Dia do Sexo: quantas vezes é bom para você?

Dos 40 aos 49 anos, a frequência é de 69 vezes ao ano, ou pouco mais de uma vez por semana, diz estudo

sexo

Você já se questionou sobre a frequência com que tem feito sexo na sua vida atualmente? Se passou dos 40 anos, certamente não está assim tão satisfeito com sua vida sexual.  Estudo do Kinsey Institute, da Universidade de Indiana, mostrou que dos 40 aos 49 anos, a frequência é de 69 vezes ao ano: pouco mais de uma vez por semana.

A maior frequência, como era de se esperar, está entre pessoas dos 18 aos 29 anos. Elas praticam sexo, em média, 112 vezes ao ano, cerca de duas a três vezes por semana. Dos 30 aos 39, o número cai para 86 vezes por ano: de uma a duas vezes na semana. Fatores como idade, estado civil, condições físicas e de saúde influem nesse aspecto.

Já outro estudo divulgado pelo Daily Mail revelou que a idade não é o que mais pesa, ao menos para as mulheres. Elas se sentem mais sexy e atraentes na casa dos 30. Cerca de 64% delas disseram que a confiança veio com a idade. Ou seja, mesmo que você esteja fazendo menos sexo que a média com o passar dos anos, isso não significa que esse sexo não seja melhor e com mais qualidade.

Estar casado ou em um relacionamento estável nem sempre é fator determinante para garantia de sexo com mais qualidade ou prazer, mas ao menos aumenta a frequência. De acordo com o estudo do Kinsey Institute, entre pessoas casadas, 34% fazem sexo duas a três vezes por semana, 45% praticam algumas vezes por mês, e 13% têm relações sexuais apenas algumas vezes no ano. Outra pesquisa mostra que o sexo entre os casais é mais importante que o dinheiro.

“A conclusão que podemos tirar desses estudos é que, à medida que envelhecemos, nossas chances de desenvolver condições de saúde crônicas aumentam e isso, por sua vez, tem um impacto negativo na frequência e na qualidade das atividades sexuais”, explica Justin Lehmiller, do Kinsey Institute.

Desigualdade entre homens e mulheres no Brasil

Para 96,2% dos homens, o sexo é importante para o relacionamento e 94,5% das mulheres concordam. Apesar dessa pequena diferença, a desigualdade de gênero ainda limita a expressão da sexualidade das brasileiras. Os homens têm bem mais parceiros sexuais do que as mulheres, apontou a pesquisa Mosaico 2.0, divulgada em setembro do ano passado no Brasil.
Eles relataram ter tido em média 2,12 parceiros e as mulheres, 1,27 nos últimos 12 meses. Enquanto 2,9% dos homens disseram ter feito sexo com cinco pessoas no último ano, isso aconteceu com apenas 0,9% das mulheres.
A frequência sexual dos brasileiros é de, em média, 2,9 relações por semana. Mas, se pudessem, homens e mulheres gostariam que esse número fosse quase o dobro. A expectativa média é de 5,5 relações por semana. Os homens querem mais: a maioria gostaria de ter em média 6,48 relações por semana e elas, 4,58. Na prática, eles têm mais relações sexuais semanais do que as mulheres: 3,15 contra 2,65.
A pesquisa ainda mostrou que 9% entre 18 e 70 anos não fazem sexo: 7% são mulheres e 2% homens. Foram ouvidas 3 mil pessoas de sete regiões metropolitanas do país. Os entrevistados – 49% de mulheres e 51% de homens – tinham entre 18 e 70 anos, com média de 35,5 anos.  sobre o comportamento sexual dos brasileiros.
Por Favor, Compartilhe!
1 Comment
  1. […] dias? Duas vezes por semana? Uma vez? Ou uma a cada 30 dias? Afinal, como podemos saber se estamos fazendo muito ou pouco sexo? Pesquisa da Universidade de Toronto-Mississauga com mais de 30 mil americanos em relacionamento […]

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

In the news
Leia Mais