Quase metade dos jovens não usa preservativos em relações sexuais

Festival promovido por marca de camisinha chama atenção para pesquisa entre mais de 1.500 brasileiros: 74,8% nunca fizeram o teste do vírus do HIV. Já 21,6% acreditam em cura para a Aids

Redação
No filme criado pela Jontex, Gabriela (21 anos) e Blenda (25) revelam relacionamentos em que o uso de preservativos não era um hábito (Foto: Divulgação)

pesquisa HIV e jovens

Mais uma vez, o vírus da desinformação faz suas vítimas. Uma pesquisa realizada pela DKT International identificou que 47% dos jovens entre 14 e 24 anos afirmam não usar preservativos nas relações sexuais.  O levantamento, que ouviu mais de 1.500 pessoas em todo o Brasil revelou, ainda, que 74,8% dos participantes nunca fizeram o teste para saber se possuem ou não o vírus do HIV e que 21,6% dizem acreditar que existe cura para a Aids.

Não é à toa que os jovens representam, atualmente, a principal população de risco para a doença. Diante de dados alarmantes como esses, a marca de preservativos Prudence buscou na música um aliado especial para conscientizar os jovens sobre a importância da proteção em todas as relações sexuais.

A marca traz pela primeira vez ao país o Prudence Fest, um grande festival que reunirá mais de 30 mil pessoas, com muita música e informações. O evento acontece no México desde 2011 e, a cada edição, costuma reunir milhares de pessoas.

festival prudence

O Prudence Fest acontece neste sábado, dia 1º de dezembro, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, exatamente no Dia Mundial de Luta contra a Aids. Serão 15 horas de shows ininterruptos, reunindo os mais diversos estilos musicais. No line up, estão artistas como Claudia Leitte, Ludmila, Kevinho, Maiara e Maraisa, Capital Inicial, JetLag e Felguk.

Além de proporcionar diversão e informação para o público, o Prudence Fest contará com diversas ações sociais que serão desenvolvidas em prol da causa. A cada ingresso vendido serão doados três preservativos para ONGs voltadas à prevenção de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) e aids.

No dia do evento, haverá distribuição de preservativos no local e o público poderá contribuir com a doação de 1Kg de alimento não perecível para instituições que prestam assistência a pessoas portadoras de HIV.

O Dia Mundial de Luta contra a Aids (1º de dezembro) foi criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), com o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), para reforçar a solidariedade, tolerância e as informações sobre a prevenção.

Precisamos despertar a reflexão dos jovens sobre o tema e encontramos neste festival internacional uma ótima oportunidade para promover a conscientização, o respeito, a tolerância e a liberdade”, explica Francisco Angelo, gerente de Marketing LATAM da DKT International, detentora da marca Prudence. 

Segundo ele, a proposta é que os jovens tenham ciência da importância do cuidado pessoal e da saúde sexual, além de quebrar o tabu de que comprar camisinha é coisa de homem e tornar a compra do preservativo uma coisa natural também para as mulheres.

LEIA MAIS:

Aumentam casos de HIV entre jovens do sexo masculino
HIV não está escrito na testa de ninguém
Jovens são o foco da campanha de prevenção neste Carnaval

E na vida real?

O crescimento do número de infecções pelo vírus HIV entre os jovens também chamou a atenção dos times da Reckitt Benckiser e da BETC/Havas. Ao mesmo tempo, pesquisas mostram que grande parte dos jovens associa o uso do preservativo apenas à gravidez. A partir desses insights, Jontex e BETC/Havas apresentam uma ação digital para o Dia Mundial de Combate à Aids.

A ação começa com um vídeo de duas mulheres que conversam sobre escolhas reais e as consequências dessas escolhas. Gabriela (21 anos) e Blenda (25 anos) contam, através de depoimentos sensíveis e fortes, sobre relacionamentos amorosos em que o uso de preservativos não era um hábito. As histórias parecem seguir o mesmo rumo, quando o filme revela que, na verdade, as narrativas não são as mesmas. Enquanto a falta do uso de camisinha resulta para Gabriela em uma gravidez, Blenda revela ter contraído HIV.

Veja o filme aqui

O vídeo, veiculado nas redes sociais de Jontex, inicia uma conversa que tem continuidade em um link com dicas e informações sobre a prevenção da AIDS.   “Apostamos em um formato de impacto porque queríamos alertar para uma grave questão de saúde pública que está colocando a vida de muitos jovens em risco. Trata-se de um propósito da marca. Afinal, uma escolha realmente muda a vida de uma pessoa para sempre”, afirma Andrea Siqueira, ECD da BETC/Havas.

“A campanha tem como objetivo alertar os jovens que o uso do preservativo é necessário, e a maneira mais eficaz para a prevenção de infecções pelo HIV e outros vírus ou doenças sexualmente transmissíveis”, alerta Guilherme Nogueira, Diretor de Marketing da RB. O filme foi produzido pela Estúdio MOL, enquanto a trilha Sonora ficou a cargo da S de Samba.

Fonte: Prudence e Jontex

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.