Alimentação correta pode ajudar a prevenir o câncer

Rosayne Macedo
Alimentação saudável é um dos principais cuidados para a prevenção de câncer
Pesquisas indicam que um terço dos casos de câncer têm relação com alimentação e obesidade
Pesquisas indicam que um terço dos casos de câncer têm relação com alimentação e obesidade

Você sabia que 35% dos casos de câncer estão relacionados à alimentação? De acordo com pesquisas do Centro de Combate ao Câncer, um terço dos casos da doença tem relação com a alimentação e o sedentarismo. A má nutrição é a segunda causa mais comum da doença, atrás apenas do tabagismo. Oncologistas apontam que o peso acima do ideal pode ser um risco para o desenvolvimento de alguns tipos da doença.

“Alimentos industrializados são prejudiciais à saúde por possuírem altos níveis de nitratos e nitritos, que conservam o sabor de alimentos processados, a exemplo de salsicha e bacon. O grande consumo de sal também é associado a esse mal”, destaca Marcela Gattaz, nutricionista da rede de franquias de alimentação saudável Light Food Way, que se prepara para abrir uma unidade em Niterói (RJ).

Para Maria Eduarda Leão Diogenes Melo, responsável pela Unidade Técnica de Alimentação, Nutrição e Câncer do Inca, ainda é preciso avançar no reconhecimento da relação entre alimentação e câncer.  “Grande parte da população ainda não estabelece relação entre alimentação adequada e saudável, prática regular de atividade física e manutenção do peso corporal saudável à possível prevenção de vários tipos de câncer”, ressalta.

Inca lança site sobre alimentação e nutrição

Preocupado com a falta de conhecimento da população em relação à influência dos hábitos alimentares no desenvolvimento da doença, o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) acaba de lançar um site voltado para desmistificar questões sobre alimentação e nutrição e, principalmente, estimular modos de vida e alimentares saudáveis, de maneira simples e educativa.

A página aborda questões como recomendações de prevenção de câncer por meio da alimentação, peso corporal e atividade física, mitos e verdades sobre alimentação, nutrição e câncer, dicas práticas, além de uma área de vídeos informativos, legislação e publicações do Inca sobre esta temática. O conteúdo do site também poderá fomentar mais debates e troca de informações entre profissionais da área.

“Temos um cenário epidemiológico atual preocupante, no qual mais da metade da população brasileira está com excesso de peso, a prevalência de sedentarismo é elevada e o consumo de alimentos e bebidas ultraprocessados é crescente. Somos referência em câncer e é nosso papel transmitir essas informações à população de forma transparente e com base nas evidências mais atuais”, afirma.

Alimentação natural sai a custo baixo, garante especialista

A nutricionista do Inca ainda destaca o mito sobre o elevado custo de ter uma alimentação saudável. “Existe uma ideia de que se alimentar de forma saudável custa caro. Mas isso é um mito. Na verdade, uma alimentação baseada em alimentos ‘in natura’ e minimamente processados sai a um custo mais baixo do que a baseada em ultra-processados”, explica. O site traz outras dicas para ter uma alimentação saudável economizando nas compras.

Para a nutricionista Marcela Gattaz, a nutrição correta envolve evitar grande consumo de gorduras, açúcar e sal. “O ideal é inserir frutas e verduras em todas as refeições do dia”. Ingerir grãos, fibras e cereais auxiliam na manutenção do bom funcionamento do organismo também. “Esses alimentos agem no corpo de forma a combater os chamados carcinógenos, capazes de provocar câncer, pois podem bloquear as ações destes antes que causem mal às células de defesa. Para prevenirmos qualquer tipo de doença, o interessante é termos um estilo de vida saudável, com ingestão de frutas, verduras e legumes e fazer exercícios regularmente”, aconselha.

Fontes: Inca e Light Food Way

 

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.