Solidariedade: ex-pacientes apoiam mulheres com câncer na Abrapac

Criada há 21 anos no Rio, Abrapac retoma atividades parcialmente no Outubro Rosa e precisa de investidores para continuar seu trabalho

Voluntárias da Abrapac reunidas para a retomada das atividades no Outubro Rosa (Foto: Ariane Schmitz)
Abrapac promove doações de lenços e próteses para elevar autoestima de vítimas de câncer (Foto: Divulgação)

Apesar do descaso do Governo do Estado em relação ao diagnóstico precoce do câncer de mama, com a desativação do mamógrafo móvel, o Portal ViDA & Ação está encerrando a série especial de Outubro Rosa com uma boa notícia no Rio de Janeiro. A tradicional Associação Brasileira de Apoio aos Pacientes de Câncer (Abrapac) retornou suas atividades de atendimento aos pacientes com câncer.

Trata-se de um grupo formado, em sua maioria, por ex-pacientes de câncer de mama e familiares de mulheres que tiveram a doença e que, de forma voluntária, se dedicam há 22 anos a desenvolver um belo trabalho no cuidado e fortalecimento da autoestima de pacientes. Por conta da pandemia de Covid-19, elas  tiveram que paralisar as atividades, mas agora no Outubro Rosa estão retomando os trabalhos presenciais, ainda que de forma parcial.

As voluntárias atendem pacientes de quase toda a Região Metropolitana do Rio de Janeiro que chegam por meio dos hospitais públicos, como o Instituto Nacional do Câncer (Inca), Hospital Mário Kröeff, Hospital da Lagoa, que oferecem tratamento de câncer. Muitas também vêm por mídia social ou ex-pacientes que indicam para outras pessoas.

Abrapac faz doações de próteses de mama

Empréstimo de perucas é uma das atividades da Abrapac (Foto: Divulgação)

A Abrapac tem como uma de suas principais atividades empréstimo de peruca, doação de lenços, doação de sutiãs e próteses. Por mês, a média era de 100 a 200 doações de próteses de mama, feitas de painço, para utilização seca, ou de polietileno, que é para utilizar na piscina e praia.

Oferece, também, tratamento psicológico, massoterapia, auriculoterapia, além de contar com parcerias de profissionais voluntários na área de direito do paciente, nutrição, assistência social e fisioterapia oncológica. Em 21 anos já foram realizados mais de 4.000 atendimentos – . até o início da pandemia, a Abrapac atendia uma média de atendimentos diários de cinco a oito pacientes.

Apesar do importante trabalho para complementar a ação do Estado na assistência a vítimas de câncer, a OnG não possui grandes investidores ou patrocinadores e se mantém com a ajuda de voluntários e pequenos apoiadores identificados com a causa: contribuir para uma melhor qualidade de vida do paciente de câncer.

“O Estado deveria estar com mais mamógrafos, exames preventivos, diagnóstico menos demorado, mais profissionais de saúde, principalmente assistência básica, desde o início, para as mulheres terem controle e fazerem suas mamografias e seus exames de rotina”, disse a vice-presidente, Solange Oliveira, que também teve câncer de mama, assim como a atual presidente, Leda Mazzoni.

Atendimento ainda é parcial na Abrapac

No período em que manteve as portas fechadas, a associação aproveitou o momento para reformar a sede e possibilitar uma adequação do espaço para atender aos pacientes com todos os protocolos de segurança sanitária.

A reabertura para atendimento às pacientes assistidas pela Abrapac ainda é parcial, às terças-feiras e quintas-feiras, das 9h às 12h, em Todos os Santos, zona norte, obedecendo às recomendações sanitárias devido ao coronavírus.

Em 2020, a Abrapac teve que se reinventar, adaptando-se às redes sociais e atuando emergencialmente no atendimento às pacientes assistidas, como doações de cestas básicas e kits de higiene básica (álcool gel e máscara).

A Abrapac é frequentemente convidada para realizar palestras de conscientização e autoestima a pacientes em tratamento nas clínicas da família, postos médicos, empresas e universidades. Com a pandemia, os convites também se tornaram online, por meio de lives.

Abrapac promove atividades graças à ajuda de voluntários (Foto: Ariane Schmitz)

Abrapac – saiba como ajudar

A Associação Brasileira de Apoio aos Pacientes de Câncer é uma associação sem fins lucrativos, que atua há 21 anos para uma melhor qualidade de vida do paciente de câncer. Foi criada pelo advogado Sylvio Kelly (já falecido) e por Dinah Schumer e por um grupo de pessoas que, direta ou indiretamente, estiveram envolvidas com o câncer, tendo como ponto de partida suas próprias experiências.

Toda a receita é aplicada na manutenção da sede e no desenvolvimento de seus objetivos sociais. A associação, que agora está localizada no bairro de Todos os Santos, Zona Norte do Rio, vive da contribuição financeira de associados, doações e realização de bazares. Saiba como ajudar a ONG clicando aqui. 

serviço

Endereço: Rua Piauí, 250 – Casa 1 – Todos os Santos, Rio de Janeiro – RJ, 20770-130

Contato: (21) 2223-1600 Whatsapp (21) 99815-0558

Site: http://www.abrapac.org.br/

Facebook: https://www.facebook.com/abrapac.apoioaospacientes

Instagram: @abrapac.apoioaospacientes

Por Favor, Compartilhe!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

In the news
Leia Mais