Projeto verão: ainda é possível entrar em forma

Veja dicas de especialista em zumba para ajudar você a recuperar o tempo perdido e se preparar para encarar o verão com o corpo mais leve e sarado

Rosayne Macedo

Há quem esteja satisfeito com os resultados que têm obtido durante meses de treino e alimentação regrada. Mas, para aqueles que não conseguiram inserir no dia a dia uma rotina fitness, nem tudo está perdido. Ainda dá para correr atrás dos seus objetivos.

Giuliano Cangiani, Master Trainer da modalidade fitness Strong by Zumba®, tem uma boa notícia para aqueles que querem mudar seus hábitos. “Ainda dá tempo para dar adeus àqueles quilos indesejados e definir o corpo para aproveitar a estação mais quente do ano sem culpa. O jeito é investir em uma modalidade de alta intensidade, que em até 60 minutos de treino, 3 vezes por semana, é possível ter o corpo mais definido em 28 dias”, ressalta.

O segredo para obter resultados satisfatórios em pouco tempo está na combinação de alimentação regrada e treino adequado. Escolher uma atividade física completa é fundamental. “O objetivo de um treino de HITT, por exemplo, é manter o batimento cardíaco elevado, otimizando a queima de calorias durante e após o treino — chamado de efeito EPOC, quando o organismo continua trabalhando após a atividade física, por conta da alta intensidade”, explica o especialista.

Giuliano Cangiani listou algumas dicas para quem quer dar o start no Projeto Verão e entrar em forma em poucos dias:

1. Comece!
Não perca tempo lamentando que não começou a rotina de vida saudável no início do ano. Foque no que é possível fazer agora. Nunca é tarde para adotar hábitos saudáveis que irão beneficiar a sua saúde.

2. Escolha uma atividade física que combine com você.
Optar por um treino completo é fundamental, mas é essencial que seja prazeroso. Só assim o “projeto verão” vira uma rotina. Analise quais exercícios têm mais a ver com você. Eles vão te estimular a sair de casa para treinar.

3. Preze pelos exercícios de alta intensidade.
Os treinamentos funcionais, que utilizam o peso do próprio corpo, podem auxiliar no processo de definição e emagrecimento em curto prazo. Agachamentos com explosões e saltos, por exemplo, são exercícios que ativam o sistema cardiorrespiratório, melhorando a resistência do corpo e mantendo o metabolismo acelerado, proporcionando a queima de gordura.

4. Treinamento completo.
Na correria do dia a dia, é natural não encontrar tanto tempo livre na agenda para treinar, especialmente no final do ano. Não é todo mundo que consegue passar horas na academia diariamente. Se você quer resultados rápidos, é importante pensar em uma modalidade que exercite o corpo todo em poucos minutos. Assim, é possível ter todos os grupos musculares trabalhados em uma única aula.

5. Não dispense os especialistas.
Treinar sozinho ou seguir uma dieta sem ter o auxílio de profissionais adequados não é o melhor caminho. É fundamental ser acompanhado por um nutricionista e outros médicos que possam avaliar a evolução do praticante de esportes, evitando qualquer lesão. O instrutor nas academias também tem papel importante, uma vez que está acompanhando de perto o aluno, desde a postura para executar os movimentos — evitando lesões – e toda a sua evolução.

Aumento de 30% na demanda por aulas de dança

GetNinjas registrou um aumento de mais de 30% na demanda por aulas de dança em outubro deste ano em comparação com o mesmo período de 2018. Este ano, a plataforma recebeu mais de 7 mil pedidos até o momento. As danças e ritmos mais procurados foram Funk, Dança de Salão, Forró, Sertanejo Universitário e Pole Dance.

O impacto do crescimento é sentido por Fernando Cardoso, professor de dança de salão cadastrado no app há mais de dois anos. Para ele, o aumento na demanda é influenciado pelo verão. Como a estação casa com o final de ano, uma época festiva, as pessoas querem dançar melhor.

Além disso, durante os últimos meses do ano, surge o “Projeto Verão” no qual cresce o foco nas atividades físicas. Nesse contexto, a dança funciona como um exercício físico completo e ideal para aqueles que não se identificam com os treinos de academias. Ao dançar, o aluno aprimora a sua flexibilidade, sua coordenação motora, fortalece o sistema cardiorrespiratório e gasta calorias. Para aqueles que desejam perder peso, começar a dançar pode ajudar.

Mulheres dançam por hobbie e homens para paquerar

Fernando traçou um perfil dos seus alunos e observou que a maior parcela é composta por mulheres de meia idade, solteiras, ativas no mercado de trabalho e que buscam aulas particulares pela flexibilidade do horário e para ter um maior rendimento na aprendizagem. “No geral, elas enxergam a dança como um hobbie”, comenta o profissional.

Apesar de serem minoria, há homens que se interessam pela dança de salão. Segundo o professor, os rapazes costumam aprender a dançar para melhorar a autoestima e se sentirem mais confiantes na hora da paquera.
Fonte: GetNinjas
Com Assessorias

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.