Outubro Rosa traz lançamentos de livros sobre câncer de mama

Três oncologistas atualizam livro sobre como cuidar do câncer de mama. Conheça também duas obras que reúnem casos de superação da doença

Outubro Rosa chegou e com ele o foco no câncer de mama. Além dos diversos eventos virtuais para apresentar o tema, várias publicações vêm sendo lançadas para discutir especialmente o tipo de tumor que mais ataca as mulheres, depois do câncer não melanoma – e mais recentemente também o câncer de cólo do útero.

O Instituto Vencer o Câncer acaba de lançar a segunda edição do livro “Vencer o Câncer de Mama”. A obra, coordenada pelos oncologistas Antonio Carlos Buzaid, Fernando Maluf e Débora Gagliato, aborda a doença em seus mais diversos aspectos: os tipos de tumores, os fatores de risco e o diagnóstico, a prevenção e os tratamentos existentes.

No dia 17 de outubro, o Grande Hotel Ronaldo Fraga, em São Paulo, realiza o lançamento do livro “Mais cor na vida após o câncer de mama”, que traz depoimentos de superação, além de informações para o bem-estar de mulheres que vivenciam ou vivenciaram a doença. A ação faz parte do projeto Cor na Vida Após o Câncer de Mama.

No dia 8 de outubro, o Grupo SOnHe- Sasse Oncologia e Hematologia lança o e-book Mulheres Verdadeirasproduzido a partir de depoimentos de 23 diferentes mulheres. Às 19h30 haverá uma live aberta para a população em geral no Facebook do Grupo SOnHe. A oncologista Vivian Antunes vai bater um papo com a empresária Estela Cristina de Medeiros Salvatori, uma das 23 mulheres do livro, que hoje enfrenta um câncer. O bate papo será intermediado pela jornalista da GloboNews Isabela Leite.

‘Vencer o Câncer de Mama

Segundo estimativas do Instituto Nacional de Câncer, devem ser registrados 66.280 novos casos da doença neste ano no país, onde as taxas de mortalidade continuam elevadas, muito provavelmente porque a doença ainda é diagnosticada em estádios avançados. O diagnóstico precoce e o aperfeiçoamento das formas de tratamento aumentam as chances de cura.

Embora muitos avanços tenham sido conquistados na Oncologia nas últimas décadas, ainda há mais a ser feito, com o objetivo de reduzir o impacto do câncer, seja atuando na prevenção, diagnóstico precoce, tratamento ou reabilitação de pacientes. Nesse sentido, o câncer de mama é uma situação especial, porque é o câncer sobre o qual existe maior quantidade de informações científicas, o que leva a respostas satisfatórias para grande parte das perguntas às quais os médicos precisam responder com o intuito de prevenir e tratar essa doença.

A edição revisada de “Vencer o Câncer de Mama” conta com oito novos capítulos, que complementam os 20 temas mais comuns nos consultórios médicos. Além da versão impressa,  a publicação estará disponível em formato online. O lançamento de “Vencer o Câncer de Mama – 2ª edição” ocorreu durante o 7º Seminário para pacientes e familiares sobre Câncer de Mama, realizado virtualmente no dia 1º de outubro.

O livro pretende ajudar os pacientes, familiares e amigos a se informarem mais e melhor sobre a doença. Nosso objetivo é que as pessoas tenham informação de qualidade, possam ser mais críticas e que quando estiverem em tratamento consigam questionar os médicos” , afirma o oncologista Antonio Carlos Buzaid, um dos fundadores do Instituto Vencer o Câncer.

Os capítulos, elaborados na forma de perguntas e respostas, contam com a colaboração de especialistas de renome nacional e internacional em suas respectivas áreas de atuação. Segundo os autores, este formato, aliado à linguagem clara, pretende facilitar a compreensão por parte dos leitores. “A paciente com câncer de mama não está sozinha e agora conta com um novo aliado nesta luta!”, completa o médico.

‘Mais cor na vida após o câncer de mama’

O livro “Mais cor na vida após o câncer de mama”, que será lançado em 17 de outubro, faz parte do Projeto Cor na Vida após o Câncer de Mama. a iniciativa surgiu com o objetivo de fortalecer a rede de apoio às mulheres que vivenciam o câncer de mama e para promover ações de resgate da autoestima dessas mulheres, que muitas vezes enfrentam sequelas físicas decorrentes da doença ou de seu tratamento. Entre as ações estão a micropigmentação de sobrancelhas e da auréola do mamilo.

Mais que conscientizar sobre a prevenção da doença, é preciso cuidar para que as mulheres que sobreviveram ao câncer de mama consigam retomar as suas vidas de forma plena e possam reconstruir elementos importantes para a sua saúde física e emocional”, afirma Ana Clemente, idealizadora do projeto.

Para que os profissionais de saúde estejam cada vez mais capacitados e informados para atender da melhor maneira pacientes que enfrentam o câncer de mama, a Elsevier desenvolve ferramentas exclusivas de Suporte à Decisão Clínica, como o ClinicalKey, que conta com mais de 700 artigos, imagens e testes clínicos sobre câncer de mama.

Além dele, outra solução que pode ser utilizada é o STATdx, que dá o suporte necessário aos radiologistas no momento do diagnóstico, com mais de 500 imagens e referências sobre o assunto, que são constantemente atualizados. Acesse a landing page do projeto aqui.

‘Mulheres Verdadeiras’

O que te inspira? O que te move? Quais são os seus medos e suas aflições? As respostas dessas perguntas estão no e-book Mulheres Verdadeiras. A iniciativa faz parte da campanha anual Lugar de Mulher é Onde Ela Quiser, que nesta edição tem como tema: inspirar, mover, temer, reagir, seguir… em comemoração ao Outubro Rosa. O objetivo com o livro virtual é a criação de uma rede de apoio entre mulheres.

Com ou sem câncer, essas 23 histórias de diversas mulheres podem se tornar um exemplo para outras mulheres que estão enfrentando algum problema igual ou parecido ou, ainda, que estão com os mesmos medos ou até mesmo aquelas que possuem desejos parecidos. Tudo para que possam saber que não estão sozinhas. E, com essa identificação, mostrar que, juntas, podem ir muito mais longe. É a criação de uma rede de apoio na qual uma pode ajudar a outra, até mesmo quando o assunto for um diagnóstico de câncer”, explica Renata Deeke Sasse, diretora-executiva do grupo.

Os depoimentos foram enviados pelas próprias mulheres em uma campanha realizada nas redes sociais do Grupo. As 23 primeiras histórias foram publicadas no livro virtual que recebeu ilustrações de Ana Lima, uma artista campineira, estudante de Design e Biologia, que mora na Holanda e que se inspirou nos depoimentos dessas mulheres.

Um trabalho lindo, emocionante realizado para inspirar mulheres. Para mostrar que temos problemas, temos dores e medos, mas não por sermos um sexo frágil e, sim, por sermos seres humanos e temos outras mulheres que podem nos ajudar ou nos inspirar”, afirma Renata.

Uma das autoras do livro é a médica especialista em tumores femininos, Vivian Antunes, oncologista do Grupo. “Fiz questão de escrever sobre meus medos e aflições, sobre o que me inspira e o que me move para mostrar que somos iguais, somos todas humanas e precisamos dessa rede de cuidado e amor. Ela é essencial em nossa vida”, afirma Dra. Vivian.

O e-book é gratuito e pode ser baixado no site do Grupo SOnHe www.sonhe.med.br.

Com Assessorias

In the news
Leia Mais