População do Rio ganha quarto hospital de campanha

Unidade do Parque dos Atletas, que contou com recursos da iniciativa privada, é a terceira aberta pelo estado no combate à Covid-19 – o outro é da prefeitura

Redação
Hospital de campanha no Parque dos Atletas foi construído pela iniciativa privada (Foto: Divulgação Rede D´Or)

O Rio de Janeiro acaba de ganhar mais um Hospital de Campanha, desta vez, no Parque dos Atletas, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade. Esta é a terceira unidade a ser entregue pelo Governo do Estado para atendimento a pacientes do SUS infectados pela Covid-19 – outra também foi aberta pela prefeitura no Riocentro.

Inicialmente, a unidade terá 80 leitos, sendo 40 de UTI e 40 de enfermaria. Ao longo da semana, passará a contar com 100 leitos operacionais e, em 22 de maio, com 200 (50 deles de UTI). Os leitos serão ocupados de forma gradativa seguindo protocolo e preservando profissionais de saúde e pacientes, que poderão ser transferidos já nesta manhã.

Será mais um importante passo que daremos na luta contra esta terrível doença. A unidade vai ampliar a oferta de atendimento à população neste momento em que a pandemia avança”, afirmou o governador Wilson Witzel.

O Hospital do Parque dos Atletas vai funcionar por um período de 120 dias, a partir de sua abertura, com expectativa de atender mais de 2 mil pessoas. A Rede D’Or está à frente da gestão da unidade, que conta com estrutura de alta complexidade, como respiradores e monitores cardíacos, assim como tomógrafo digital, ultrassom, ecocardiógrafo e análises clínicas.

Nos últimos dois meses, abrimos 1.049 leitos exclusivos para o tratamento de coronavírus, sendo 526 de UTIs. Estamos fazendo de tudo para prestar assistência à população de maneira adequada”, ressaltou o secretário Edmar Santos.

Outros hospitais de campanha

Ao todo, serão abertos, até o fim do mês, 2 mil leitos de campanha na capital, Região Metropolitana e interior do estado. Na noite de sábado (9), o Hospital de Campanha do Maracanã, na Zona Norte do Rio, começou a receber os primeiros pacientes. A unidade funciona, neste momento, com capacidade para 170 leitos, 50 deles de UTI. Os outros 230 serão entregues à população ao longo desta semana. Ao todo, dos 400 leitos, 160 serão de UTI.

Em abril, a secretaria inaugurou o Hospital de Campanha Lagoa-Barra, no Leblon, Zona Sul carioca, onde há 101 pacientes internados, 70 em leitos de UTI.  Nesta segunda-feira (11), a unidade passará a oferecer 200 leitos, sua capacidade máxima. A Rede D’Or também está à frente da gestão.