Volta às aulas sem traumas: como preparar o seu filho

Recreador dá dicas para tornar a fase de retomada dos estudos menos traumática para as crianças, principalmente para aquelas que sofrem de ansiedade

Redação

Acordar e dormir cedo, realizar as refeições no horário correto e reservar um tempo para as tarefas de casa não precisam ser difíceis. Tanto as crianças quanto os pais devem voltar para o ritmo das atividades do dia a dia, readaptando o seu relógio biológico. Com algumas dicas é possível organizar melhor o retorno da criança à escola e ajudar toda a família a entrar no ritmo novamente.

Para o recreador William Cury, pais e filhos podem voltar a rotina de uma forma leve e gostosa.

Muitos pais se preocupam na volta às aulas. Não sabem por onde começar a colocar as crianças novamente no ritmo das aulas. É muito importante as crianças entenderem que ritmo das férias está acabando, e que irá começar o ano letivo. E para isso algumas dicas de atividades para você fazer com a sua criança, e garantir um excelente recomeço de ano”, afirma.

 

Preparando o emocional do seu filho

Muitas vezes a volta às aulas pode ser algo que envolve muitos sentimentos como, ansiedade, insegurança, alegria, saudades, carinho, medo e mais um montão de outros. Como fazer para lidar com essas emoções que em muitas vezes vem misturadas e no fim das contas atrapalham no rendimento em sala de aula e na vida social com os colegas e os professores?

O especialista dá algumas dicas de atividades para preparar o emocional do seu filho para que ele consiga separar e distinguir essas emoções. Assim ficará mais fácil você e ele lidarem com elas.

  • Como identificar as emoções

Você só vai precisar de uma folha de papel e lápis colorido. Aproveita o material escolar novo, pega uma folha de papel e a caixinha de lápis de cor e pergunte para seu filho como foi as ferias dele. Estimule ele a relembrar como foi o dia de hoje, como foram os dias anteriores até ele chegar no primeiro dia das ferias. Busque com riqueza de detalhes, cores, cheiros, pessoas, lugares, sentimentos e sensações.

Procure estimular ele a falar evitando nesse primeiro momento interferir, para que ele fale no olhar dele. Quando ele terminar, você pode ressaltar momentos mais significativos que ele falou e colocar mais alguns detalhes caso você também saiba quais são (ex: Quando foi no parque, Quando foi visitar a Vovó, Quando foi Viajar…)

Depois de relembrar as férias peça para ele fazer um desenho de como foi as ferias e colocar todos os detalhes. Pode ser tudo em uma folha só ou cada momento em várias folhas, o importante é fazer o desenho.

Depois faça a mesma coisa, só que com a lembrança de como era a antiga sala de aula dele. Da mesma maneira que foi feito como desenho das férias. Peça para ele fazer com riqueza de detalhes o desenho, como era sala de aula, o pátio da escola, os colegas do ano passado, a lanchonete, enfim todos os detalhes que ele lembrar.

Agora coloque todos os desenhos na frente dele e peça para ele contar toda a história que ele desenhou para você, desde o fim das aulas, o início das férias até o memento que vocês estão.

E por fim peça para ele fazer um desenho de como ele imagina que será o inicio das aulas que estão por vir, utilizando a mesma riqueza de detalhes que ele havia colocado nos outros desenhos. Como ele imagina que vai se sentir, como ele imagina que serão os novos amigos, como ele imagina que estarão os amigos que irão continuar, como ele imagina que vai se sentir na sala de aula, como será a nova professora… IMPORTANTE, sempre colocando coisas que são POSITIVAS para ele.

Isso fará com que ele entenda todo o processo que ele passou e vai passar. E no final pergunte para ele como ele “sabendo disso tudo como você acha que vai ser seu primeiro dia de aula”.

Coisas importantes que devemos ressaltar

1 – Você pode fazer esse exercício com crianças de qualquer faixa etária, é apenas ajustar o linguajar para a idade da criança que está fazendo.

2 – É muito importante evidenciar as lembranças positivas. Se caso apareça alguma negativa, procure entender o motivo e traga um significado positivo ou aprendizado.

3 – E o mais IMPORTANTE. Na hora de desenhar, imaginar, e sentir, faça junto com ele, viva a atividade faça seu desenho no seu ponto de vista das férias SE DIVIRTA!

A magia do material escolar

O material escolar irá acompanhar os filhos durante todo o ano e muitas crianças amam esse momento de comprar o material escolar, mas muitos pais, por dificuldades de lidar com toda essa vontade de querer TUDO o que tem de mais legal, e mais caro, na loja não levam seus filhos para o momento das compras.

A primeira dica sobre o material escolar é fazer pequenos acordos do que vocês irão comprar, de quanto vocês podem gastar e conscientizar seu filho de que vocês devem comprar tudo o que deve ser comprado e que ele pode escolher alguns itens de acordo com o gosto dele, mas que outros itens vocês irão escolher juntos. Essa é uma excelente oportunidade para iniciar uma conscientização financeira.

Ok. Entendo que sua vida está bem corrida com o dia dia frenético em que vivemos e você não conseguiu levar seu filho para comprar o material escolar, você aproveitou que a papelaria estava no caminho de casa e já comprou tudo o que tem na lista. Sem problemas, aqui vai mais uma dica que irá aumentar a concentração do seu filho durante os primeiros dias de aula.

Tudo o que você comprou é novidade para seu filho, separe um momento do seu dia, para vocês juntos desenvolverem atividades com esse material novo. Procure utilizar tudo o que você comprou em uma grande atividade, ou um pouquinho de cada coisa em pequenas atividades, isso irá fazer com que ele entenda melhor o que ele está levando, para que serve cada coisa e como usar cada uma delas. Essas pequenas ações farão com que seu filho se concentre muito mais nos primeiros dias de aula ao invés de ficar se distraindo com cada novidade que ele tira da mochila.

E por falar em mochila. Aproveita que é tudo novinho e que nada tem nome ainda e junto com seu filho coloque nome em cada material, organize com ele a mochila, assim ficará muito mais fácil para ele encontrar o material necessário, além de melhorar o senso de organização e responsabilidade com seus pertences.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.