Agenda Positiva destaca o papel da família no cuidado pós-hospitalar

Circuito festeja 20 anos de hospital em Niterói. Roteiro semanal traz ainda audiência pública sobre amianto na Alerj, movimento Brasil Sem Parasitose em Caxias e seminário sobre esportes na FGV

Redação

DIA17

Uso de amianto será tema de audiência pública na Alerj

Muito usado para a construção de telhas e de caixas d’água, o amianto é considerado cancerígeno pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e já foi banido em cerca de 60 países.  A substância também teve sua produção, comercialização e uso proibido no Brasil pelo Supremo Tribunal Federal (STF). No Estado do Rio, a lei 3.579/01 proíbe a produção e o uso do amianto  e a lei 4.341/04 obriga as empresas do setor a custear o tratamento de saúde de seus ex-funcionários que ficaram doentes ao lidar com o produto.

No entanto, há denúncias de que o componente continua sendo utilizado na construção civil. O cumprimento das leis sobre o banimento do amianto no Brasil será tema de audiência pública no auditório da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), nesta sexta-feira (17), às 13h30. O debate será promovido pela Comissão Especial Para Acompanhar o Cumprimento das Leis da Alerj, conhecida como Cumpra-se. Participam representantes de empresas da área, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), da Vigilância Sanitária, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), do Ministério Público, da Defensoria Pública e da Associação Brasileira dos Expostos ao Amianto (Abrea).

DIA 18

Sessão de cinema para crianças com distúrbios sensoriais

Neste sábado, dia 18 de agosto, o Cinemark do Carioca Shopping terá uma sessão de cinema destinada a crianças com distúrbios sensoriais e suas famílias, a “Sessão Azul”. Com ambiente a meia luz, som mais baixo e com a participação de profissionais voluntários, a exibição tem como objetivo propiciar um momento de lazer adequado para as crianças e seus familiares. A atividade auxilia no trabalho terapêutico das crianças no processo de tratamento.

O filme a ser exibido será “Hotel Transilvânia 3”, em versão dublada. Durante a sessão, que não trará trailers comerciais, a plateia poderá andar, dançar, gritar ou cantar à vontade. Para participar da escolha do filme, basta fazer o cadastro e votar. A “Sessão Azul” acontecerá às 11h.

O papel da família no cuidado pós-hospitalar

Com o objetivo de envolver familiares e cuidadores em atividades que fazem parte da rotina de cuidados a pacientes em processo de recuperação, o Hospital Placi, em Niterói, recebe neste sábado (dia 18) o circuito “Tive Alta e Agora? O Papel da Família no Cuidado Pós-hospitalar”. As atividades, abertas ao público, integram a programação científica do evento realizado pelo Complexo Hospitalar de Niterói para comemorar os 20 anos de seu Centro de Ensino, Pesquisa e Inovação, que terá também um simpósio voltado a médicos, estudantes e profissionais de saúde. As inscrições para ambas as sessões são gratuitas.

O circuito “Tive Alta e Agora?” será aberto com uma apresentação sobre a assistência a pacientes em reabilitação e cuidados paliativos, tendo à frente o Dr. Chiesa. Na sequência, a oficina “O Outro em Mim” buscará conscientizar os participantes a partir da percepção das limitações de uma pessoa que se encontra em fase recuperação. Com uso de cadeiras de rodas, andadores, muletas e bengalas, os fisioterapeutas Lafayette Lamenza, Karla Werneck e Francesca Macedo levarão os participantes a se colocar no lugar do outro e a vivenciar na prática uma situação de dependência. 

Já a atividade de Pet Terapia, coordenada pela Dra. Anelise Fonseca, gerente médica da unidade Botafogo do Placi, juntamente com a fisioterapeuta Cândida do Espírito Santo, buscará sensibilizar o público por meio do contato com animais de estimação. Além de propiciar o exercício de habilidades como coordenação motora fina e percepção, a interação dos pacientes com os pets motiva a concentração e a socialização do indivíduo por meio da interação com os bichos.

Simultaneamente, em uma sala ao lado, a oficina “Cuidados Básicos com Gastronomia e Traqueostomia”, conduzida pelo enfermeiro Joelinton Aranha, irá simular com suporte de um boneco robô o uso de instrumentos hospitalares como sonda, seringa, gases e cânula, proporcionando aos pacientes orientações básicas para a utilização adequada desses recursos. Em seguida, uma mesa com jogos e exercícios lúdicos, coordenada pela terapeuta ocupacional Tatyane Soriano, mostrará ao público participante como esses recursos cognitivos podem estimular a memória de pacientes, motivando ainda a interação e um processo inclusivo.

Ao final do circuito, o público poderá ter contato com a Musicoterapia por meio da experimentação de instrumentos musicais. Quando aplicados em tratamentos médicos, os estímulos musicais possibilitam a reconexão com as emoções, sendo também um suporte para aproximar o paciente de suas atividades diárias, o que facilita a reinserção do paciente em seu núcleo familiar e o restabelecimento da rotina.

DIAS 20 A 22

Agosto Dourado: campanha para doação de frascos de leite

Para marcar o “Agosto Dourado”, mês de conscientização sobre a importância da amamentação, equipes do banco de leite da Maternidade Leila Diniz, na Barra da Tijuca, e das clínicas da família Bárbara Mosley de Souza e Otto Alves de Carvalho, ambas em Jacarepaguá, vão arrecadar frascos de vidro com tampa plástica a serem usados para o armazenamento do leite humano doado. As ações também têm o apoio da Coordenação da Área Programática 4.0, que abrange a área da Barra da Tijuca e Jacarepaguá,
A iniciativa é uma parceria com o BRT e acontece nos dias 20, 21 e 22, das 8h às 15h, no Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca. O material será entregue ao Banco de Leite Humano da Maternidade Leila Diniz e à Clínica da Família Bárbara Mosley de Souza.
Durante o evento haverá banners com informações sobre mitos e verdades a respeito do aleitamento materno, distribuição de folhetos com orientações, além de simulações com a utilização de bonecas e mamas de crochê para mostrar as posições mais adequadas à amamentação. O objetivo é promover as formas corretas de retirada e armazenamento do leite. As atividades serão concentradas na área próxima aos banheiros.
Além de estimular a interação, proteger e ajudar a criar vínculos entre mãe e recém-nascido,  a amamentação exclusiva até os seis meses, sem a oferta de água, previne doenças e reduz a mortalidade infantil. Além de promover a saúde da criança, diminui sintomas e riscos de doenças como pneumonia, asma, otite e diarreia. A prática também contribui para a recuperação mais rápida do peso da mãe, diminuindo a incidência de casos de câncer de mama e de ovário.
Outras atividades que a Secretaria Municipal de Saúde está realizando durante este mês em adesão ao Agosto Dourado incluem mamaços,  palestras, oficinas, seminários e atividades musicais, como as desenvolvidas pelo projeto RAP da Saúde para a sensibilização do público-alvo sobre os benefícios do aleitamento.

DIAS 21 A 23

Brasil Sem Parasitose vai atender 600 pessoas na Baixada

Depois de passar por quatro estados brasileiros, o Movimento Brasil Sem Parasitose (MSPB) chega à Baixada Fluminense. Do dia 21 a 23 de agosto, a ação social informará e orientará, gratuitamente, a população sobre tratamentos e cuidados, com objetivo de reduzir a ocorrência das doenças parasitológicas e suas consequências. O projeto, realizado pela Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG) com apoio da FQM Farma, ficará na Praça do Pacificador, Avenida Governador Leonel de Moura Brizola, s/nº, Centro, Duque de Caxias (RJ).

A partir das 8h, os médicos gastroenterologistas realizarão as orientações em uma carreta de 52 m², adaptada com três consultórios. Os atendimentos serão feitos até o término das 200 senhas por dia, que serão entregues de acordo com a ordem de chegada. Na primeira etapa, o paciente responderá um questionário sobre os padrões de saneamento básico, higiene pessoal e familiar, hábitos de vida e o histórico clínico.

Em seguida passará por uma triagem, realizada por enfermeiros e, depois do atendimento com os médicos, será direcionado para uma sala temática educativa, onde receberáorientações práticas sobre hábitos de higiene pessoal e doméstica, dadas por uma equipe de agentes de saúde.

O Movimento também apresentará à população quais são as patologias tratadas pelo médico gastroenterologista e que acometem o sistema digestório (boca, estômago, esôfago e intestinos), tais como refluxo esofágico, gastrite, úlceras, prisão de ventre, diarreias, infecções intestinais, entre outras. Em sua terceira edição, Rio de Janeiro será o quinto e último estado a receber o MBSP este ano, que já passou por Guarulhos (SP), Belo Horizonte (MG), Recife (PE), Salvador (BA) e está em Mogi das Cruzes (SP). A ação terá duração de 17 dias. Veja mais aqui.

DIA 25

Papo de Mãe fala de amamentação em Niterói

Agosto é conhecido como o mês dedicado à amamentação, e diversas ações são planejadas com o objetivo de disseminar a importância do aleitamento materno. Pensando nisso, o Complexo Hospitalar de Niterói (CHN) está apoiando o evento Papo de Mãe, promovido pela médica Christine Tamar, pneumologista infantil e coordenadora do Serviço de Pediatria do CHN, em parceria com a enfermeira Hamanda Garcia, do blog We Mães, e Larissa Távora e Cínthia Oliveira, do Grávidos, e Agora?.

O evento é gratuito, aberto para futuras mamães e será realizado das 9h às 12h. O tema principal será a amamentação, com tópicos importantes como nutrição, dúvidas frequentes sobre o aleitamento materno e os benefícios para mães e bebês. Para fazer a inscrição, basta ligar para (21) 98421-3656, as vagas são limitadas. Após o evento, as futuras mães farão uma visita guiada para conhecer a maternidade do CHN.

Esporte como ferramenta de crescimento e bem-estar

A Fundação Getulio Vargas (FGV) promove, dia 25 de agosto, no Rio de Janeiro, o VIII Seminário de Gestão Esportiva FGV/FIFA/CIES, com o objetivo de debater a essência do esporte como ferramenta de crescimento e bem-estar. A ideia é mostrar também que, apesar do setor ter se transformado em um negócio que rende bilhões de dólares por ano, ainda é instrumento para o desenvolvimento integral das pessoas, ferramenta de crescimento econômico e promoção de bem-estar social.

Na ocasião, o enviado do Vaticano, Monsenhor Melchor Sánchez de Toca y Alameda, subsecretário do Conselho Pontifício para Cultura, abordará como o esporte faz parte do desenvolvimento integral da pessoa. Sua palestra terá como base o documento “Dar o melhor de si”. É o primeiro na história da Igreja dedicado ao esporte e tem o objetivo de ajudar atletas e equipes a entenderem a relação entre dar o melhor de si no esporte e também na fé cristã.

O evento conta ainda com uma palestra sobre o contexto social da excelência no esporte e como países pequenos, como a Islândia, alcançam sucesso internacional no futebol, com Viðar Halldórsson. Ele é PhD, professor da Universidade da Islândia, Membro do Centro Islandês de Pesquisa e Análise Social e autor de diversas publicações sobre esporte.

O seminário terá também outras palestras. A embaixadora Vera Cintia Alvarez, coordenadora geral de Cooperação Esportiva do Ministério das Relações Exteriores, abordará o “Soft Power do Esporte”, a capacidade de um país influenciar outros por meio da sua cultura e valores, angariando benefícios. Paulo Wanderley, presidente do Comitê Olímpico do Brasil, e Mizael Conrado, presidente do Comitê Paraolímpico Brasileiro, vão tratar do tema Olimpismo. O termo designa uma filosofia de vida que enaltece o equilíbrio entre corpo, mente e espírito, tendo como princípios amizade, compreensão mútua, solidariedade e jogo limpo, estimulando a alegria do esforço, bons exemplos e princípios éticos universais.

Haverá ainda debate sobre responsabilidade social dos atletas, com a participação de medalhistas olímpicos como Lars Grael, Ana Moser e Flávio Canto, que fazem parte da Atletas pelo Brasil, organização sem fins lucrativos que reúne, em uma iniciativa inédita no mundo, atletas e ex-atletas de diferentes gerações e modalidades pela melhoria do esporte e por avanços sociais do país.

EM SÃO PAULO

DIA 22

A Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, de 20 a 24 de agosto, quer disseminar o conhecimento sobre a área e discutir com mais profundidade o tema.O o Instituto Apae de São Paulo va sediar este ano um Seminário de Deficiência Intelectual. O evento acontecerá n dia 22, quarta-feira, das 9h às 13h, no Auditório Joseph Safra (Rua Loefgren, 2109 – Vila Clementino, São Paulo – SP) e contará com apresentações de profissionais da saúde, além de debate entre palestrantes e público.

Flavia Piazzon, médica geneticista e consultora de Erros Inatos do Metabolismo da Apae-SP, abrirá o evento e destaca a importância do conhecimento no assunto como forma de criar consciência sobre o diagnóstico precoce da deficiência intelectual. “Quando o profissional busca capacitação e se sensibiliza em relação à deficiência intelectual, consequentemente é possível termos um diagnóstico mais rápido das pessoas com deficiência e sua inclusão em programas de intervenção e na sociedade”, explica.

Além de criar oportunidade para que médicos pediatras, neuropediatras, neonatologistas, geneticistas e todos os profissionais que trabalham junto a crianças com deficiência intelectual se atualizem sobre como reconhecer os sinais de alerta para a deficiência intelectual, o Seminário de Deficiência Intelectual apontará quais são as intervenções mais indicadas, tecnologias que auxiliam em novos exames para diagnóstico e como conduzir casos na prática clínica.

In the news
Leia Mais