Novembro Azul: o exame urológico pode salvar vidas

Médico explica importância da visita regular ao urologista e do exame de toque retal e PSA para verificar precocemenete problemas na próstata

Por Felipe Folco*

Lacinho azul, bigodes e o estímulo para o homem cuidar da saúde fazem parte do Novembro Azul. Certamente você já ouviu falar desse movimento que foi criado para combater o câncer de próstata no homem.  Durante todo o mês de novembro o homem é estimulado a cuidar da sua saúde, buscar um urologista e realizar exames para a prevenção da doença.

O câncer de próstata é o sexto câncer mais frequente no mundo e o segundo que mais atinge os homens levando a óbito. Por isso os médicos recomendam que os exames urológicos sejam feitos pelo menos uma vez por ano, a partir dos 45 anos de idade, como medida de prevenção.

O exame de toque retal é muito temido por alguns homens, mas é um exame totalmente seguro, indolor e profissional de extrema importância para o diagnóstico da doença.

O exame de dosagem de PSA, que é uma enzima produzida pela próstata que, quando tem mostra uma concentração  aumentada no sangue, pode indicar alguma anormalidade, também pode ser feito para confirmação de resultado.

A campanha Novembro Azul é super importante para estimular os homens a cuidarem da sua saúde, visto que eles são os que menos se preocupam em ir ao médico e os sintomas do câncer de próstata costumam surgir já com a doença em fase avançada.

Aqui você vai saber um pouco mais sobre o movimento novembro azul, como surgiu, a importância, o câncer de próstata e exames preventivos para cuidar da sua saúde.

Com o passar dos anos, o movimento conquistou cada vez mais adeptos até se tornar conhecido mundialmente. Hoje o movimento é realizado em mais de 20 países alertando os homens para o cuidado com a saúde.

Novembro Azul x Ministério da Saúde

O Ministério da saúde é um grande apoiador do movimento Novembro Azul mas tem algumas ressalvas em relação aos resultados dos exames. Como durante todo o mês de novembro, é realizada uma campanha de incentivo para que os homens realizem exames preventivos do câncer de próstata, a procura costuma ser maior por conta do alerta.

Os médicos recomendam que esses exames sejam feitos pelo menos uma vez por ano para os homens a partir dos 45 anos de idade, como medida de prevenção. Inicialmente, isso é algo bom.

Porém, muitos resultados são falso-positivos, e a realização de algumas  biópsias são desnecessárias pois nesse caso os  tumores que não viriam a se desenvolver, são diagnosticados e tratados como uma condição maligna, gerando um sofrimento desnecessário ao paciente.

Ainda assim, as autoridades e órgãos apoiam a ideia da iniciativa para lembrar os homens de prestar atenção e cuidar da sua saúde, visto que o público masculino em geral tende a dar menos atenção às consultas e exames de rotina em relação às mulheres.

Câncer de próstata no Brasil e no mundo

O câncer de próstata é o tipo de câncer que mais atinge os homens. A próstata é uma glândula masculina que fica abaixo da bexiga, à frente do reto. A próstata produz até 70% do sêmen e é indispensável para a fertilidade.

Dados mostram que o câncer de próstata é o sexto tipo de câncer mais frequente no mundo e o segundo mais mortal entre os homens. Estima-se que 1 a cada 6 homens vai desenvolver o problema. A cada 7,6 minutos, um caso desse câncer é diagnosticado e, a cada 40 minutos, um homem morre em decorrência do câncer de próstata.

Durante a doença, grande parte dos tumores costumam crescer de maneira tão lenta que levam cerca de 15 anos para atingir 1cm³. Com isso, muitos homens podem não ter nenhum sinal da doença durante a vida.

É importante que você saiba que nas fases iniciais, o câncer de próstata não causa sintomas e quando esses sintomas aparecem, cerca de 95% dos casos de câncer de próstata já estão em um estágio muito avançado causando prejuízos para a saúde do homem.

Os sintomas do câncer de próstata 

  • Vontade urgente e repentina de urinar;
  • Dificuldade e dor ao urinar;
  • Diminuição do jato da urina;
  • Sentir vontade de urinar mais frequentemente;
  • Disfunção erétil;
  • Dor ao ejacular;
  • Sangue na urina ou no esperma;
  • Fortes dores corporais e ósseas;
  • Dor no testículo;
  • Sangramento pela uretra;
  • Insuficiência renal.

Os sintomas estão sempre relacionados com a urina porque a uretra (canal que elimina o fluido) passa pela próstata.

Como prevenir?

É de muita importância para a prevenção do câncer de próstata que homens a partir dos 45 anos de idade com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, consultem um urologista. Nesta consulta ele poderá indicar o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar se há alguma alteração da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos.

Cerca de 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados somente pela alteração no toque retal.

Outra forma de prevenir é através do exame de sangue PSA (antígeno prostático específico). Além disso, poderão ser solicitados se houver suspeita de câncer de próstata, as biópsias. A partir dela são feitas a retirada de fragmentos da próstata para análise, guiadas pelo ultrassom transretal.

Como as causas do câncer de próstata envolvem muitos fatores, a prevenção deve ser feita com uma dieta balanceada, prática de atividades físicas, controle do peso, diminuição do consumo de álcool e corte do cigarro.

O câncer de próstata pode ter cura se diagnosticado de forma precoce.

‘Exame de toque’ dura apenas 2 minutos

O exame de toque é o principal meio para o diagnóstico do câncer de próstata, ele é feito através da palpação da próstata. O exame dura cerca de 2 minutos, é indolor e não é tão desconfortável como quando comparado a alguns exames ginecológicos.

Muitos homens, temem esse exame chegam a fazer piadas com ele, mas por quê? A explicação para isso é que para fazer o exame, o urologista precisa apalpar a próstata introduzindo seu dedo no reto (ânus) do paciente.

O procedimento é feito utilizando luvas descartáveis novas e lubrificante para assegurar que não haja dor ou desconforto durante a inserção do dedo indicador no reto do paciente.

O objetivo do exame quando o médico avalia a próstata através do toque, é verificar o tamanho, densidade e formato da próstata, além de verificar  se há presença de nódulos e outras anormalidades neste órgão.

* Felipe Folco é formado pela Universidade de São Paulo (USP) com especialização em Cuidados Paliativos e MBA em Gestão de Saúde. Atua como gestor na área há mais de 15 anos e é diretor médico da Cia da Consulta.

Leia mais – Especial Novembro Azul 2021:

 

Diabetes não tratada pode levar ao câncer de próstata

Planos de saúde oferecem exames de toque retal e PSA

Novembro Azul incentiva mais cuidados entre os homens

5 alimentos e 3 receitas que ajudam a prevenir o câncer

‘Semana da Saúde’ na Baixada destaca o Novembro Azul

Queda de cabelo precoce pode ser alerta para câncer de próstata?

Alerta no Novembro Azul: câncer de mama não é só ‘coisa de mulher’

Homens cuidam menos da saúde bucal que as mulheres

Novembro Azul: chegou a hora de acabar com o preconceito

Cuide do que é seu: campanha lança o ‘0800 do Homem’

Câncer de próstata: brasileiro tem mais medo de ficar impotente

Novembro Azul: não é só só sobre câncer de próstata

Por Favor, Compartilhe!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

In the news
Leia Mais