Como o uso de tecnologia leve pode melhorar a relação médico-paciente

Seminário gratuito e online debate recursos para melhorar a atenção integral ao paciente.

Um seminário online gratuito para profissionais de saúde, que acontece entre esta segunda até o dia 21, promove um amplo debate sobre uso de tecnologia leve para maior adesão de tratamentos, melhor relação médico-paciente e redução de custos. Tecnologias leves são as chamadas tecnologias das relações humanas e, na saúde, aparecem por meio da escuta qualificada, acolhimento, produção de vínculo, humanização e empatia.

Além da tecnologia leve como inovação e o uso da tecnologia na humanização do cuidado, o 11º Seminário Unidas – Atenção Integral à Saúde traz painéis que vão abordar temas como a interface entre os níveis de atenção primária, secundária, terciária e quaternária, bem como a gestão de saúde corporativa no cuidado da saúde integral.

A palestra magna do consultor em Saúde Pública Eugênio Vilaça abre o evento. Ele mostrará como a pandemia de Covid-19 impactou áreas diversas, contudo, obviamente, em maior grau a área da saúde. “A questão é que os desafios impostos pelo cenário encontraram sistemas de atenção à saúde em crise, fragmentados e desorganizados, o que dificultou o enfrentamento da doença. Existe a necessidade de integrar, coordenar e organizar os sistemas de atenção primária à saúde”, disse ele.

Devido à pandemia da Covid-19, o tradicional evento acontece pela primeira vez de forma virtual, seguindo todas as orientações dos órgãos de saúde nacionais e internacionais. Além disso, neste ano, todos os gestores e membros das filiadas à Unidas têm passaporte gratuito para o evento, que acontece entre os dias 17 e 21 de agosto. As inscrições para o evento estão abertas. Mais informações no hotsite.

Evento online debate vacinação em tempos de pandemia

Com o objetivo de discutir temas importantes referentes à vacinação, como a situação atual das coberturas vacinais no país, imunização com segurança em tempos de pandemia e a experiência com a vacinação contra a doença meningocócica no Programa Nacional de Imunizações (PNI), a farmacêutica GSK e instituições de referência em imunização promove mais um evento online exclusivamente para médicos, enfermeiros e outros profissionais da área da saúde.

A live vai comemorar os 113 anos da Fundação Ezequiel Dias (Funed). Juntas, GSK e Funed irão abordar lições aprendidas nas salas de vacinação nestes 10 anos de experiência com a vacinação contra a doença meningocócica no Programa Nacional de Imunizações (PNI), ações efetivas para melhorar o cumprimento e adesão aos esquemas vacinais e diferenças entre os calendários de vacinação brasileiros.

O evento online será no dia 19, às 10h, e contará com a participação de Shirley Lima, gerente do projeto de transferência da vacina MenC conjugada da Funed; Jessé Alves, gerente médico de Vacinas da GSK Brasil; José Geraldo Leite, pediatra e epidemiologista; e Josianne Gusmão, coordenadora estadual do Programa de Imunizações em Minas Gerais.

A transmissão ao vivo ocorrerá pelo site da GSK. Para ter acesso, os profissionais da área da saúde precisam preencher os campos com “Nome”, “UF + Nº do Registro Profissional” e “e-mail”. Para acessar a programação completa, basta clicar no link .

Live sobre saúde e economia

A Unicred Integração e a Bateleur realizam, no dia 18 de agosto, às 19h30min, a live “Saúde e Negócios: Impactos da Covid-19 e Perspectivas no Setor da Saúde”. O encontro, via Instagram, reunirá o sócio da Bateleur e especialista no setor, Marcelo Sanvitto, e o presidente da cooperativa, Dr. Antonio Cesar de Oliveira Cé. A live pode ser acessada pelo perfil @unicredintegracao. O encontro vai abordar os principais pontos do Relatório Setorial da Saúde recentemente divulgado pela Bateleur. 

Assinado por Sanvitto, o estudo indica um alto potencial de crescimento do setor no pós-pandemia e aponta algumas perspectivas de futuro. Entre elas, estão a adoção de novos hábitos em relação à prevenção de doenças, a ampliação da telemedicina e a utilização da e-health como forma de integrar os dados e o histórico dos pacientes em uma plataforma única.

Além disso, o relatório também revela a perspectiva de reorganização do mercado da saúde a partir de movimentos de consolidação e verticalização, bem como da implementação de novas alternativas de serviços como, por exemplo, as clínicas populares, que surgem como opção para a demanda de baixa complexidade.

Com Assessorias

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

In the news
Leia Mais