Páscoa é tempo de renovação… inclusive da pele!

Rosayne Macedo

peeling-chocolate

Páscoa é tempo de renovação na cultura cristã. E para muitos, é tempo também de renovar a saúde. Para recuperar a pele dos excessos da overdose de chocolate do período pascal, uma dica é usar o próprio chocolate. De acordo com Marcela Benez, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, o cacau, rico em flavonoides, possui propriedades que combatem o envelhecimento tornando a pele mais flexível. “Ele tem efeito estimulante no sistema circulatório, analgésico, anti-inflamatório, anti microbiótico, anti carcinogênico, rico em vitaminas, minerais e antioxidantes e ainda  alivia o estresse e a ansiedade”, enumera a especialista.

Muito procurado nos consultórios de dermatologia, o peeling de chocolate é indicado para todos os tipos de pele. O tratamento tem o poder de equilibrar o nível de oxigênio e manter a limpeza e suavidade em dia, retirando células mortas, além de hidratar e nutrir em profundidade. “O chocolate possui ácido graxo, que, em contato com a pele forma uma camada de proteção, com alto poder de hidratação. Ele é indicado para vários tipos de pele, já que a massa do cacau possui vitaminas e minerais que combatem os danos causados pelos radicais livres”, afirma Marcela.

Pessoas que, por algum motivo, têm a pele descamada ou descascada encontram no peeling de chocolate um grande aliado na recuperação da saúde. “Ele pode provocar em algumas pessoas uma leve descamação e em outras até maior, ou seja a pele estará sendo trocada. O peeling de chocolate é ideal para eliminar manchas  e amenizar rugas da pele e pode ser feito uma vez por mês”, destaca a especialista.

Já quem tem a pele oleosa e acneica encontra nos ácidos presentes na fórmula, controle da oleosidade e melhora da acne. A máscara permanece na pele por 20 minutos. Os resultados aparecem logo na primeira sessão, porém recomenda-se manter o tratamento”, explica.  Mas antes de iniciar a aplicação do peeling, é necessário fazer uma limpeza da pele com demaquilante e álcool 70. “Para começar, o mais importante é higienizar a área. Peles oleosas devem priorizar a limpeza com géis e peles secas, com cremes ou emulsões”.

Como recuperar os estragos no pós-Páscoa

Para a dermatologista Gabriella Albuquerque, embora pareça difícil chegar ao fim do feriado religioso com a pele saudável, alguns cuidados diários podem ajudar na precaução de problemas. O uso duas vezes por semana de sabonetes esfoliantes, prescritos por um dermatologista após avaliação do tipo de pele de cada pessoa; a opção pelo uso de água fria para lavar o rosto e até o uso de roupas frescas são alguns desses cuidados.

“No caso de aparecimento de espinhas, evite pegar sol porque aumenta a inflamação e a chance de evoluir para cicatriz. Evite ficar mexendo nela porque também irá aumentar a inflamação. O uso de chá de camomila pode ajudar porque acalma a pele. Sabonetes à base de argila verde também são aconselhados”, recomenda Gabriella.

Além dos peelings, há outras opções para quem pensa em renovar a pele depois da Páscoa. “O uso de laser NdYAG do fotona atua contra as lesões inflamadas e promove uma diminuição rápida neste processo inflamatório. Além dele, o véu de noiva é uma tecnologia feita com Erbium que promove uma esfoliação a laser das células mortas, limpando a pele de forma homogênea”, destaca a especialista.

O chocolate também vem sendo encontrado em outros tratamentos com fins estéticos, como, por exemplo, em banhos de ofurô e tratamentos para cabelo, normalmente aplicados em spas e salões de beleza.

Da Redação, com assessorias

In the news
Leia Mais