Uma maratona de solidariedade para doação de sangue

Hemorio montou um posto volante para coleta de sangue na área próxima ao Boulevard Olímpico, na Região Portuária
Hemorio montou um posto volante para coleta de sangue na área próxima ao Boulevard Olímpico, na Região Portuária

Há quatro anos, o ex-militar carioca Mizael Carvalho corre atrás de oportunidades de ajudar outras pessoas em atividades sociais. “Deixei tudo porque queria encontrar oportunidades de fazer o bem, e em troca ganhei muito, como conhecer gente nova, outros lugares… E agora, estou feliz por poder fazer o que gosto em minha cidade”, conta. Ele é um dos voluntários que participa do  Circuito dos Campeões, aberto neste sábado, 13, no Rio de Janeiro, e que deve receber 800 voluntários de toda a América do Sul ao longo desta semana.

Entre as atividades, está a doação de sangue, para aumentar a coleta, que está 50% menor do que a necessidade diária neste período de Olimpíada. Na manhã desta segunda-feira (15), além de dar a largada para o mutirão de doação de sangue, haverá Feiras de Saúde em 12 pontos do Rio, para oferecer atendimento gratuito à comunidade. Até sexta-feira, cem jovens a cada dia irão ao Hemorio para doar sangue.

Coleta no Boulevard Olímpico

Até sábado, dia 20, é possível também doar sangue na unidade móvel do Hemorio montada nas proximidades do Boulevard Olímpico, no Porto Maravilha, na antiga Zona Portuária do Rio.  A iniciativa conta com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde do Rio e visa à manutenção dos estoques de sangue para garantir o atendimento e a distribuição de sangue para mais de 150 unidades de saúde em todo o estado.

“As doações de sangue precisam ser mantidas durante o período olímpico e é importante que elas sejam feitas de maneira frequente. Para a obtenção de concentrados de plaquetas, componente que é preparado a partir dessas doações e que só têm validade de cinco dias, necessitamos desse fluxo constante, principalmente em períodos de grandes eventos, como o que estamos vivendo agora”, explica Luiz Amorim, diretor do Hemorio.

Com capacidade para realizar entre 80 e 100 cadastros por dia, o posto volante funciona entre 10h e 16h e  e estará estacionado na Rua Antonio Lage, próximo ao Espaço Rio de Janeiro e à NBA House, atrações do Boulevard.

O ônibus é estampado com a imagem do embaixador mundial da campanha #BeThe1, o jogador da seleção portuguesa de futebol Cristiano Ronaldo, que já se declarou doador. Idealizada pela Abbott com apoio da Pró-Vita, a iniciativa busca incentivar a doação de sangue no mundo inteiro. Unidades de coleta móvel também estarão em outros pontos da cidade ao longo do período dos Jogos Olímpicos. A programação completa  está disponível no site www.hemorio.rj.gov.br.

Circuito dos Campeões

Abrigados em escolas da cidade, os jovens inscritos no projeto Circuito dos Campões têm desafios diários para beneficiar a comunidade. No domingo, o primeiro dia de ações, o meio ambiente foi o foco, com uma campanha de incentivo à coleta de lixo no Aterro do Flamengo, durante a prova final da Maratona Feminina.

De acordo com Carlos Campitelli, organizador do Circuito de Campeões, a ideia é mostrar que fazer voluntariado traz muitos ganhos, como a possibilidade de estar no Rio vivenciando o clima olímpico, conhecer um país diferente – no caso dos hispanos que estão por aqui-, fazer novos amigos, melhorar o currículo – visto que muitas empresas priorizam quem tem este tipo de histórico-, e ainda ter a oportunidade de transformar a vida de alguém.

“Quem participa de um projeto como este, volta para a sua cidade diferente. Por ser um projeto feito com jovens, o resultado do uso desta força vai ser potencializado muitas vezes”, garante Campitelli. O Circuito de Campeões é organizado pela Igreja Adventista do Sétimo Dia, que tem vários projetos de voluntariado em todo o mundo.

Informações ao doador

Para doar sangue, basta estar em bom estado de saúde, ter entre 18 e 69 de idade e pesar mais de cinquenta quilos. Não é necessário estar em jejum, mas é aconselhável evitar alimentos gordurosos quatro horas e bebidas alcoólicas 12 horas antes. Jovens de 16 e 17 anos podem doar com a autorização dos pais, que pode ser obtida no site do Hemorio (www.hemorio.rj.gov.br). Quem fez tatuagem recentemente deve esperar seis meses para doar. 

O salão de doadores do Hemorio funcionará normalmente, de segunda a domingo, entre 7h e 18h. As únicas exceções serão os domingos – dias 14 e 21 de agosto – quando o salão não será aberto devido ao fechamento das ruas do entorno por conta das provas de maratonas masculina e feminina dos Jogos Olímpicos. O hemocentro fica na Rua Frei Caneca, 8, no Centro do Rio.

Outras informações podem ser obtidas pelo Disque Sangue 0800 282 0708.

 

 

1 Comment
  1. Antonio goncalves 3 anos ago
    Reply

    Gostaria de coletar sangue próximo à minha igreja em jacarepagua taquara rj rua oriento novo 36 meu telefone 994316369 whatsap.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

In the news
Leia Mais