Vinho pode manchar e causar danos aos dentes

Rosayne Macedo
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Inverno pede aquele fondue acompanhado de um bom vinho… A bebida é a queridinha da estação e está presente até mesmo em tratamentos estéticos, como o Spa de Vinhos oferecido pela Flor da Pele, clínica de estética na Tijuca (veja aqui). Mas quem consome vinho com uma certa frequência está no grupo de risco para sofrer desgaste dos dentes, concluiu pesquisa feita pela Universidade de Adelaide e publicada no Australian Dental Journal. O estudo revelou que a desmineralização ocorre nos primeiros 10 minutos após o esmalte ter sido exposto aos ácidos orgânicos da bebida.

A acidez do vinho pode ser comparada com a da maioria dos refrigerantes, ficando com valores de pH entre 3 e 4, devido à sua alta concentração de ácidos orgânicos, são relatados para serem a principal causa do aumento do desgaste dos dentes ao redor do globo, especialmente entre as crianças. Basta uma pequena quantidade para o sorriso ficar manchado. “O problema, porém, some após a escovação, desde que a saúde bucal esteja em dia”, esclarece Mário Groisman, membro da Associação Brasileira de Odontologia e da Academia Americana de Periodontia.

A pigmentação escura de chás, cappuccino e docinhos também muito consumidos na estação mancha os dentes e pode comprometer tratamentos para clarear o sorriso. Mas isso não quer dizer que será preciso abrir mão da comida típica do inverno. Normalmente, os pigmentos de bebidas e alimentos causam as manchas que são superficiais e que saem com escovação ou limpeza no dentista. Já nos casos de manchas mais profundas, há um processo de alteração da estrutura da dentina e/ou esmalte que necessitam de um tratamento mais detalhado, como o clareamento, por exemplo..

Segundo o dentista Mario Groisman, mestre em Ciências Dentais pela Universidade de Lund, na Suécia, para evitar os germes, o ideal é escovar os após cada refeição, e utilizar o fio dental. O especialista afirma ainda que a boa limpeza exige o uso de pastas com flúor, que, ao se unirem com o cálcio dentário, fortalecem a região dentária e previnem de micro-organismos. “É importante também utilizar fio dental, porque somente ele consegue retirar as impurezas entre os dentes, onde normalmente surge a maioria das doenças bucais. É fundamental um cuidado redobrado com esses alimentos no inverno”, explica.

Ele explica que a grande causa de manchas é a perda de mineiras que danifica o esmalte, barreira de proteção do dente, tornando-o mais poroso, assim, a pigmentação pode aderir ainda mais e manchar os dentes. “A prevenção é a melhor arma contra dentes manchados, para isso é importante fazer bochecho, escovar os dentes sempre e visitar o dentista de 6 em 6 meses”, destaca.

Outra pesquisa recente também mostrou que apenas uma taça de vinho ou outra bebida alcoólica ao dia pode aumentar os riscos de desenvolver câncer de mama.  O estudo do Instituto Americano para Pesquisa de Câncer (AICR, na sigla em inglês) e do Fundo Mundial para Pesquisa de Câncer (WCRF, na sigla em inglês) encontrou fortes indícios de que beber o equivalente a um pequeno copo de vinho ou de cerveja por dia aumenta o risco de câncer de mama pré-menopáusico em 5% e o risco de câncer de mama pós-menopausa em 9%. Os pesquisadores revisaram 119 estudos, incluindo dados de 12 milhões de mulheres e 260 mil casos de câncer de mama.

Da Redação, com assessorias

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.