Coronavírus: Estado do Rio suspende aulas, eventos e até praias

Governador Wilson Witzel antecipa férias escolares como medida preventiva para conter propagação da doença. Já são 19 casos e 228 suspeitos no estado

Redação
Sob risco de uma epidemia, com 19 casos confirmados do coronavírus e 228 suspeitos, o Estado do Rio de Janeiro entrou em alerta máximo. Para prevenir a propagação do Covid-19, o governador Wilson Witzel assinou um decreto, publicado em Diário Oficial na tarde desta sexta-feira, 13 de março, com uma série de medidas duras de enfrentamento.
 
Entre elas, está a suspensão de atividades culturais e artísticas e todos os eventos públicos, incluindo manifestações e comícios. Cinemas, teatros, shopping centers e até as praias devem ser evitados, assim como cultos e missas. Jogos de futebol devem acontecer a portas fechadas – a rodada do Campeonato Carioca já terá este modelo.
Segundo ele, a Polícia Militar poderá interditar as praias do Rio de Janeiro para evitar aglomerações que facilitem a transmissão do novo coronavírus. “Nós não permitiremos aglomeração na praia. O momento é de ficar em casa para que possa ser controlada a epidemia”, disse Witzel. 
Shoppings também poderão ter o acesso regulado, de acordo com o governador. “Cada secretário estará com um grupo de empresários de cada setor – restaurantes, bares, shoppings – para abordar essas questões de segurança. Vamos conversar e talvez restringir o acesso aos shoppings”, afirmou. “Punições são possíveis, mas por enquanto ainda se conta com a boa vontade coletiva”,  destacou.
Outra medida é a antecipação das férias em todas as escolas públicas e privadas do estado, a partir da próxima segunda-feira (16). As universidades privadas também terão aulas suspensas. As públicas (UFF, UFRJ e UniRio) também anunciaram suspensões.
Nesta quinta-feira (12), o Estado do Rio passou do Nível 0 para o Nível 1 do plano de contingência após a confirmação do primeiro caso de transmissão local de coronavírus. A Prefeitura do Rio de Janeiro também anunciou que entrou em Estágio de Atenção às 16 horas de hoje. As pessoas devem evitar ônibus e BRTs e metrô para evitar aglomerações, solicita o Centro de Operações do município.
A décima sexta paciente é uma mulher de 28 anos residente na cidade do Rio de Janeiro. Ela procurou o serviço de saúde ao sentir febre, cefaleia e mialgia. Os exames laboratoriais testaram positivo para o Covid-19. A paciente apresenta estado de saúde estável e está em isolamento domiciliar.
Veja aqui a entrevista coletiva do governador

Estágio de atenção no município do Rio

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio divulgou nota informando com as principais medidas de prevenção e contenção ao contágio do novo coronavírus no município.

– A Prefeitura do Rio recomenda que ônibus e BRTs evitem superlotação de passageiros;

– A Prefeitura do Rio não vai conceder licenças para eventos que causem grandes aglomerações. Licenças já concedidas serão canceladas a partir de segunda-feira;

– A Prefeitura do Rio suspende os períodos de férias do pessoal da saúde e assistência social enquanto durar a pandemia;

– A Prefeitura do Rio suspende as aulas em escolas municipais na próxima semana, mantendo os refeitórios abertos para o almoço a partir das 11h às 13h;

– Estão suspensas também, a partir de segunda-feira, 16, atividades nas Casas de Convivência, cinemas, teatros, lonas culturais e museus da Prefeitura do Rio;

– A Prefeitura do Rio recomenda que pessoas com baixa imunidade (asma, pneumonia, tuberculose, câncer, renais crônicos e transplantados) evitem sair de casa;

– A Prefeitura do Rio orienta que a população evite frequentar cinemas e teatros particulares;

– Recomendação de jornadas de turnos de trabalho alternativos para empresas, com o objetivo de evitar a superlotação nos transportes coletivos. E, sempre que possível, o trabalho em casa. O setor público deverá adotar o mesmo princípio de escala;

– A Prefeitura do Rio irá disponibilizar álcool gel em todas as repartições municipais de atendimento ao público, incluindo hospitais, abrigos, estações de BRT, escolas e equipamentos culturais;

– A Prefeitura do Rio recomenda que as atividades esportivas no Engenhão não sejam abertas ao público.

Em caso de dúvidas, entre no link da Secretaria Municipal de Saúde e confie nas informações oficiais – veja aqui.

Saiba onde estão os casos suspeitos e confirmados no RJ

No Estado do Rio, os locais de residência dos pacientes foram identificados da seguinte maneira:

Local de residência Casos suspeitos Casos confirmados
Barra do Piraí 2
Barra Mansa 8 1
Belford Roxo 1
Cabo Frio 1
Campos dos Goytacazes 1
Casimiro de Abreu 1
Conceição de Macabu 2
Cordeiro 2
Duque de Caxias 1
Itaboraí 5
Macaé 1
Maricá 1
Miracema 2
Niterói 27 1
Nova Iguaçu 3
Petrópolis 3
Rio Bonito 4
Rio de Janeiro 125 17
São Gonçalo 2
São João de Meriti 2
São Pedro da Aldeia 1
Teresópolis 4
Valença 2
Volta Redonda 4
Exterior 15
Local de residência em investigação 8
Total 228 19

Os novos casos são um homem, de 52 anos e duas mulheres, com 68 e 48 anos, residentes na cidade do Rio de Janeiro. Os pacientes apresentam estado de saúde estável e estão em isolamento domiciliar.


Plano de contingência


No mês passado, a SES elaborou e definiu um plano de contingência para enfrentar uma possível epidemia de coronavírus no Estado do Rio.

O plano tem a intenção de sistematizar ações e procedimentos de responsabilidade da esfera estadual de governo. Os níveis de acionamento (zero, um, dois e três) foram organizados de acordo com parâmetros epidemiológicos, como números de casos.

O primeiro objetivo estratégico do plano de contingência é intensificar medidas de segurança para conter a transmissão humano a humano, incluindo as infecções secundárias entre pessoas próximas e profissionais de saúde.

Caso uma pessoa apresente sintomas e sinais de doenças respiratórias, ela será identificada imediatamente, isolada e atendida da forma como preconizam a OMS e o Ministério da Saúde.

Os níveis

– Nível Zero – Casos importados notificados ou confirmados.
– Nível 1 – Transmissão local de coronavírus no estado do Rio de Janeiro.
– Nível 2 – Transmissão comunitária, que ativará outros leitos para assistência de casos graves.
– Nível 3 – Quando as ações e atividades orientadas para serem realizadas no nível 2 de ativação forem insuficientes como medidas de controle e para a organização da rede de atenção na resposta. Caso o surto chegue a esse nível, além de todas as unidades citadas anteriormente, será criado pela Secretaria de Estado de Saúde um hospital de campanha e as Forças Armadas serão acionadas. Haverá ainda a utilização de leitos em unidades especializadas, com a suspensão de cirurgias eletivas.

Medidas de prevenção

– Proteger nariz e boca ao espirrar ou tossir
– Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres e copos
– Lavar frequentemente as mãos, especialmente após espirrar ou tossir
– Utilizar álcool em gel nas mãos


Saiba mais sobre o Plano
Esclareça dúvidas sobre o novo coronavírus

 

Guia mostra o que você precisa saber

Você vai encontrar neste guia informações sobre como diferenciar os sintomas da Covid-19 com os de uma gripe comum e descobrir o que é verdade e o que é desinformação sobre o vírus. Baixe o guia do jornal O GLOBO com tudo que você precisa saber sobre o coronavírus e compartilhe nos seus grupos de amigos e familiares. https://go.aws/2IGJD8f

Com Assessorias

In the news
Leia Mais