Redonda, democrática e também na versão light

No Dia da Pizza, especialistas garantem que é possível preparar o prato com mais equilíbrio e menos calorias. Massa fina é a preferência nacional

Redação

No Brasil, quase tudo termina em pizza! Mas é claro, né? No país são produzidas mais de um milhão de pizzas por dia, segundo dados da Associação de Pizzarias Unidas de São Paulo. E, acredite mais da metade é consumida na cidade, já conhecida como a capital nacional da pizza. A capital dos paulistanos é a segunda cidade que mais consome pizza no mundo, só perde para Nova York, nos Estados Unidos. São gastos mais de R$ 22 bilhões com o alimento.

O prato é tão importante no mundo todo que tem uma data só para si. O Dia da Pizza é celebrado em 10 de julho no Brasil, e não faltam pizzarias para celebrar a data – ainda que seja por meio do delivery nessa pandemia. Com sabores bastante diversificados, nem dá para enjoar do prato. Massa fina é a preferência nacional e calabresa é o sabor mais pedido.

A redonda ficou famosa no mundo inteiro e ganhou fãs e adeptos, principalmente no Brasil, onde o número de pizzarias aumenta a cada dia. Embora não seja exatamente um alimento light, não é preciso cortá-la do cardápio. E se você quer comemorar sem culpa, Carina Melo, nutricionista clínica e esportiva funcional, dá dicas para fazer as melhores opções na hora de escolher a queridinha pizza:

– Escolher pizzas que tenham em sua composição no máximo 3 recheios, além da massa e do molho de tomate, desta forma ficará menos calórica;

– Dê preferência a massas integrais ou sem glúten e com a massa fina;

– Para quem tem o objetivo de emagrecer, evite recheios muito gordos, como: calabresa, bacon, catupiry, queijos gordos (gorgonzola, queijo prato, requeijão, provolone);

– Escolha pizzas que tenham menos queijo e que possuam a tendência de serem mais saudáveis, como as com queijos magros e vegetais, como brócolis, rúcula (sem tomate seco, como alternativa substituir por tomate cereja), abobrinha e escarola (sem requeijão e bacon);

– Evite escolher pizzas que possuam em sua composição alimentos em conserva pois contém muito sódio (sal);

– Procure comer devagar e respeitar o volume do estômago (Fome x Saciedade). Quando ele lhe comunicar que está satisfeito, procure parar de comer.

Lista de calorias por fatia de pizza (130g)

– Pizza portuguesa: 295 kcal

– Pizza de frango com catupiry: 278 Kcal

– Pizza calabresa: 272 Kcal

– Pizza camarão com catupiry: 271 Kcal

– Pizza napolitana: 262 Kcal

– Pizza de mussarela: 249 Kcal

– Pizza de escarola: 220 Kcal

– Pizza de atum com cebola: 205 Kcal

Origem da pizza

Ao contrário do senso comum, a pizza não foi criada na Itália. Muitos concordam que a história da pizza possivelmente começou há cerca de 6 mil anos, no Egito antigo, onde uma massa feita a partir de farinha e água passou a ser consumida. Posteriormente, os gregos adicionaram arroz e grão-de-bico à essa mistura, assando a massa em tijolos quentes.

Outro povo que contribuiu foram os fenícios, que passaram a colocar carne e especiarias na massa assada. Segundo historiadores, a massa vinda do Oriente Médio chegou à Europa pelas mãos dos turcos muçulmanos durante as cruzadas. Com um dos portos mais movimentados da época, Nápoles foi a primeira região a receber a invenção, e foi ali que a história da pizza se desenvolveu até o formato atual.

“Aqui são mais de 50 sabores”, diz André Jenior Lotufo, pizzaiolo e proprietário da Pizzaria Geppetto, localizada há dez anos dentro do Residencial Aldeia do Vale, em Goiânia, essa diversidade de sabores também se repete na Itália, berço do prato. André relata que elas diferem dentre as regiões, mas afirma que no geral o italiano gosta de massa mais grossa e menos recheio, enquanto o brasileiro já gosta da massa mais fina.

As pizzas mais pedidas na cidade de São Paulo são: Muçarela, Calabresa, Portuguesa, Frango com Catupiry e Marguerita, mas para inovar e trazer novos sabores hoje compartilhamos uma nova opção elaborada com o Sal Light MagroPizza de Tomate Seco com Rúcula e Sal Light Magro é uma sugestão com muito sabor e o melhor possui redução de sódio. Então, vamos aprender?

Pizza de Tomate Seco com Rúcula e Sal Light Magro

INGREDIENTES – MASSA:

– 1/2 xícara (chá) de farinha de arroz (50g)

– 2 ovos (100g)

– 1 colher (chá) de amido de milho (5g)

– 1/2 xícara (chá) de leite desnatado (100 ml)

– 1/4 xícara (chá) de óleo (50 ml)

– 1 colher (chá) de fermento químico em pó (6g)

– 1 colher (sobremesa) de Sal Light Magro 70% Menos Sódio (8g)

INGREDIENTES – RECHEIO:

– 2 colheres (sopa) de catchup (24g)

– 150g de muçarela ralada

– 3/4 xícara (chá) de tomate seco (70g)

– 12 folhas de rúcula para decorar (24g)

– Orégano a gosto

MODO DE PREPARO

Massa:

Coloque todos os ingredientes em um liquidificador, bata por 1 minuto e reserve.

Montagem:

Coloque a massa em uma assadeira grande própria para Pizza. Espalhe o catchup sobre a massa e coloque o restante do recheio, exceto a rúcula. Leve ao forno pré-aquecido a 150ºC por aproximadamente 25 minutos. Depois de pronto coloque a rúcula sobre a Pizza.

Cada Unidade / porção contém: 142 kcal

Com Assessorias