Zumbido no ouvido, problema que atinge 40 milhões de brasileiros

Campanha Novembro Laranja alerta para problemas desconhecidos da parte interna do ouvido

Rosayne Macedo

zumbido

Zumbido, tontura, hipersensibilidade (intolerância a sons) e perda auditiva são sintomas dos ouvidos mais vulneráveis. As várias causas precisam de investigação correta para serem descobertas. Tratar esses sintomas precocemente pode fazer a diferença na recuperação do ouvido. Essas são as premissas básicas divulgadas pela Campanha Nacional de Alerta ao Zumbido (Novembro Laranja), um movimento para popularizar problemas desconhecidos da parte interna do ouvido.

“Queremos que você dê uma paradinha rápida nos nossos pontos de atendimento móvel para examinar alguns problemas da parte mais externa do ouvido”, afirma a médica Tanit Ganz Sanchez, que criou a campanha em 2006. Ações voluntárias de divulgação do assunto, como a Blitz do Ouvido, uma “operação relâmpago”, ocorrem durante todo o mês de novembro, período que inclui o Dia Nacional de Conscientização do Zumbido (11 de novembro). Recentemente, a campanha recebeu o apelido de Novembro Laranja e passou a ser promovida pelo Instituto Ganz Sanchez (www.institutoganzsanchez.com.br).

O canal da Dra. Patrícia Mano no Youtube traz um vídeo com esta temática, com a participação do Max Vianna, filho do Djavan, pois muitas pessoas com zumbido e perda auditiva têm dificuldade em explicar aos seus familiares e amigos como eles percebem o mundo, e o quanto isso pode ser desconfortável. Esse vídeo idealizado em parceria com o produtor musical, cantor, compositor, Max Viana, e ajuda a entender como tais situações podem afetar a percepção de situações do cotidiano, como ouvir uma música por exemplo.

https://www.youtube.com/watch?v=GN8bH6a_QeE

1 – O que é o zumbido?

É um som que as pessoas escutam no ouvido ou na cabeça, especialmente no silêncio (apito, chiado, cigarra etc). Algumas só o ouvem se prestarem atenção; outras o percebem o dia todo.

2 – É comum ter zumbido? 

Sim, cada vez mais! O zumbido aumentou de 15% para 24% na população; muito mais do que a asma, diabetes, surdez, cegueira ou Alzheimer… e o pior: muita gente ainda não ouviu falar disso!

3 – Os jovens também têm zumbido? 

Pesquisas mostram que 31% de crianças e 54% de adolescentes pesquisados têm zumbido, ou seja, mais do que a população geral! Só que, diferente dos adultos e idosos, o zumbido dos jovens começa ANTES de uma perda auditiva aparecer. Esses ouvidos podem ser mais sensíveis a novas lesões, por isso requerem mais cuidado.

4 – O que pode causar o zumbido? 

Ele é um “sinal de alerta”: em adultos e idosos, geralmente é consequência de perda auditiva (mesmo que discreta). Nas crianças e adolescentes, ele aparece antes. Várias causas de zumbido já são conhecidas (algumas até são fáceis de tratar) e uma única pessoa pode ter várias delas associadas. O Novembro Laranja reforça as causas que mais podemos prevenir: a exposição a sons altos (baladas, fones de ouvido, trios elétricos, torcidas com rojões/apitos), os erros alimentares (jejum prolongado, abuso de cafeína, doces e gorduras) e o estresse.

5 – O que acontece com quem tem zumbido? 

Alguns têm dificuldade para dormir e se concentrar no trabalho/leitura, limitação da vida social, além de ansiedade ou depressão. Os outros não costumam se importar.

1 Comment
  1. labirintite 4 meses ago
    Reply

    Amei esse site. Muito conteúdo de qualidade. Abraço e sucesso

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.