Plataformas e aplicativos online ajudam a malhar em casa

Com a pandemia longe do fim, tecnologia é alternativa para reduzir uns quilinhos, definir músculos e combater o estresse

Giselli Nichols

Manter o corpo bonito e saudável sempre foi um desafio para a maioria das pessoas. Entre dietas e exercícios físicos, a meta para se alcançar o tão desejado “shape sarado” exigia dedicação diária nas idas e vindas da academia. Suar o corpinho era motivo para selfies bombadas entre aparelhos para ginástica e acessórios fitness. 

Com a chegada da pandemia, o ritmo dos exercícios físicos sofreu uma freada brusca, paralisando as atividades por completo nos clubes e academias. O isolamento gerou uma carga de ansiedade que tem se refletido no dia a dia das pessoas. Para compensar o sedentarismo imposto com o fechamento das unidades e aliviar a tensão da quarentena, empresas de tecnologia apostaram em soluções ao alcance dos dedos.

Aplicativos de celular se tornaram a alternativa para mandar a letargia embora e começar a malhar no conforto do lar. Podem ser uma boa opção para quem está inseguro em sair de casa, mesmo com algumas cidades permitindo a abertura das academiais para treinos individuais.

Nos últimos quatro meses, com academias e parques fechados, a saída encontrada foi praticar exercícios em casa. E as plataformas de videoaulas fitness tiveram papel importante para auxiliar as pessoas, tanto aqueles que precisavam continuar a manter o ritmo de treino, como também para aquelas que viram na prática de atividades físicas uma alternativa para cuidar da saúde mental.

Treino em casa é uma tendência que veio para ficar

Pesquisa realizada no mês de maio pela Criteo, empresa que observa tendências globais de consumo, indica que dois terços dos entrevistados (65%) no Brasil vê o isolamento como uma oportunidade para repensar antigos hábitos.

Sem os deslocamentos básicos do dia a dia, a necessidade por praticar exercícios cresceu – assim como a compra de aparelhos de ginástica e download de aplicativos de treinos. Para os brasileiros que descobriram essa prática, 50% pretende mantê-la com o fim da pandemia.

App da Nike oferece mais de 190 treinos gratuitos

Conhecida de todos e amada por muitos desportistas, a Nike vem apostando no segmento online há algum tempo. O Nike Training Club foi desenhado para quem prefere se exercitar em casa. O aplicativo possui treinos, conselhos de nutrição e dicas de especialistas, com quatro planos de treinos de quatro a seis semanas. 

São mais de 190 treinos gratuitos de força, resistência, yoga e mobilidade que se focam nos abdominais, nos braços, nos ombros, nos glúteos e nas pernas. As sessões variam entre 15 e 45 minutos e foram concebidas para que o usuário possa ver e sentir resultados.

O aplicativo permite escolher os níveis de dificuldade e personalizar o treino de acordo com seus objetivos (trabalhar só pernas, abdome, braços, fazer alongamento…). Para evitar surpresas, é possível observar quais movimentos serão feitos antes de começar. É possível vincular as músicas do celular ao aplicativo e planejar em qual momento ela deve tocar. 

A plataforma dá emblemas e troféus virtuais para quem alcança as metas de treino. Você ainda pode celebrar cada conquista sua, pois recebe um troféu a cada meta atingida, incentivando as atividades.

As quatro atividades mais procuradas

Mas não são apenas os apps gratuitos que estão “bombando”. No Weburnplataforma de fitness, saúde e bem-estar , as videoaulas tiveram um crescimento de 190% em acessos no período da quarentena, de abril até junho, em comparação com os três primeiros meses de 2020. Enquanto de janeiro a março, foram registrados mais de 31 mil visualizações nas aulas funcionais, nos três meses posteriores foram mais de 92 mil acessos, ou seja um crescimento de quase 200% na plataforma.

As aulas funcionais têm um número de exercícios pré definido de repetições e intervalos e que podem ser feitos sem equipamentos”, explica professor Thiago Pugliesi, treinador da plataforma, que aborda conteúdos sobre exercícios funcionais, como HIIT e ABS, treinos de alta intensidade.

Além do crescimento nos treinos funcionais, a plataforma apresentou um salto no acompanhamento das aulas do Playdance, com um aumento de 139% no último trimestre e mais de 52 mil acessos nesse período. Em terceiro lugar, as aulas de Yoga foram destaque com 358% e mais de 9 mil acessos no último trimestre. Na quarta posição, as aulas de Pilates alcançaram mais de 4 mil visualizações e obtiveram um crescimento de 300%.

A Weburn é uma plataforma que oferece videoaulas com os mais variados tipos de exercícios, como o funcional, yoga, dança, pilates, hit, além de programa de receitas saudáveis para manter uma alimentação adequada. Tudo isso no celular, computador, tablet ou até na SmartTV e sem precisar sair de casa. O app está disponível na Apple Store e no Play Store

Plataforma também agrega profissionais de saúde mental

Pensando nessa necessidade emergente, a TotalPass, uma empresa que oferece benefício corporativo para prática de atividades físicas em academias, se reinventou e lançou a plataforma TotalPass Plus onde integra diferentes tipos de atividades e atendimentos de especialistas. São oferecidos treinos online, ao vivo e personalizados, com os preparadores físicos das academias parceiras.

Também é possível receber orientações de nutricionistas e profissionais voltados para a saúde mental. Isabelle Araujo, gerente de projetos da TotalPass, citou pesquisa recente da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) indicando que os índices de ansiedade e estresse cresceram 80% durante a pandemia.

Isso nos deu o insight de agregar à plataforma profissionais voltados para os cuidados mentais e da alimentação. Dessa forma, conseguimos oferecer um serviço cada vez mais completo aos nossos clientes”, comentou Isabelle.

Dentre as modalidades oferecidas pela academia online estão fitdance, treino funcional, alongamento, yoga, pilates e HIIT. Já os nutricionistas e profissionais de saúde mental dão dicas de como controlar a ansiedade e criar uma dieta mais saudável para garantir o bem-estar físico e mental. É possível, inclusive, vivenciar uma jornada pelo vegetarianismo.

Exercícios para definir o bumbum em 2 meses

Mas, se o objetivo é definir os glúteos, a plataforma de exercícios Queima Diária pode ser a solução. Com o programa online Power Glúteos, a empresa promete deixar tudo em cima em 60 dias. Cada aula do programa possui 17 minutos de duração e o treino completo dura dois meses.

A plataforma conta com mais de 1.100 videoaulas elaboradas por profissionais da educação física de forma didática e atrativa. As aulas podem ser assistidas pelo computador, aplicativo (disponível para iOS ou Android) ou até pela SmartTV, por meio de uma assinatura anual. Há a opção de degustação por 30 dias.

Na região do bumbum existem dois músculos principais: o glúteo médio e o glúteo máximo. O glúteo máximo é o principal e maior músculo. Ele que proporciona aspecto arredondado e com volume. Já o glúteo médio é menor, mas também muito importante para a estrutura corporal. O segredo é fazer exercícios específicos e concentrados para trabalhar esses dois músculos”, explica Carol Borba, treinadora física responsável pelo Power Glúteos.

Considerada o “Netflix” fitness, a Queima Diária é uma plataforma online com programas físicos para fazer em casa. Maior provedora de aulas fitness via streaming da América Latina com mais de 450 videoaulas elaboradas por profissionais da educação física de forma didática e atrativa, a plataforma atende diferentes perfis de usuários, que têm liberdade para escolher quando acessar os conteúdos e o que assistir.

O acesso é simples e as aulas podem ser assistidas pelo computador, aplicativo (disponível para iOS ou Android) ou até pela Smart TV. Mamãe Sarada, Adeus Dor nas Costas, Bumbum na Lua, Barriga Negativa, Power Hiit e Desafio Yoga são exemplos de programas disponíveis. A assinatura custa R$ 29,90/mês.

Nova plataforma chega ao Brasil

Seguindo essa nova tendência de treino em casa, o SUA Trainer, lançado na segunda quinzena de junho, já é o terceiro aplicativo de atividade física mais baixado para Android no Brasil e está disponível também na Apple Store para os usuários de IPhone.

Nele o usuário encontra treinos online completos de de Power Core, Funcional e HIIT, Fit Dance, Muay Thai, Pilates, Musculação e Alongamento, com objetivos especificados, descrições escritas ou em áudio e vídeos explicativos. Além disso, o usuário pode tirar todas as suas dúvidas por meio de chat no WhatsApp. O app foi desenvolvido pela holding ítalo-brasileira SUA – especializada em novos negócios e metodologias de treino.

O aplicativo pode ser usado por alunos iniciantes, intermediários e avançados. Qualquer pessoa pode fazer, pois temos um chat para falar com coach para que a pessoa tire suas dúvidas e, caso tenha alguma adaptação ao treino, se necessário”, diz Michelle Suardi, CEO da holding SUA desenvolvedora do SUA Trainer App, SUA Health Club e outros empreendimentos fitness no Brasil e Itália.

Com Assesorias