjorie Estiano é a madrinha desse ano, que contará também com a presença da cabeleireira Cleusa Cruz, a “Cleusa de Mala e Cuia”, que mobilizou a internet por conta da sua história de separação. As duas estarão no hemocentro a partir de 11h. Nos 16 anos da ação, atrizes como Cleo Pires, Luiza Brunet, Maitê Proença, Cacau Protásio, Suzy Rego, entre outras, cederam sua imagem para apoiar a causa.

A Cruz Vermelha e o Senac colaboram com a ação cedendo profissionais para aferição de pressão arterial, serviços de massoterapia, entre outros.

Para doar sangue é necessário apresentar um documento oficial de identidade com foto, ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos e estar bem de saúde. Não é necessário estar em jejum, mas o voluntário deve evitar alimentos gordurosos quatro horas antes de realizar a doação e não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes. Mulheres podem doar de três em três meses, até três vezes por ano.

Arte, preconceito e diversidade em exposição no Rio

A exposição “Assim me Vejo” montada na Casa França-Brasil, no Centro do Rio, apresenta 34 telas criadas por adolescentes entre os nove e 16 anos de idade, que tiveram como inspiração se auto retratarem por meio da pintura. A ideia foi que cada um expressasse como se sente perante a sociedade.

Além das telas, um documentário curta metragem apresenta o processo de criação e depoimentos dos adolescentes. Palestras debatem temas como “Pra que diversidade?”, “Por que arte e identidade?”, “Arte e preconceito” e oficinas divertem as crianças a partir dos cinco anos de idade.

A Casa França-Brasil, na Rua Visconde de Itaboraí, 78, no Centro, fica aberta de terça-feira a domingo, das 10 às 20 horas, com entrada franca.

Pelo país

Campanha do agasalho se inspira em personagens em quadrinhos

O frio e outras carências sociais são vilões que muitas vezes precisam de ajuda para serem combatidos. Essa narrativa faz parte da Campanha do Agasalho e Junho Solidário da Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar que, neste ano, se inspirou em personagens de história em quadrinhos para sensibilizar os públicos internos e externos a participar com doações.

Em cidades do Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país, a campanha é o Junho Solidário que estimula a doação de roupas, brinquedos, materiais de higiene e alimentos não perecíveis. No restante do País, a campanha envolve a doação de roupas, cobertores, calçados e outras peças.

A campanha é realizada entre maio e junho e cada unidade gerenciada pela Pró-Saúde no País poderá escolher a instituição beneficiada com as doações. Em São Paulo, as peças arrecadadas irão ajudar as crianças dos Centros de Educação Infantil (CEIs), sob gestão da entidade, na Zona Leste da capital paulista. No ano passado, no mesmo período, foram arrecadadas 6,3 mil peças auxiliando pessoas em todo o País.

Da Redação, com Assessorias

In the news
Leia Mais