Suicídio, saúde mental e isolamento social em pauta

Série de encontros do Sesc São Paulo é destaque na Agenda Positiva da semana. Veja ainda lives para profissionais de saúde e cursos gratuitos de capacitação

Redação

O mês é marcado em todo o país pela campanha “Setembro Amarelo”, que tem foco na prevenção e combate ao suicídio. Por isso, o primeiro encontro da série Ideias #EmCasaComSesc nesta terça-feira (8), será “Suicídio, Saúde Mental e Isolamento Social”. Serão debatidos os fatores sociais e psicológicos facilitadores do suicídio, os grupos mais vulneráveis e as formas de preveni-lo, como lidar com os sobreviventes e como abordar um assunto ainda tabu em nossa sociedade, bem como os impactos do isolamento social e de outros efeitos da pandemia de Covid-19 na saúde mental.

A mesa contará com a presença de José Manoel Bertolote, médico especialista em Psiquiatria e em dependência química e ex-Coordenador de Controle de Transtornos Mentais da OMS, e Karen Scavacini, psicóloga e Fundadora do Instituto Vita Alere de Prevenção e Posvenção do Suicídio, além da mediação e apresentação de Danilo Cymrot, doutor em Criminologia pela USP e pesquisador do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc. Sempre às 16h, as conferências acontecem pelo canal do YouTube do Sesc São Paulo, com participação do público e tradução simultânea para a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

A quinta-feira (10/9) traz o bate-papo “Visões da distopia: saúde e teatro no pós-Covid-19”, que reúne uma atriz e uma pneumologista, com o objetivo de discutir o futuro das artes performáticas num mundo que possivelmente conviverá com recorrentes epidemias, impondo o afastamento físico e o intermitente esvaziamento das salas de cinema, de teatro e de concerto. Esta mesa compõe o projeto “Pandemia: passado, presente, futuro”, que propõe diálogos entre áreas do conhecimento que parecem distantes nas discussões sobre a Covid-19.

O encontro terá a presença de Georgette Fadel, atriz e diretora , ganhadora do Prêmio Shell 2007 por “Gota d’água, um breviário”, e Margareth Dalcolmo, doutora em pneumologia pela USP e pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz, com a mediação de Marco Akerman, médico e professor da USP e a apresentação de Jair de Souza Moreira Júnior, pesquisador do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc SP.

A construção social da periferia e como a saúde historicamente influenciou na migração e segregação de classes específicas serão assuntos abordados no encontro de sexta-feira (11/9), que leva o título de “A história das desigualdades: construções geográficas e sociais”. A mesa contará com a presença de André Motta, historiador, professor livre-docente da Faculdade de Medicina da USP, e Elânia Francisca, psicóloga, especialista em Gênero e Sexualidade e mestra em Educação Sexual, com apresentação de Vicente Martino, assistente técnico da Gerência de Saúde e Odontologia do Sesc SP.

Fechando a programação da semana da série Ideias #EmCasaComSesc, no sábado (12/9), acontece o debate “Pandemia, história e cultura escrita”, que fará uma reflexão sobre como a história pode nos ajudar a entender o momento pandêmico atual. Devemos pensar que os comportamentos excepcionais impostos pela Covid-19 se tornarão práticas normais? Uma nova cultura que transformou, durante a crise, as relações mais essenciais de cada indivíduo com o cotidiano, o trabalho e a morte.

A mesa será composta por Roger Chartier, historiador, professor do Collège de France, de Paris e Marta Colabone, historiadora, psicanalista e gerente de estudos e desenvolvimento do Sesc São Paulo, com a apresentação de Emily Fonseca, historiadora e pesquisadora do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc SP, que conduzirá o encontro no formato de entrevista.

Live aborda resultados de pesquisa e troca experiências sobre Covid-19

Além dos atendimentos diários, especialistas da área da saúde e pesquisadores estão concentrando esforços para trocar informações e experiências sobre a Covid-19. Entender a doença, possíveis sequelas e identificar os protocolos mais indicados para cada caso são alguns desafios. No dia 10 de setembro, profissionais que estão dedicados a uma ampla pesquisa sobre o comportamento do Coronavírus vão participar de uma live para compartilhar os resultados obtidos ao longo dos últimos meses.

As pesquisas, que começaram em março, foram desenvolvidas pelo Centro de Ensino, Pesquisa e Inovação do Hospital Universitário Cajuru e Hospital Marcelino Champagnat (CEPI) com foco no entendimento da evolução da doença, efeitos em diferentes grupos de pacientes e possíveis sequelas entre 450 pacientes.

O grupo que participa dos estudos é formado atualmente por 25 profissionais de saúde e pesquisadores dos hospitais Marcelino Champagnat, Cajuru e da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Além da coordenadora do projeto e do CEPI, Cristina Pellegrino Baena, participarão o médico nefrologista do Hospital Marcelino Champagnat, Rafael Weissheimer, o médico infectologista do Hospital Cajuru, Felipe Tuon, e a professora da PUCPR, Andréa Moreno. 

Profissionais da área da saúde podem pedir acesso à live pelo e-mail cepi@hospitalmarcelino.com.br. Outras informações: (41) 3087-7929. 

Live debate efeitos das mudanças climáticas na saúde das pessoas

No ar desde agosto, o programa Conectados pela Saúde, desenvolvido pela Central Nacional Unimed, apresenta uma série de discussões online sobre assuntos que estão em pauta e relacionados à Covid-19. Nesta quinta-feira (10) serão abordados os reflexos das mudanças climáticas na saúde das pessoas e o que devemos esperar da relação entre pacientes e profissionais da saúde no mundo pós Covid-19.

Participação de Felix Scott, diretor geral da Sanofi, o cardiologista Daniel Alburque, superintendente de Provimento à Saúde e diretor da PhD Consult, e Marcelo Abrantes Linguitte, engenheiro civil e head de Parcerias Estratégicas e Mobilização de Recursos do Pacto Global.

Os encontros acontecem semanalmente às 17 horas e são mediados pelo jornalista e apresentador Fernando Rocha, além de contarem com convidados especializados. No dia 3, o tema foi o retorno das atividades escolares e o impacto na saúde e vida das crianças.

Série de lives para profissionais da Enfermagem

A pandemia reforçou a importância dos profissionais de enfermagem para manter o bom funcionamento do sistema de saúde. Durante a crise da Covid-19, eles têm sido os responsáveis por salvar centenas de vidas em conjunto com as equipes médicas. Atualmente são 2,3 milhões de profissionais dessa área – entre enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem – atuando no Brasil, de acordo com o Conselho Federal de Enfermagem.

Pensando neles e em como colaborar para a melhora de seus processos e conhecimentos, a Elsevier criou uma série de lives focadas nas equipes de enfermagem. Para contribuir com as discussões, foram convidados profissionais de referência na área que irão abordar assuntos relevantes para a prática da profissão.

No dia 10, às 19h, será a vez de Jacque Torres, enfermeira obstétrica e doutora em Epidemiologia em Saúde Pública pela Fiocruz considerada Top Voices da Saúde 2020 pelo Linkedin, e Vanessa Guarise apresentarem o tema “Entendendo a concepção de tecnologia no cuidado do paciente”. Às 19h, no dia 17/09, Elizabete Mitsue, graduada em enfermagem e doutoranda pela Escola de Enfermagem da USP, responsável por gerenciar a implantação e o monitoramento do Hospital de Campanha do Anhembi, e Vanessa Guarise falam sobre “Pós-pandemia: mudanças urgentes e necessárias”.

Para finalizar, no dia 24/09, às 19h, Vitor Liberatori, Gerente sênior de produtos da Elsevier, e Vanessa Guarise apresentam “Como as plataformas digitais podem ser benéficas para o time de enfermagem”. Todas as lives serão realizadas pelo Instagram da Elsevier. Para assisti-las basta entrar no perfil da empresa no dia e horário marcado: http://www.instagram.com/elsevierbrasil/

A primeira live aconteceu dia 3, com o tema “Como as plataformas de decisão clínica apoiam os enfermeiros na tomada de decisão”, apresentado por Faila Pereira, enfermeira registrada no Brasil e nos EUA e mestre em Tecnologia pela Escola Bahiana de Medicina, e Vanessa Guarise, Gestora de conteúdo da Elsevier, graduada em enfermagem e doutoranda em Ciências da Saúde pela Unifesp.

Contaminação de alimentos e embalagens por coronavírus é tema de webinar gratuito dia 17

Para esclarecer os consumidores sobre a transmissão do coronavírus via alimentos ou suas embalagens, o Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, oferece um webinar gratuito no próximo dia 17, às 17 horas, com inscrições abertas até o preenchimento das 500 vagas no site http://www.ital.agricultura.sp.gov.br.

O evento on-line terá como palestrantes dois pesquisadores do Centro de Tecnologia de Embalagem (Cetea) do Ital, abordando a viabilidade do SARS-CoV-2, o novo coronavírus, em diferentes superfícies, design das embalagens pós-pandemia, algumas tendências de mercado e aspectos da sustentabilidade como o afrouxamento de medidas restritivas de plásticos descartáveis e a interrupção da cadeia de reciclagem.

“A persistência do vírus em superfícies inanimadas depende de diversos fatores como temperatura, umidade relativa, radiação solar, natureza da superfície e carga viral”, comenta Gustavo Moraes, bacharel e mestre em Química, que falará sobre contaminação e demandas e oportunidades do mercado. Já Leda Coltro, bacharel em Química, mestre e doutora em Físico-Química, apresentará o efeito da pandemia em relação à economia circular. “Muitos consumidores se sentem seguros consumindo produtos embalados”, lembra.

Centro universitário oferece 19 cursos gratuitos

Para profissionais de saúde e de serviços essenciais que estão na linha de frente no combate a Covid-19 ou em isolamento social, o Centro Universitário Internacional Uninter, em parceria com o Instituto Wilson Picler, criou 19 cursos gratuitos, abertos ao público e de fácil acesso para todo o Brasil. A lista completa com os 18 cursos e as inscrições estão neste link https://www.uninter.com/extensao/gratuitos/.

São oferecidos os cursos de Emergências Respiratórias, Bases Legais do SUS, Boas Práticas no Atendimento Farmacêutico, Manipulação de Alimentos e Prevenção e Convivência com o novo coronavírus. Os pais que estão trabalhando em home office e estão sem ideias de como distrair os filhos, podem se inscrever no de Jogos e Brincadeiras na alfabetização ou ainda no de Contação de histórias. Empresários e empreendedores também têm opções e podem aprender tudo sobre Técnicas de Negociação e Segurança Executiva.

O centro universitário oferece ainda um curso preparatório online e gratuito com mais de 200 horas de conteúdo. Além das 345 aulas gravadas, os alunos terão acesso a 40 aulas inéditas, ao vivo, com os assuntos atuais e pertinentes que podem estar presentes na prova. A plataforma digital disponibiliza conteúdo das últimas edições do exame, exercícios inéditos, simulados, aulões ao vivo sobre redação e materiais complementares ao estudo. Para fazer a inscrição basta acessar o site www.uninter.com/enem/.

Firjan Senai abre 4.500 vagas gratuitas em cursos a distância

Firjan SENAI oferece 4.500 vagas gratuitas para cursos da modalidade qualificação profissional a distância em todo o estado do Rio. As oportunidades estão divididas em dois editais: 2.500 para o público em geral e 2.000 destinadas exclusivamente a trabalhadores e ex-trabalhadores da indústria e seus dependentes. As inscrições devem ser realizadas até o dia 13 de setembro, no site www.firjansenai.com.br/vagasgratuitas.

São 23 títulos, com carga horária entre 160 e 260 horas, e o início das aulas será a partir do dia 15/09. As oportunidades são para diversas áreas, como Mecânico de Refrigeração e Climatização Residencial; Editor de Vídeos; Editor de Projeto Visual Gráfico; Supervisor de Confecção; Administrador de Banco de Dados; e Mantenedor e Controler de Plantas Industriais.

Para se inscrever, o candidato deve possuir renda familiar mensal per capita de no máximo 1,5 salário mínimo federal, pré-requisitos de idade e escolaridade de cada título, entre outros. Além de toda a documentação necessária que os dois editais exigem, como identidade, CPF e comprovante de residência (relação completa nos editais), para as vagas destinadas aos trabalhadores e ex-trabalhadores da indústria e seus dependentes é preciso apresentar comprovante com vínculo de até 3 anos antes da data de publicação do edital (carteira de trabalho ou contracheque original do responsável).

Não haverá prova de seleção. As vagas serão preenchidas por ordem de inscrição, considerando o número de vagas divulgado no edital, e nesse momento o candidato deverá anexar os documentos exigidos. Depois disso, a Firjan Senai irá realizar conferência da documentação e, se estiver tudo certo, efetivará a matrícula do estudante no curso pretendido. O edital completo, com toda a documentação necessária, está disponível no site: www.firjansenai.com.br/vagasgratuitas . Mais informações também podem ser obtidas através do telefone 0800 0231 231.

Consulta pública sobre condutas para evitar transmissão vertical de HIV, sífilis e hepatite

A atualização do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas de Prevenção da Transmissão Vertical do HIV, Sífilis e Hepatites Virais está disponível para consulta pública até dia 8 de setembro no Portal da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec).

Elaborada pelo Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis, do Ministério da Saúde (DCCI), a Consulta Pública Nº 42 trata do cuidado da gestante, da criança exposta e da (s) parceria(s) sexual (is) que vivam e/ou convivam com esses agravos.

As recomendações contidas nesse Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas balizam as condutas dos profissionais de saúde, dos gestores que organizam a rede de serviços com o objetivo de eliminar a transmissão vertical do HIV e diminuir as transmissões verticais de sífilis e hepatites.

O formulário está disponível para participação até 8 de setembro em http://conitec.gov.br/consultas-publicas

Com Assessorias