Rio vai contratar mais 89 médicos para rede municipal

Novidades no tratamento da obesidade e informações sobre congelamento de óvulos são temas de eventos destacados também em nossa Agenda Positiva

Redação

A rede municipal de saúde do Rio de Janeiro abriu processo seletivo com 89 vagas destinadas a médicos de diversas especialidades para contratação por tempo determinado. As vagas disponíveis são para neonatologia, obtetrícia, anestesiologia, médico intensivista infantil e adulto; pediatria, clínico, anatomia patológica, cirurgia vascular, neurocirurgia, cirurgia geral, cirurgia pediátrica, cirurgia torácica e médico para Centro de Tratamento de Queimados.

O período de inscrição vai até dia 3 de maio. Os interessados precisam ir até o Centro Administrativo São Sebastião (CASS), na Rua Afonso Cavalcanti, 455, sala 601, Cidade Nova. O horário é das 9h às 17h. O CASS funciona de segunda a sexta-feira, exceto feriados. No dia 10 de maio será publicado o resultado da análise de currículo. A apresentação de recurso será no dia 13. O resultado da análise do recurso e o resultado final e a homologação ocorrerão no dia 17 de maio.

Em março deste ano, a Prefeitura do Rio autorizou a realização de um concurso público para chamar 900 médicos e o chamamento de mais 131 médicos que estão no banco de aprovados de concurso já realizado. Em janeiro já haviam sido anunciados dois concursos com 139 vagas para outros profissionais de saúde.

O primeiro edital foi lançado em março para enfermeiros, auxiliar e técnicos de enfermagem, enquanto o outro, publicado em abril, será destinado à fisioterapeutas, farmacêuticos, fonoaudiólogo, nutricionistas e psicólogos. Em dois anos, foram 22 concursos públicos, totalizando 3.327 vagas para médicos e profissionais da Saúde.

Mais médicos – No dia 5 de abril, o Ministério da Saúde publicou a portaria nº 475/2019 no Diário Oficial da União, estendendo para seis meses o prazo de pagamento da verba de custeio repassada às unidades básicas de saúde que perderam profissionais do Mais Médicos em fevereiro passado. Leia o conteúdo na íntegra em saude.gov.br

Vaga para médico do trabalho

A rede de Supermercados Guanabara está com uma vaga aberta para Médico(a) do Trabalho. O profissional realizará exames periódicos nas filiais da rede distribuídas pelo Rio de Janeiro. A carga horária será de 20 horas semanais com remuneração de R$ 6.293,00 + benefícios.

É fundamental que o candidato tenha especialização em Medicina do Trabalho e CRM ativo. Os interessados devem enviar o currículo para o e-mail selecao@supermercadosguanabara.com.br com o assunto “Medico(a) do Trabalho” ou  se cadastrar no site www.supermercadosguanabara.com.br no ícone Trabalhe Conosco.

Novidades no tratamento da obesidade

A aprovação do primeiro medicamento com indicação em bula para tratar a obesidade e a eficácia dos testes genéticos para tratamento desta condição estarão em pauta no28º Congresso Brasileiro de Obesidade e Síndrome Metabólica, que acontece dias 18 a 20 de abril, no Hotel Transamérica, em São Paulo.

Com a presença de palestrantes e pesquisadores nacionais e internacionais, o evento apresenta 39 temas pautados com base nas mais recentes evidências científicas sobre obesidade e seu impacto na vida das pessoas, em todas as fases, do ventre à maturidade.

Aspectos psiquiátricos, como o suicídio pós-bariátrica e a compulsão alimentar, e as dietas mais populares da atualidade – como low-carb, jejum intermitente e dieta cetogênica – também serã abordados. Outros temas que merecem destaque são as novas técnicas cirúrgicas, a segurança cardiovascular com o uso da lorcaserina, as relações entre a obesidade e a infertilidade masculina, a microbiota intestinal e a diabetes.

Medidas de prevenção da obesidade estudas pelo governo, como o impacto da rotulagem de advertência frontal dos produtos, a educação nutricional nas escolas e a taxação de alimentos não saudáveis são outros temas do evento, promovido pela Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso).

Bate papo online sobre congelamento de óvulos

VIDA – Centro de Fertilidade, na Barra, apresentará no dia 25 de abril, às 20h, pelo Youtube, um webnário com o tema “Congelamento de óvulos”, inspirado pelo crescente número de mulheres que vem realizando o procedimento.

O bate papo online será comandado por Paulo Gallo, diretor-médico do espaço, e Maria Cecília Erthal, diretora-médica do espaço especializado em reprodução humana e Delegada Regional da seção Rio de Janeiro da Sociedade de Reprodução Humana.

A preservação da fertilidade feminina é uma realidade dentro da medicina reprodutiva. Através da técnica de vitrificação, os óvulos podem ser preservados antes de passarem pelo processo de envelhecimento, dessa forma mantendo suas características. Com isso, as chances de gravidez tornam-se bem maiores.

O objetivo do Webnário será apresentar as novidades do segmento e prestar esclarecimentos aos interessados no tema, sobre quem pode se beneficiar e como funciona. A inscrição é gratuita e pode ser realizada pelo link https://materiais.vidafertil.com.br/webinario-congelamento-de-ovulos-2019

Mais informações através do site www.vidafertil.com.br

Técnica de combate a mosquito do Rio é replicada em três cidades

Três cidades brasileiras irão realizar a etapa final do método “Wolbachia” para o combate ao mosquito Aedes aegypti, antes da sua incorporação ao Sistema Único de Saúde (SUS). A nova fase do projeto World Mosquito Program Brasil (WMPBrasil) da Fiocruz em parceria com o Ministério da Saúde será testado nos municípios de Campo Grande (MS), Belo Horizonte (BH) e Petrolina (PE). Para isso, a pasta vai destinar R$ 22 milhões.

A metodologia é inovadora, autossustentável e complementar às demais ações de prevenção ao mosquito. Consiste na liberação do Aedes com o microrganismo Wolbachia na natureza, reduzindo sua capacidade de transmissão de doenças. Leia o conteúdo na íntegra em saúde.gov.br

Mais recursos para hospitais federais

Quarenta e oito hospitais universitários em 22 estados e no Distrito Federal vão receber recursos federais de R$ 102,5 milhões para custear o funcionamento dos serviços de ensino (consultas, internações e cirurgias), compra de materiais médico-hospitalares como anestésicos, seringas e medicamentos, além de possibilitar a execução de obras de reforma e ampliação da infraestrutura hospitalar, para melhorar e qualificar o atendimento prestado à população.

Desse total, R$ 79,5 milhões são para o custeio e R$ 22,9 milhões para investimentos. O Rio de Janeiro receberá o maior volume de recursos: R$ 11,4 milhões. Esses recursos fazem parte da primeira parcela anual do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (REHUF). As portarias autorizando a liberação da verba foram publicadas no Diário Oficial da União na última semana. Ao todo, são 34 municípios contemplados. Leia o conteúdo na íntegra em saude.gov.br

Incentivo ao funcionamento de posto de saúde 24 horas

As Unidades Básicas de Saúde (UBS) que ampliarem horário de atendimento receberão mais recursos do Governo Federal. O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, nesta terça-feira (09), durante a Marcha dos Prefeitos, em Brasília.

A medida prevê que a população tenha acesso aos serviços básicos, como consultas médicas e odontológicas, coleta de exames laboratoriais, testes de rastreamento para ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis), recém-nascidos e gestantes, aplicação de vacinas, consultas pré-natal, entre outros procedimentos, durante os três turnos. Leia o conteúdo na íntegra em saude.gov.br

Da Redação, com Assessorias

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.