Quais são os riscos da volta às aulas com o fim do isolamento social?

Oitava live do projeto #PapodePandemia traz o sanitarista Christovam Barcellos, vice-diretor do Icict/Fiocruz e coordenador do Monitora Covid-19

Redação

O Rio de Janeiro vive mais uma polêmica em meio à pandemia do novo coronavírus. Afinal, é ou não é hora de voltar às aulas? A Prefeitura acha que sim, o Governo do Estado diz que não. E boa parte dos pais está apreensiva e insegura.

Estudo divulgado pelo Instituto de Comunicação e Informação em Saúde (Icict/Fiocruz) mostra que o retorno às atividades escolares representa um risco para mais de 9,3 milhões de brasileiros vulneráveis à Covid-19, sendo 600 mil somente no Estado do Rio. E alerta: se os governos insistirem, terão que ser abertas mais 900 mil vagas de UTI e 35 mil pessoas podem morrer.

Para comentar a pesquisa e outras informações sobre a evolução da pandemia do novo coronavírus, o projeto #PapodePandemia traz neste sábado (25), às 11h, o sanitarista Christovam Barcellos, vice-diretor do Icict/Fiocruz e coordenador do Monitora Covid-19, o Sistema de Monitoramento da doença, mantido pela Fiocruz.

Divulgado por meio da Nota Técnica “Populações em risco e a volta às aulas: Fim do isolamento social”, o estudo alerta: “a discussão sobre a retomada do ano letivo no país não segue um momento em que é clara a diminuição dos casos e óbitos e ainda apresenta um agravante, que é a desmobilização de recursos de saúde e o desmonte de alguns hospitais de campanha”. 

Christovam Barcellos, sanitarista e vice-diretor do Icict, acha que seria recomendável que estados e municípios oferecessem aos pais informações necessárias para os cuidados que devem passar a adotar dentro de suas casas.

Se isso não for feito, muitos pais se sentirão inseguros frente à decisão de retomar os estudos presenciais dos seus filhos. Com a expansão da população exposta à infecção pelo vírus, deveriam também ser ampliadas as atividades de vigilância epidemiológica desses grupos vulneráveis por meio de testagens e acompanhamento clínico permanente”, afirma.  

Apresentada pela jornalista Rosayne Macedo, editora do Portal ViDA & Ação, a série de encontros virtuais do #PapodePandemia é transmitida pelo Facebook e depois fica disponível também no Youtube, com chamada no IGTV, do Instagram @vidaeacao.

Sou mãe de adolescente e também fiquei receosa quando ouvi na TV que o prefeito Marcello Crivella quer liberar a aulas presenciais nas escolas particulares já a partir do dia 2 de agosto”, conta ela, que é mãe de Maria Clara, de 14 anos, aluna do nono ano do Ensino fundamental. Não sei se devo deixá-la voltar às aulas presenciais, caso o colégio dela tome essa decisão. Eu também tenho visto esta preocupação entre outros pais e mães com quem já conversei”, disse Rosayne.

Veja como foi a live em nosso Youtube

Confira na íntegra a nossa oitava edição do #PapodePandemia no Youtube

Sobre os números da Covid-19

De acordo com o Painel Brasil do Monitora Covid-19, o país registrou nesta sexta-feira (24) um total de 2.349.024 de casos, 54.469 a mais que no dia anterior. Com mais 1.134 óbitos em 24 horas, o número de vítimas fatais da doença chega a 85.405.

No Estado do Rio de Janeiro, um dos seis estados brasileiros que registram queda no número de mortes por Covid-19, já são 154.879 casos acumulados, sendo 3.330 novos somente nesta sexta. O número de óbitos chega a 12.654, sendo 119 nas últimas 24 horas.

Sobre o convidado e o ICTI/Fiocruz

Christovam Barcellos é graduado em Geografia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ),em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestre em Ciências Biológicas pela UFRJ e doutor em Geociências pela Universidade Federal Fluminense (UFF). 

É pesquisador titular do Laboratório de Informação em Saúde da (Lis/Icict) da Fiocruz e trabalhou como sanitarista das secretarias estaduais de saúde do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Christovam atua na pesquisa e ensino de Geografia da Saúde, com ênfase em Vigilância em Saúde, principalmente nos temas geoprocessamento, análise espacial, indicadores de saúde e sistemas de informações geográficas.

Sobre a apresentadora, o site e o Papo de Pandemia

Rosayne Macedo é jornalista, empreendedora, ‘reinventante’, consultora em Comunicação e editora do ViDA & Ação, criado por ela em 2016 para falar de temas que interessam a todos: saúde, bem-estar, qualidade de vida e atitude sustentável.

Quando o site completou quatro anos no começo de junho, em plena pandemia, com um crescimento de mais de 500% na audiência, Rosayne resolveu pensar numa forma de estar mais perto dos leitores, de interagir mais, de ouvir seus seguidores. E decidiu embarcar no fenômeno das lives.

Assim surgiu o Papo de Pandemia, um projeto do PORTAL VIDA & AÇÃO para aproximar-se mais do seu público, interagir e entrevistar especialistas de diferentes áreas para compartilhar seus conhecimentos de uma maneira mais simples, leve e descontraída.

O encontro virtual também traz alguns personagens para contar suas experiências em diferentes assuntos durante o período de enfrentamento da pandemia mundial do novo coronavírus que estamos vivendo há mais de quatro meses.

In the news
Leia Mais