Segunda grande onda de Covid-19 gera nova onda de solidariedade no país

Conheça algumas ações de responsabilidade social de empresas brasileiras para apoiar o sistema público de saúde dos estados no combate à pandemia

Redação
Neoenergia começou a entregar aos estados refrigeradores para armazenamento de vacinas (Foto: Divulgação)
Com o agravamento dos casos de coronavírus nas últimas semanas, diversas empresas e instituições retomaram as ações de responsabilidade social muito observadas logo no início da pandemia, entre abril e maio, quando uma verdadeira “onda de solidariedade” varreu positivamente o país.
Conheça algumas dessas iniciativas selecionadas em nosso roteiro semanal de Boas Ações.

Empresa de energia doa refrigeradores para armazenar vacinas

Mais de 700 refrigeradores científicos doados pela Neoenergia e destinados ao armazenamento de vacinas começaram a ser distribuídos para os 673 municípios beneficiados pela iniciativa. Os primeiros equipamentos foram entregues pelas distribuidoras da companhia na Bahia (Coelba), Pernambuco (Celpe), São Paulo (Elektro) e Rio Grande do Norte (Cosern).

A ação contribuirá com a imunização da população e o combate à pandemia de Covid-19 nas cidades com os menores Índices de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) das áreas de atuação das empresas. Foram contemplados pela doação os municípios atendidos pelas distribuidoras do Nordeste que têm IDHM até 0,61 e, de São Paulo, com o índice até 0,74.

A doação, que totalizou R$ 7,5 milhões em recursos, faz parte do Programa de Eficiência Energética (PEE), regulado pela Agência Nacional de Eficiência Energética (Aneel), e terá distribuição gradativa, com previsão de entrega de todos os refrigeradores até o final de abril. Os refrigeradores são de fabricação nacional e têm capacidade de 280 litros, suficientes para armazenar cerca de 18 mil doses de 0,5 ml. 

Eficiência Energética – Em uma estratégia criada pela companhia para evitar o desperdício de energia, a companhia receberá dois refrigeradores ou freezers inadequados para vacinas, a cada novo equipamento doado. Dessa forma, será compensada a carga de 107 kW injetada no sistema elétrico e consumo anual estimado de 940 MWh das 703 câmaras de conservação.

A economia total de energia estimada do projeto será de 2.334,92 MWh/ano, o que equivale ao consumo mensal de 23.335 residências com um gasto médio de 100 kWh por mês. Além disso, a companhia irá retirar substâncias como os gases CFC (clorofluorocarboneto), que podem contribuir com o efeito estufa, e fazer o descarte correto dos equipamentos antigos recebidos.

A iniciativa também contempla a doação de lâmpadas eficientes para postos de saúde, hospitais e consumidores residenciais baixa renda por modelos de LED, mais eficientes. Ao longo de um ano e meio, serão substituídas cerca de 31 mil lâmpadas de postos e unidades de saúde e mais 115 mil diretamente para a população de baixa renda. Com isso, tanto as prefeituras quanto os moradores dessas cidades poderão economizar na conta de energia e adotar hábitos mais sustentáveis.

Empresas financiam ampliação de centro de produção da vacina

Em parceria com Governo de São Paulo e o Instituto Butantan, 40 empresas do setor privado reuniram R$ 180 milhões para a ampliação do Centro Multipropósito para Produção de Vacinas (CMPV), com o objetivo de aumentar o acesso da população brasileira à Coronavac, de ter autonomia na produção e de gerar conhecimento em engenharia e atividades de bioprocesso.

A fábrica está prevista para dezembro desse ano, terá cerca de 11 mil m²  e capacidade para produção de 100 milhões de doses, por ano. Além da Coronavac, serão produzidas no local outras vacinas no pós-Covid-19, já que novas doses deverão ser tomadas para conter a disseminação do vírus.
 
Entre as empresas que doaram estão o Grupo Boticário e a RD – RaiaDrogasil. O intuito da iniciativa é diminuir a dependência da importação de matéria prima para a vacinação, produzindo em maior escala os imunizantes necessários para atender aos milhões de brasileiros.

Além de doar R$ 2 milhões para a nova fábrica, a RaiaDrogasil informou que destinou mais de R$ 25 milhões em doações ao Fundo Todo Cuidado Conta, criado pela empresa para o combate à Covid-19. As doações foram direcionadas a 51 hospitais do interior do Brasil. Os resultados da ação estão no site www.todocuidadoconta.com.br.

Em janeiro, a RaiaDrogasil também realizou uma doação de R$ 100 mil para duas instituições de Manaus, para compra de, entre outros itens, de cilindros de oxigênio e para implantação de mini usinas de produção de oxigênio.

Já o Grupo Boticário informou que assumiu também compromisso com a Federação das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Beneficentes do Estado do Paraná para doação de ﹩ 500 mil para apoio destinados à compra de equipamentos hospitalares (respiradores) e testes de Covid19. Foram doadas 120 unidades de máscaras-escudo para a iniciativa Atitude 3D.

A empresa também atuou na produção, envase e doação de 216 toneladas de itens de higiene (sabonete e álcool líquido e em gel) para pessoas em vulnerabilidade social e órgãos públicos de saúde em 23 estados, atendendo 1,2 milhão de pessoas diretamente. Além disso, aderiu aos movimentos #NãoDemita e #CompreDoBairro, entre outras iniciativas de responsabilidade social.

Siderúrgica financia reforma de clínica da família no Rio

 

Esta semana, a Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou que a siderúrgica Ternium realizará uma reforma estrutural da Clínica da Família Ernani de Paiva Ferreira Braga, em Santa Cruz, na zona oeste carioca. O espaço também será usado para controle de infectados pela Covid-19 e polo de vacinação da população da região.

A unidade de Atenção Primária tem capacidade para realizar, mensalmente, 6.300 atendimentos e tem 29.497 pessoas cadastradas, moradoras dos bairros de Santa Cruz, Paciência e Sepetiba. A empresa se comprometeu a investir R$ 2,5 milhões para a realização das obras. O início das obras está previsto para este mês de março.

As unidades básicas de saúde de Santa Cruz e região também receberam mais de 54 mil itens de proteção de individual, como máscaras, luvas, face shields e álcool em gel. A clínica da família funciona na Avenida João XXIII, s/ nº, de segunda a sexta, das 8h às 20h, e aos sábados, das 8 às 12h.

Testes e outros EPIs – A empresa informou que o investimento junto ao município no combate à Covid-19 chegou a R$ 8,5 milhões. No início de fevereiro, a Ternium fechou parceria para a doação de 10 mil testes de antígeno para detecção da Covid-19. Os testes, adquiridos do laboratório Abbott (Estados Unidos), seguem os padrões da Organização Mundial de Saúde (OMS) e os resultados são obtidos em até 20 minutos.

O primeiro lote, com 5 mil unidades, foi entregue à a Secretaria Municipal de Saúde no último dia 5. O segundo lote está sendo entregue nos próximos dias. Os kits foram encaminhados às unidades básicas de saúde de Santa Cruz. Foram doados ainda mais de R$ 5 milhões em equipamentos, ventiladores, monitores e bombas para os hospitais Pedro II e Ronaldo Gazolla, onde a Ternium ajudou a montar 25 leitos de UTI para atender a vítimas da Covid-19.

Doação de 40 mil frascos de álcool em gel para unidades do Cejam

A Dailus anunciou que acaba de realizar uma grande doação de álcool em spray para o Cejam – Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim, responsável pelo gerenciamento de serviços e unidades de saúde em parceria com o poder público e a iniciativa privada. No total, foram 40 mil frascos de álcool líquido 70%. O volume doado foi repartido entre oito pontos de apoio, todos sob gestão ou parceiros do Cejam.

Além de colaboradores e famílias atendidas pelo IRS que residem na região da baixada do Glicério – São Paulo, foram contempladas as seguintes instituições: Hospital Estadual de Francisco Morato Prof. Carlos da Silva Lacaz – Francisco Morato, Hospital Municipal Enf. Antônio Policarpo de Oliveira – Cajamar; Hospital Estadual Dr. Albano da Franca Rocha Sobrinho – Franco da Rocha; CAISM – Centro de Atenção Centro de Atenção Integrada à Saúde Mental – Franco da Rocha;  Maternidade Municipal de Peruíbe; Fundo Social de Solidariedade de Cajamar e Fundo Social de Solidariedade de Francisco Morato.

OUTRAS INICIATIVAS

Doações para vítimas de alagamentos no Estado do Acre

Desde a última semana, o Acre enfrenta uma das piores enchentes da história do estado. Já são 120 mil pessoas afetadas, em pelo menos 10 cidades. O governo decretou calamidade pública nos municípios atingidos pelas inundações causadas pela cheia dos rios. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, há mais de 4 mil famílias desalojadas, 2 mil desabrigadas e pelo menos 10 mil casas sem energia elétrica. 

Além das enchentes, o Acre sofre com uma explosão de casos de dengue e aumento no número de casos e mortes pela Covid19, provocando esgotamento no sistema público de saúde e uma crise migratória na fronteira com o Peru. Para atender à população do estado, as famílias Trajano e Garcia, controladoras do Magalu, estão doando cerca de R$ 500 mil em itens ao Governo do Acre. Mil colchões, mil travesseiros e mil pacotes de fraldas Pom Pom Jumbinho serão entregues nos próximos dias e direcionados aos órgãos de assistência humanitária locais.

Desde o início da pandemia, as famílias controladoras e a companhia estão engajadas em projetos de combate à disseminação da Covid19 no país. Já foram doados 50 milhões de reais para reduzir o impacto sanitário e econômico da pandemia. Esta verba já foi destinada para aquisição de equipamentos hospitalares, cestas básicas e apoio a projetos de suporte do ensino à distância e de combate à violência contra a mulher.  

Doação a hospital que atende crianças e adolescentes com câncer

 
A Pernambucanas participou nessa sexta-feira (26), em São Paulo, de uma cerimônia de doação de R$ 140 mil ao Hospital do GRAACC, que é referência no tratamento de crianças e adolescentes com câncer. O valor é resultado da venda dos mais de 85 mil exemplares do livro “Família é Tudo!”, lançado em outubro de 2020, em parceria com a Editora MOL.

A publicação reúne 50 frases ilustradas sobre o tema família, inspiradas nas mensagens postadas pelos colaboradores no Workplace, rede social interna da Pernambucanas, mostrando a percepção de cada um sobre o assunto. Além de incentivar e democratizar o acesso à leitura no país, a iniciativa busca destacar a diversidade das famílias, o respeito e o valor de cada relação.
 

Quilômetros de atividades físicas se convertem em doações a ONGs

Instituto Horas da Vida é a mais nova instituição social a integrar o Projeto Km Solidário, um aplicativo de atividade física que converte quilômetros percorridos em recurso financeiro para organizações de impacto no terceiro setor. Qualquer pessoa pode participar, basta fazer o download do aplicativo, selecionar o Instituto, iniciar a atividade física e clicar em concluir ao finalizar.
 
São três modalidades esportivas: corrida, caminhada e pedalada, com a possibilidade de sincronizar as atividades com o FitBit, Garmin, Polar ou Strava. O app faz o cálculo do número total de quilômetros registrados e calcula o valor arrecadado entre patrocínios e anúncios para reverter uma parte em monetização às instituições que buscam contribuir para a redução da desigualdade social e econômica.
 
É o caso do Horas da Vida, que promove a inclusão social por meio do acesso à saúde, engajando uma rede de voluntariado de profissionais de saúde que atua de forma humanizada. Idealizado pelos empresários e maratonistas André Kok e Saulo Marchi, o Km Solidário tem a missão de combater o sedentarismo e promover a inclusão ao conectar praticantes de atividade física com um propósito social.

Para mais informações acesse www.kmsolidario.com.br.
 

Grande Bazar do Bem ajuda ong de apoio à família em Campinas

Com entrada gratuita e seguindo todas as recomendações sanitárias para evitar aglomerações, a Fundação Eufraten faz, nos dias cinco e seis de março, sua primeira edição, em 2021, do Grande Bazar do Bem.  Com preços que variam de R$ 1 a R$ 30, os visitantes do Grande Bazar do Bem poderão levar para casa roupas novas e seminovas, calçados, acessórios, livros, brinquedos, objetos de decoração, utilidades domésticas e utensílios de cozinha, todos itens doados com muita qualidade pela sociedade de Campinas e região.

A Fundação Eufraten, que atua há mais de 40 anos, tem como missão promover a educação com autoconhecimento da criança, do adolescente e do grupo familiar por meio de atividades socioeducativas, utilizando o meio ambiente, a cultura e o esporte para desenvolver a inclusão social, o exercício da cidadania e a melhoria da qualidade de vida. 

Desta vez o evento será no próprio local onde a fundação atua (Avenida Engenheiro Márcio Duarte Ribeiro, 500, Jardim do Lago II, em Campinas) e o atendimento ao público começa às 9 horas e vai até às 16 horas nos dois dias,. Todos devem usar máscara durante todo o tempo de permanência no bazar. Saiba mais em  www.eufraten.org.br/

Projeto contempla organizações sociais no Nordeste

 

Para promover o protagonismo e a sustentabilidade de instituições do terceiro setor, a segunda edição do Projeto Bancorbrás Social, realizada de forma online, proporcionou um espaço de aprendizagem para 14 Organizações da Sociedade Civil (OSCs) de Fortaleza (CE) e João Pessoa (PB).

Com capacitações voltadas para a melhoria da governança, comunicação e captação de recursos, as organizações conseguiram captar mais de R$ 194 mil, conseguir 29 novas parcerias, além de propor 80 iniciativas de melhorias para as instituições e comunidade local. 

Durante quatro meses, as organizações participaram de atividades como assessoria, webinars, encontros virtuais, além de receberem o diagnóstico de maturidade organizacional.. A capacitação foi conduzida pela Phomenta, aceleradora de OSCs. As formações abordaram temas como: melhores práticas de governança, potencial de impacto social, transparência e responsabilidade financeira, práticas de captação de recursos e sustentabilidade. 

Além disso, em dezembro, as instituições participaram do “Demoday Bancorbrás Social”, evento online com o propósito de apresentar as iniciativas das organizações e selecionar um projeto para receber o capital semente no valor de R$ 10 mil. O evento contou com uma banca avaliadora composta por investidores sociais privados das regiões, gestores estratégicos e parceiros da empresa, reunindo cerca de 100 espectadores.

Com Assessorias

In the news
Leia Mais